Predefinição:Guerra Civil Síria

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Guerra Civil Síria
Parte da(o) Primavera Árabe, Inverno Árabe
Syrian Civil War map.svg
Situação atual da Síria (2018):
Período 15 de março de 2011 - presente
Local Síria
Situação
Causas Ditadura;
Governo corrupto;[3]
Desemprego;
Inspiração em protestos da Primavera Árabe;
Conflito sectário;[4]
Queda na produção agrícola causada por secas;[5]
Objetivos Renúncia de Bashar al-Assad;
Mudança de regime;[6]
Expansão dos direitos civis;[7]
Reconhecimento dos direitos dos curdos;
Participantes do conflito
Síria República Árabe da Síria



Irã Irã[8][9]

 Rússia (ver detalhes aqui)[11]


InfoboxHez.PNG Hezbollah[12][13][14]
PFLP-GC Flag.svg FPLP–CG[15]
Milícias xiitas iraquianas[16]
Diversos outros grupos/milícias


Apoio (armas):


(Para ler mais detalhes sobre apoio estrangeiro ao regime sírio, ver aqui)

Flag of Syria 2011, observed.svg Oposição Síria

 Turquia (ver detalhes aqui)

Apoio:

(Para ler mais detalhes sobre apoio estrangeiro a oposição, ver aqui)


Logo of Ahrar al-Sham.svg Ahrar al-Sham

Logo of Jaysh al-Islam.jpg Jaysh al-Islam
Flag of the Army of Mujahedeen (Syria).png Exército dos Mujahideen (2014-2017)[33]

  • Diversos outros grupos/milícias[34]


Apoio:



Flag of Hayat Tahrir al-Sham.svg Tahrir al-Sham

Apoio:



De facto SA-NES Flag.svg Rojava[39]

Apoio:

(Para ler mais detalhes sobre a frente curda da guerra, ver aqui)


Seal of Combined Joint Task Force – Operation Inherent Resolve.svg Operação Determinação Inerente:

No god but God.jpg Estado Islâmico[1] (em guerra com todos os lados envolvidos no conflito)
Líderes
Síria Bashar al-Assad

Síria Imad Khamis
Síria Wael Nader al-Halqi
Síria Ali Abdullah Ayyoub
Síria Fahd Jassem al-Freij
Síria Faruk al Shara
Síria Issam Hallaq
Síria Suheil al-Hassan
Síria Dawoud Rajiha
Síria Maher al-Assad
Síria Assef Shawkat
Síria Hisham Ikhtiyar
Síria Ali Mamlouk
Síria Rafiq Shahadah
Irã Qasem Soleimani
InfoboxHez.PNG Hassan Nasrallah
PFLP-GC Flag.svg Ahmed Jibril
Rússia Vladimir Putin

Abdullah al-Bashir
Albay Ahmed Berri
Riad al-Asaad

Salim Idris
Jamal Maarouf
Abdurrahman Mustafa
Síria Mustafa al-Sheikh
Ahmed Issa al-Sheikh
Abu Abdullah al-Hamawi
Flag of Hayat Tahrir al-Sham.svg Abu Jaber Shaykh
Flag of Jabhat al-Nusra.jpg Abu Mohammad al-Julani[38]
Essam al-Buwaydhani


De facto SA-NES Flag.svg Riad Darar
De facto SA-NES Flag.svg Amina Oma
De facto SA-NES Flag.svg Salih Muslim Muhammad
De facto SA-NES Flag.svg Asya Abdullah
De facto SA-NES Flag.svg Sipan Hemo

No god but God.jpg Abu Bakr al-Baghdadi
No god but God.jpg Abu Mohammad al-Adnani
Flag of the Islamic State of Iraq and the Levant2.svg Abu Suleiman al-Naser
Flag of the Islamic State of Iraq and the Levant2.svg Abu Ala al-Afri
No god but God.jpg Abu Omar al-Shishani
No god but God.jpg Gulmurod Khalimov
No god but God.jpg Abu Ali al-Anbari
No god but God.jpg Abu Bakr al-Iraqi
No god but God.jpg Abu Muhammad al-Shimali
Forças
Síria Forças Armadas:

