Windows Server 2012 R2

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde setembro de 2013). Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Windows Server 2012 R2
Versão do sistema operativo Windows Server
Produção Microsoft Corporation
Modelo Código fechado
Lançamento 17 de outubro de 2013; há 5 anos
Método de atualização Windows Update, Windows Server Update Services
Arquitetura(s) x86-64
Núcleo Híbrido
Interface Modern UI
Licença Software proprietário comercial
Página oficial windows.microsoft.com (em inglês)., acessado pela última vez há 243 semanas e 1 dia
Estado de desenvolvimento
  • Suporte geral: Até 9 de outubro de 2018
  • Suporte estendido: Até 10 de outubro de 2023[1]
Cronologia
Windows Server 2012
Windows Server 2016

O Windows Server 2012 R2 (cujo codinome é Server Blue) é o nome de uma a(c)tualização do Windows Server 2012, lançada pela Microsoft em outubro de 2013[2]. Este sistema é a variante do Windows 8.1 para servidores.[3]

Edições do Windows Server 2012 R2[4][editar | editar código-fonte]

Datacenter[editar | editar código-fonte]

Edição destinado a ambientes de nuvem privada ou híbrida. Está é a versão mais completa da edição 2012.

Standard[editar | editar código-fonte]

Possui funcionalidade completa, assim como a edição Datacenter porém, é destinados a ambientes não-virtualizados.

Essentials[editar | editar código-fonte]

Destinado a pequenos negócios, esta edição está limitada a apenas 25 contas de usuários.

Foundation[editar | editar código-fonte]

Para uso geral, está disponível apenas na versão OEM. Limitado com 15 contas de usuários.

Mudanças do Windows Server 2012[editar | editar código-fonte]

A Microsoft confirmou as seguintes alterações introduzidas pelo Windows Server 2012 R2:

  • Tiering Automatizado: Storage Spaces armazena os arquivos com acesso mais freqüente na mídia física mais rápida.
  • Deduplicação para VHD: Reduz o espaço de armazenamento para arquivos VHD com conteúdo em grande parte armazenando os conteúdos similares apenas uma vez.
  • Windows PowerShell v4, que agora inclui um recurso de Configuração de Estado Desejado (DSC).
  • Suporte integrado ao Office 365 (edição Essentials).
  • Mudanças na interface do usuário também encontradas no Windows 8.1, incluindo o botão Iniciar visível.
  • Máquinas virtuais baseadas em UEFI.
  • Atualizações de emuladores de drivers para drivers de hardware sintético para minimizar o suporte de legado.
  • Implementação de VM mais rápida (aproximadamente metade do tempo).
  • Internet Information Services 8.5: Suporte para escrever registros para o Rastreamento de Eventos para Windows e a capacidade de registrar qualquer cabeçalho de solicitação/resposta. Para melhorar a escalabilidade, se o IIS estiver configurado com 100 ou mais sites, por padrão, não iniciará automaticamente nenhum deles. Juntamente com isso, uma nova opção de configuração "Idle Worker Process Page-Out" foi adicionada aos pools de aplicativos para instruir o Windows a paginar o processo se ele ficar ocioso além do período de tempo limite de inatividade configurado (por padrão, 20 minutos).
  • Server Message Block: Melhorias no desempenho e na qualidade de registro de eventos, suporte a Migração Hyper-V Live sobre SMB, gerenciamento de prioridade de largura de banda e a capacidade de remover o suporte ao SMB 1.0.
  • Serviços de Implantação do Windows (SIW): suporte para gerenciar o SIW via PowerShell.
  • Windows Defender está disponível em uma instalação Server Core e está instalado e habilitado por padrão.
  • Gerenciamento de Endereços IP (IPAM): Estendido para suportar o controle de acesso baseado em função, permitindo um controle fino sobre quais usuários podem visualizar ou alterar configurações para reservas DHCP, escopos, Blocos de endereço IP, registros de recursos DNS, etc. Além disso, o IPAM pode se integrar com o System Center Virtual Machine Manager 2012 R2 para ter uma política de IP coordenada em ambientes físicos e virtuais. O banco de dados IPAM pode ser armazenado em uma instância do SQL Server ao invés do banco de dados interno do Windows.
  • A Diretiva de Grupo tem uma nova configuração "Cache da diretiva" que permite que as máquinas conectadas no domínio armazenem uma cópia das configurações da diretiva de grupo na máquina cliente e, dependendo da velocidade de acesso ao controlador de domínio, usar aquela cópia no momento da inicialização ao invés de aguardar a transferência das configurações da diretiva. Isso pode melhorar os tempos de inicialização em máquinas que estão desconectadas da rede da empresa. Novas configurações de Diretiva de Grupo foram adicionadas para cobrir os novos recursos no Windows 8.1 e no Internet Explorer 11, como habilitar/desabilitar suporte ao SPDY/3, configurar layouts da tela de início e detectar números de telefone em páginas da web.
  • O suporte ao TLS é estendido para suportar o RFC 5077, "Recuperação da sessão de segurança de camada de transporte (TLS) sem o estado do lado do servidor", o que melhora o desempenho das conexões seguras TLS de longa duração que precisam se reconectar devido à expiração da sessão.
  • O Hyper-V e o console de gerenciamento do Hyper-V foram adicionados à edição Essentials.
  • O Windows Server Update Services foi disponibilizado para a edição do Windows Server 2012 R2 Essentials.
  • O ReFS ganhou suporte para fluxos de dados alternativos e correção automática de erros em espaços de paridade.

Requisitos do sistema[editar | editar código-fonte]

As edições e os requisitos serão os mesmos do Windows Server 2012.[5]

Requisitos mínimos de sistema para o Windows Server 2012[5]
Processador 1.4 GHz, x64
Memória 512 MB
Espaço livre em disco 32 GB (mais se houver pelo menos 16 GB de RAM)

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Ciclo de vida do produto Microsoft». Microsoft.com. Consultado em 3 de fevereiro de 2018. 
  2. http://www.mcsesolution.com/Mcsesolution/o-que-ha-de-novo-no-windows-server-2012-r2.html mcsesolution.com (04/06/2013). O que há de novo no Windows Server 2012 R2. Página visitada em 19/10/2013.
  3. Windows 8.1
  4. «Edições do Windows Server 2012». Microsoft. Fevereiro de 2012. Consultado em 2 de fevereiro de 2013.. Arquivado do original em 20 de setembro de 2013 
  5. a b «Requisitos do sistema». Microsoft TechNet. Consultado em 19 de outubro de 2013. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre software é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.