PowerShell

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Windows PowerShell)
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Out of date clock icon.svg
Este artigo ou seção pode conter informações desatualizadas.

Se sabe algo sobre o tema abordado, edite a página e inclua informações mais recentes, citando fontes válidas. Utilize o campo de resumo para uma breve explicação das alterações e, se achar necessário, apresente mais detalhes na página de discussão.

PowerShell
PowerShell 5.0 icon.png
Windows PowerShell 1.0 PD.png
Captura de tela de uma sessão do Windows PowerShell
Paradigma Multi-paradigma: Imperativo, pipeline, orientada a objetos, funcional e reflexiva
Última versão 5.1.14393 (2-8-2016)
Versão em teste 6.0.0 Alfa 9 (18-8-2016)
Criado por Microsoft
Estilo de tipagem: tipagem forte, segurança de tipo, inferência de tipo, dinâmica
Influenciada por Ksh, Perl, C#, CL, DCL, SQL, Tcl, Tk, Chef, Puppet[1]
Plataforma Framework .NET, .NET Core
Sistema operacional Windows XP e posteriores, OS X, CentOS, Ubuntu
Licença: MIT License[2] (mas o componente Windows permanece proprietário)
Página oficial https://msdn.microsoft.com/en-us/powershell

PowerShell (incluindo o Windows PowerShell e o PowerShell Core) é um framework da Microsoft para automação de tarefas e gerenciamento de configuração, consistindo de um shell de linha de comando e linguagem de script associada embutida no framework .NET. O PowerShell fornece acesso completo ao COM e o WMI,[3] permitindo aos administradores realizar tarefas administrativas em sistemas Windows remotos e locais, bem como WS-Management e CIM que permite o gerenciamento de sistemas Linux remotos e dispositivos de rede. Inicialmente um componente apenas do Windows, o PowerShell tornou-se de código aberto e multiplataforma em 18 de agosto de 2016.

Atualmente os produtos Server da Microsoft devem fornecer suporte à automatização via PowerShell, segundo seu Common Engineering Criteria. O Windows PowerShell é integrado como componente opcional do Windows Server 2008, habilitado por padrão no Windows Server 2008 R2 (exceto instalação core), Windows 7, Windows 8 e Windows 10, e pode ser baixada gratuitamente para instalação em Windows XP SP2, Windows Vista e Windows Server 2003.

Projeto[editar | editar código-fonte]

Os desenvolvedores do PowerShell basearam a gramática núcleo da ferramenta naquela do POSIX 1003.2.[4]

O Windows PowerShell pode executar quatro tipos de comandos nomeados:[5]

  • cmdlets (programas baseados no framework .NET projetados para interagir com o PowerShell)
  • Scripts PowerShell (arquivos sufixados por .ps1)
  • Funções PowerShell
  • programas executáveis isolados

Se um comando for um programa executável isolado, o PowerShell.exe executa-o em um processo separado; se ele for um cmdlet, ele executa-o no processo PowerShell. O PowerShell fornece uma interface de linha de comando interativa, em que os comandos podem ser inseridos e sua saída exibida. A interface do usuário, baseada no console Win32, oferece complementação por tabulação personalizável. O PowerShell permite a criação de apelidos (aliases) para cmdlets. os quais o PowerShell traduz textualmente em invocações dos comandos originais.

Cmdlets[editar | editar código-fonte]

Cmdlet (pronuncia-se "command let"[6]) são comandos usados pelo PowerShell que implementam funções específicas. Segue uma regra de verbo-substantivo, como por exemplo "Stop-process"(parar o processo).[7]

Alguns comandos básicos:[8]

Cmdlet Function
 Get-Location  obter o diretório atual
 Set-Location  alterar o diretório atual
Copy-Item  copiar arquivos
 Remove-Item  remover um arquivo ou diretório
 Move-Item  mover um arquivo
 Rename-Item   renomear um arquivo
 New-Item  criar um novo arquivo vazio ou diretório

Versões[editar | editar código-fonte]

Versão 1.0[9][editar | editar código-fonte]

Essa versão foi desenvolvida para Windows server 2003 e Windows XP.

Algumas das principais funcionalidades são:

  • Mais de 130 ferramentas de linha de comandos fáceis de usar e aprender
  • Suporte para linguagens de script e ferramentas de linha de comando existentes
  • Recurso que permite a navegação nos dados armazenados.

Requisitos do sistema[editar | editar código-fonte]

A versão 1.0 pode ser instalada nos seguintes sistemas operacionais:

Versão 2.0[10][editar | editar código-fonte]

Disponível nativamente no Windows 7 e no Windows server 2008 R2 e para instalação no Windows XP, Windows Server 2003, Windows Vista e Windows Server 2008.

As funcionalidades que podemos destacar são:

  • Execução de comandos remotamente
  • Depuração de Script
  • Tratamento de eventos

Requisitos do sistema[editar | editar código-fonte]

A versão 2.0 pode ser instalada nos seguintes sistemas operacionais:

Versão 3.0[11][editar | editar código-fonte]

Nos sistemas operacionais Windows Server 2012 ou o Windows Server 2012 R2 a instalação não é necessária pois já faz parte do sistema operacional.

Alguns de seus novos recursos:

  • Tarefas agendadas
  • Administração delegada
  • Sintaxe de linguagem simplificada

Requisitos do sistema[editar | editar código-fonte]

Versão 4.0[12][editar | editar código-fonte]

Essa versão é nativa nas versões do Windows 8.1 e no Windows Server 2012 R2.

Alguns dos novos recursos oferecidos são:

  • Suporte para fluxo de trabalho e depuração de script remotamente
  • Suporte de atualização da versão 3.0 para 4.0 (caso seja possível)
  • Correções de bugs e melhoria de desempenho

Requisitos do sistema[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Snover, Jeffrey (25 de maio de 2008). «PowerShell and WPF: WTF». Windows PowerShell Blog. Microsoft 
  2. [1]
  3. «PowerShell and WPF: WTF - Windows PowerShell Blog - Site Home - MSDN Blogs». blogs.msdn.com. Consultado em 19 de agosto de 2012. 
  4. Payette, Bruce (2007). Windows PowerShell in Action. Col: Manning Pubs Co Series. [S.l.]: Manning. p. 27. ISBN 9781932394900. Consultado em 22 de julho de 2016.. The core PowerShell language is based on the POSIX 1003.2 grammar for the Korn shell. 
  5. «about_Command_Precedence». TechNet. Microsoft. 8 de maio de 2014 
  6. «Introdução a cmdlets do Service Manager para Windows PowerShell». Consultado em 1 de junho de 2014. 
  7. «Powershell para desenvolvedores». Consultado em 1 de junho de 2014. 
  8. «cmdlet». Consultado em 1 de junho de 2014. 
  9. Microsoft. «Windows PowerShell 1.0 localizado o pacote de instalação para o Windows Server 2003 e Windows XP». Consultado em 1 de junho de 2014. 
  10. Microsoft. «Estrutura de gerenciamento do Windows (Windows PowerShell 2.0, WinRM 2.0 e o BITS 4.0)». Consultado em 1 de junho de 2014. 
  11. «Windows Management Framework 3.0». Consultado em 1 de junho de 2014. 
  12. Microsoft. «Management Framework Windows 4.0». Consultado em 1 de junho de 2014. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre linguagem de programação é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.