180 000 militares[47] (2015)
Síria Diretório de Segurança Geral:
8 000 soldados
Síria Força de Defesa Nacional:
60 000 combatentes[48]
Síria Brigada al-Abbas:
10 000 combatentes[49]
Síria Jaysh al-Sha'bi:
50 000 combatentes[50]


InfoboxHez.PNG Hezbollah:
3 000 – 5 000 combatentes[51]
Shiism arabic blue.PNG 15 000 guerrilheiros xiitas estrangeiros[52]


Irã 15 000 militares[53]
Rússia 4 000 militares[54]

Exército Livre da Síria:
40 000 - 50 000 combatentes[55]
Ahrar al-Sham black standard.png Ahrar al-Sham:
18 000 – 20 000[56][57]

Turquia Forças Armadas Turcas:
4 000 - 8 000[58]


Flag of Hayat Tahrir al-Sham.svg Tahrir al-Sham:
~ 31 000 combatentes[59][60]
Jaysh al-Islam:
25 000 combatentes[61]
Flag of Jihad.svg Outros grupos islamitas:
12 500 combatentes[62]


(Diversos outros combatentes de grupos menores)


De facto SA-NES Flag.svg 60 000 – 80 000 guerrilheiros curdos[63][64]

Flag of Islamic State of Iraq.svg Estado Islâmico do Iraque e do Levante:

50 000 (auge, em 2015)[65]

~ 3 000 (segundo a CIA, em 2017)[66]
Baixas
Síria Forças do Governo Sírio:

164 671 soldados, milicianos ou policiais mortos (segundo o OSDH)[67]
~ 8 000 militares capturados[67]
~ 8 109 combatentes não sírios mortos (incluindo centenas de iranianos e pelo menos 116 militares russos)[67]
Hezbollah:
1 700 – 2 000 milicianos mortos[67]

Flag of Syria (1932-1958; 1961-1963).svg Flag of Jihad.svg De facto SA-NES Flag.svg Rebeldes sírios, jihadistas e curdos:

~ 186 410 combatentes mortos[67]

+ 117 377 civis mortos[67]

+ 2 700 manifestantes mortos em protestos[68]
36 637 guerrilheiros ou manifestantes capturados[69]


Turquia 169 soldados mortos[70]


Seal of Combined Joint Task Force – Operation Inherent Resolve.svg CJTF–OIR:
11 militares mortos[71][72]

Desconhecido (pelo menos + 45 000 mortos, incluindo perdas no Iraque)[73]

371 222 – 570 000 sírios mortos no conflito[67]
(segundo o OSDH)
~ 3 284 civis estrangeiros mortos


+7,6 milhões de deslocados internos[74]
+ de 5,6 milhões de refugiados[75]

