Xiongnu

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Antes da Guerra Han – Xiongnu : Território do Xiongnu, que inclui a Mongólia , Cazaquistão Oriental , Quirguistão Oriental e partes do norte da China, incluindo Manchúria Ocidental , Xinjiang , Mongólia Interior e Gansu .

Os Xiongnu [ɕjʊ́ŋ.nǔ] ( chinês : 匈奴 ; Wade – Giles : Hsiung-nu ) eram uma confederação tribal  de povos nômades que, segundo fontes chinesas antigas , habitavam a estepe da Eurásia oriental do século III aC até a final do século I dC. Fontes chinesas informam que Modu Chanyu , líder supremo após 209 aC, fundou o Império Xiongnu.

Eram ativos na área da Sibéria meridional, Manchúria ocidental e as modernas províncias chinesas da Mongólia Interior, Gansu e Xinjiang. As suas origens e composição étnica não estão completamente clarificadas.

As relações entre chineses e xiongnu foram complicadas e incluíram conflitos militares, intercâmbios de tributos e comércio, e também casamentos concertados.

A assombrosa quantidade de informação sobre os xiongnu vem de fontes chinesas. Não há nenhuma maneira de reconstruir nenhuma parte substancial da língua dos xiongnu. O pouco que conhecemos de seus títulos e nomes provém de transliterações chinesas. Os termos chineses para o povo -"xiongnu"-, ou seus líderes -"chanyu" (單于)- presumivelmente refletem o som da língua original.

Segundo Sima Qian, os xiongnu eram descendentes dos Chunwei (淳維), possivelmente de um filho de Jie.

A questão de saber se os xiongnu deram origem aos hunos permanece em aberto.

Referências

  1. https://en.wikipedia.org/wiki/Xiongnu#Han-Xiongnu_war

2. di Cosmo 2004: 186

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Roberts, John A. G., History of China (título original), Palgrave MacMillan, 1999 (primeira edição), 2006 (segunda edição), ISBN 978-989-8285-39-3

Ver também[editar | editar código-fonte]