Yammer

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Yammer
Microsoft Office Yammer (2018–present).svg
Slogan (em inglês) What are you working on?

(em português) Em que você está trabalhando?

Tipo de sítio Colaboração empresarial
Proprietário(s) Microsoft Corporation
Fundador(es) David O. Sacks
Adam Pisoni
Requer pagamento? Sim
Gênero Rede social
Cadastro Necessário
País de origem  Estados Unidos
Lançamento Setembro de 2008
Posição no Alexa Aumento 2,878 (Novembro 2019)[1]
Endereço eletrônico www.yammer.com

Yammer (/ˈjæm.ər/) é principalmente uma rede social totalmente focada nos seus negócios. Yammer, uma das mídias sociais que a Microsoft Corporation comprou em junho por US$ 1,2 bilhão em dinheiro.[2]

A ideia da Microsoft de integrar o Yammer na unidade de negócios da Divisão de Escritórios da Microsoft indica que a empresa vê as redes sociais como chave para o futuro de seu principal software.[2]


Evolução[editar | editar código-fonte]

Em Setembro de 2008, David Sacks do site de genealogia Geni, lançar uma nova empresa chamada Yammer no TechCrunch50. Co-fundador David Sacks, ex- executivo do PayPal , desenvolveu o conceito básico do Yammer enquanto trabalhava em um projeto de inicialização depois de deixar o PayPal em 2002.[3]

Em setembro de 2010, o serviço da Yammer estava sendo usado por mais de três milhões de usuários e 80.000 empresas em todo o mundo, incluindo 80% das empresas listadas na Fortune 500.[4]

Em Junho de 2012, A Microsoft Corporation aceitou em comprar a empresa de redes sociais Yammer por 1,2 bilhão de dólares em dinheiro, o que permitirá que a fabricante de softwares ofereça serviços profissionais a clientes corporativos.[5]

Em Julho de 2014, A Microsoft Corporation esteve aprimorando ainda mais os negócios do Office e então transferiu o Yammer para o Office 365. O co-fundador do Yammer, David Sacks, saiu deixando a Microsoft.[6]

Desde então, houve um desenvolvimento contínuo do produto, incluindo o aplicativo móvel Yammer, grupos externos, grupos conectados do Office 365, aplicativo de área de trabalho e eventos ao vivo.

Co-Fundador da Yammer, David Sacks.


Clientes[editar | editar código-fonte]

Os clientes do Yammer estão disponíveis:

  • Windows e MacOS: Incluído no Office 365 ou disponível gratuitamente
  • iOS: aplicativo da Microsoft na loja de aplicativos iTunes
  • Android: aplicativo da Microsoft no Google Play
  • Aplicativo de desktop: Windows7 + / MacOS x10 +


Crítica[editar | editar código-fonte]

O Yammer na ausência de um contrato com a organização, a posição do Yammer é que os dados pertencem aos usuários que se registraram no serviço. Acontece que há outra resposta mais amigável para a empresa que você pode obter se pressionar mais.[7]

Veja Também[editar | editar código-fonte]


Referências

  1. «Yammer.com Traffic, Demographics and Competitors - Alexa». www.alexa.com (em inglês). Consultado em 26 de janeiro de 2020 
  2. a b Chacos, Brad; business, PCWorld | About | The inside line on social (7 de agosto de 2012). «What the Heck Is Yammer?». PCWorld (em inglês). Consultado em 27 de janeiro de 2020 
  3. Welch, Liz (Novembro de 2011). «The Way I Work: David Sacks, Yammer» (em inglês). inc.com. Consultado em 26 de Janeiro de 2020 
  4. «Yammer Debuts A Facebook For The Enterprise». TechCrunch (em inglês). Consultado em 27 de janeiro de 2020 
  5. Reuters (25 de junho de 2012). «Microsoft comprará Yammer por US$1,2 bilhão». Tecnologia e Games. Consultado em 27 de janeiro de 2020 
  6. Foley, Mary Jo. «Microsoft moves Yammer under Office 365; Co-founder David Sacks is out». ZDNet (em inglês). Consultado em 27 de janeiro de 2020 
  7. «Yammer's Game Plan: CEO David Sacks Explains All». InformationWeek (em inglês). Consultado em 27 de janeiro de 2020