Referências

  1. «What is Islamic State?». BBC. Consultado em 30 de setembro de 2014 
  2. «Syria Weighs Its Tactics as Pillars of Its Economy Continue to Crumble». The New York Times. Consultado em 18 de janeiro de 2014 
  3. Christine Oliver. «Corruption index 2010: the most corrupt countries in the world» (em inglês). The Guardian. Consultado em 23 de outubro de 2011 
  4. Cecília Araújo. «"Alauítas: a minoria síria que mata por temer ser aniquilada"». Revista Veja. Consultado em 16 de julho de 2012 
  5. Três lições do conflito sírio para a agricultura Brasileira, por Daniel Meyer, acesso em 21 de março de 2016.
  6. Khaled Yacoub Oweis e Suleiman al-Khalidi. «Pro-democracy protests sweep Syria, 22 killed» (em inglês). Reuters. Consultado em 23 de outubro de 2011 
  7. «Violence erupts in Syria, Jordan; anti-government protestors shot, stoned» (em inglês). Daily News. Consultado em 23 de outubro de 2011 
  8. Saeed Kamali Dehghan. «Syrian army being aided by Iranian forces». The Guardian. Consultado em 18 de agosto de 2012 
  9. Daftari, Lisa. «Iranian general admits 'fighting every aspect of a war' in defending Syria's Assad». Fox News. Consultado em 6 de setembro de 2012 
  10. «Iranian Forces on the Golan?». JCPA.org. Consultado em 14 de agosto de 2013 
  11. Referências:
  12. «Hezbollah increases support for Syrian regime, U.S. and Lebanese officials say». Washington Post. Consultado em 26 de setembro de 2012 
  13. «Syria rebels: Assad regime recruiting Iranian, Hezbollah mercenaries» (em inglês). Haaretz. Consultado em 11 de setembro de 2012 
  14. «Hezbollah Commits to an All-Out Fight to Save Assad». Hindustan Times. Consultado em 27 de maio de 2013 
  15. «Syria rebels 'clash with army, Palestinian fighters'». Agence France-Presse. 30 de outubro de 2012. Consultado em 25 de janeiro de 2013 
  16. Suadad al-Salhy. «Iraqi Shi'ite militants fight for Syria's Assad». Reuters. Consultado em 25 de outubro de 2012 
  17. "Lukashenka supplies weapons to Assad". Página acessada em 1 de outubro de 2015.
  18. «It looks like Iraq has joined Assad's side in the Syrian war». Business Insider. Consultado em 16 de fevereiro de 2014 
  19. "Iran, North Korea Helping Syria Resume Building Missiles". Página acessada em 30 de novembro de 2014.
  20. «Chinese Admiral Visits Syria in Show of Support» 
  21. «Q&A: Syrian opposition alliance» (em inglês). BBC. Consultado em 16 de novembro de 2011 
  22. «Guide to the Syrian opposition» (em inglês). BBC. Consultado em 23 de abril de 2013 
  23. «'I am not fighting against al-Qa'ida… it's not our problem', says West's last hope in Syria». The Independent. 6 de abril de 2014. Consultado em 8 de abril de 2014 
  24. «Al Qaida rebels leave mass grave behind as they desert base in Syria». McClatchy. 6 de janeiro de 2014. Consultado em 8 de janeiro de 2014 
  25. «The Structure and Organization of the Syrian Opposition». Center for American Progress. Consultado em 15 de junho de 2013 
  26. «U.S. weapons reaching Syrian rebels». Washington Post. 11 de setembro de 2013 
  27. «Trump ends CIA arms support for anti-Assad rebels: U.S. officials». Reuters. 19 de junho de 2017 
  28. Ruth Sherlock (25 de novembro de 2011). «Libya's new rulers offer weapons to Syrian rebels». The Daily Telegraph. Consultado em 8 de abril de 2017 
  29. C. J. Chivers; Eric Schmitt; Mark Mazzetti (21 de junho de 2013). «In Turnabout, Syria Rebels Get Libyan Weapons». The New York Times. Consultado em 8 de abril de 2017 
  30. Jones, Rory. Israel Gives Secret Aid to Syrian Rebels. The Wall Street Journal. 18 de junho de 2017.
  31. Israel Reportedly Providing Direct Aid, Funding to Syrian Rebels. Haaretz. 19 de junho de 2017.
  32. «Leading Syrian rebel groups form new Islamic Front» (em inglês). BBC. Consultado em 22 de novembro de 2013 
  33. "Syria: Army of the Mujahideen Challenges ISIS Gains". Página acessada em 25 de janeiro de 2014.
  34. «Foreign fighters fuel the sectarian flames in Syria». The Independent. 20 de dezembro de 2012. Consultado em 22 de agosto de 2012 
  35. El Deeb, Sarah. «Rivalries complicate arms pipeline to Syria rebels». San Jose Mercury News. Consultado em 18 de setembro de 2014 
  36. Roula Khalaf and Abigail Fielding-Smith. «How Qatar seized control of the Syrian revolution». Financial Times. Consultado em 18 de setembro de 2014 
  37. Sherlock, Ruth. «Libya's new rulers offer weapons to Syrian rebels». The Telegraph. Consultado em 25 de maio de 2014 
  38. a b «"Profile: Syria's al-Nusra Front"» (em inglês). BBC. Consultado em 3 de maio de 2013 
  39. «Kurdish Syria: From cultural to armed revolution». Egypt Independent. Consultado em 28 de julho de 2012 
  40. "Syria's Kurds Try to Balance Security and Alliances". Página acessada em 18 de setembro de 2014.
  41. «U.S. weapons reaching Syrian rebels». Washington Post. 18 de setembro de 2014 
  42. "Hollande confirms French delivery of arms to Syrian rebels". Página acessada em 27 de setembro de 2015.
  43. "Parlamento britânico aprova ataques contra Estado Islâmico na Síria". Página acessada em 3 de dezembro de 2015.
  44. "'Türkiye El Nusra'ya ağır silahlar gönderdi'". Página acessada em 18 de setembro de 2014.
  45. a b «U.S. airstrikes hit ISIS inside Syria for first time». CNN. Consultado em 22 de setembro de 2014 
  46. "Battle for Iraq and Syria in maps". Página acessada em 3 de dezembro de 2015.
  47. "Syria Military Strength". Página acessada em 22 de janeiro de 2018.
  48. «Pro-regime militias may outlast Assad, threaten future state». The Daily Star. 19 de maio de 2014 
  49. «Syrian war widens Sunni-Shia schism as foreign jihadis join fight for shrines». The Guardian. 4 de julho de 2013. Consultado em 4 de julho de 2013 
  50. Borger, Julian (14 de março de 2013). «Iran and Hezbollah 'have built 50,000-strong force to help Syrian regime'». The Guardian 
  51. «From Qusair to Yabrud: Shiite foreign fighters in Syria». Al-monitor. Consultado em 22 de abril de 2014 
  52. «Insight: By relying on Iran, Syria's Assad risks irrelevance». Reuters. Consultado em 21 de julho de 2013 
  53. «Iran sends 15,000 fighters to Syria». The Daily Star. 4 de junho de 2015 
  54. «Russia's Syria force has reportedly grown to 4,000 people». Business Insider. 18 de novembro de 2015 
  55. «West suspends aid for Islamist rebels in Syria, underlining their disillusionment with those forces opposed to President Bashar al-Assad». The Independent. Consultado em 18 de abril de 2014 
  56. «Is Syria's Idlib being groomed as Islamist killing ground?» 
  57. «Al Qaeda Is Starting to Swallow the Syrian Opposition» 
  58. "8 bin asker emir bekliyor". Página acessada em 20 de março de 2018.
  59. Al-awsat, Asharq (30 de janeiro de 2017). «Syria: Surfacing of 'Hai'at Tahrir al-Sham' Threatens Truce - ASHARQ AL-AWSAT English» 
  60. Rida, Nazeer (30 de janeiro de 2017). «Syria: Surfacing of 'Hai'at Tahrir al-Sham' Threatens Truce». Asharq Al-Awsat 
  61. «The Army of Islam: Militant group battling ISIS and the Syrian regime show their might in 'graduation ceremony' featuring 1,700 soldiers and a fleet of armoured tanks». Daily Mail. 30 de abril de 2015. Consultado em 13 de abril de 2018. Cópia arquivada em 4 de julho de 2015 
  62. Who are these 70,000 Syrian fighters David Cameron is relying on?. Acessado em 18 de fevereiro de 2016.
  63. «Kurds Build Bridges At Last». IEDE.co.uk. Consultado em 19 de novembro de 2013 
  64. «Die Saat geht auf». JungeWelt.com. Consultado em 19 de novembro de 2013 
  65. "Islamic State 'has 50,000 fighters in Syria'". Página acessada em 31 de agosto de 2014.
  66. "EXCLUSIVE: ISIS Took The Decision To Withdraw From Deir Ezzor". Página acessada em 20 de março de 2018.
  67. a b c d e f g «More than 570 thousand people were killed on the Syrian territory within 8 years of revolution demanding freedom, democracy, justice, and equality». Syriahr.com. Consultado em 15 de março de 2019 
  68. «1269 Martyrs, may God's mercy be on them all». Syrianshuhada.com. Consultado em 22 de novembro de 2012 
  69. «Violations Documenting Center». Violations Documenting Center. Consultado em 1 de janeiro de 2013 
  70. «Fırat Kalkanı Harekâtı'ndan acı haber». DHA.com.tr 
  71. «Marine is first US death in operations against Islamic State». The Times of India. Consultado em 25 de outubro de 2014 
  72. "Jordan pilot murder: Islamic State deploys asymmetry of fear". Página acessada em 20 de setembro de 2016.
  73. "Coalizão matou 45 mil combatentes do EI nos últimos dois anos". Página acessada em 10 de agosto de 2016.
  74. «Syria - The Internal Displacement Monitoring Centre». IDMC. Consultado em 18 de novembro de 2015 
  75. «UNHCR Syria Regional Refugee Response». UNHCR. Consultado em 20 de março de 2018