Império Chola

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Xola redireciona para este artigo. Para a estação metroviária mexicana, veja Estação Xola.
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde Outubro de 2009). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Império Chola

Dinastia Chola medieval • Cholas • Xolas • சோழப் பேரரசு

c. 850 — 1279 
Twin fish flag of Pandyas.svg
Rajendra map new-pt.svg
Mapa do Império Chola e dos territórios sob a sua influência c.1030 d.C.
Região Sul da Índia
Capitais
Países atuais  Índia
Maldivas
Sri Lanka

Língua oficial tâmil
Religião hinduísmo, sobretudo xivaísmo

Forma de governo monarquia
Rei ou Imperador
•  c. 850—870   Vijayalaya Chola
(1.º do império medieval)
•  1246–1279   Rajendra Chola III
(último)

Período histórico Idade Média
•  c. 300 a.C.300 d.C.   Primeiras dinastia Chola
•  c. 850   Fundação
•  c. 1030   Apogeu
•  1070   Império Chola Tardio
•  1279   Anexação pelo Império Pandia

O Império Chola ou dinastia Chola (em tâmil: சோழப் பேரரசு) foi um império indiano que existiu nos séculos IX e XII. Tâmil, seu centro de poder localizava-se no sul do subcontinente. Seu ápice ocorreu entre os séculos X e XII, quando controlou um território que incluía o sul do subcontinente, as ilhas Maldivas e parte do Ceilão, chegando em certo momento até o rio Ganges, ao norte, e ao arquipélago malaio, além de certos locais ao longo do golfo de Bengala. Enquanto os cholas dominavam o sul, ao norte três reinos disputavam a supremacia: o Império Pratiara, no atual Rajastão, o Império Pala, nos atuais Biar e Bengala, e o Império Rastracuta, no Decão.

A dinastia teve origem no vale fértil do rio Kaveri. Karikala Chola foi o mais famoso entre os reis do período inicial da dinastia Chola, enquanto Rajaraja Chola, Rajendra Chola e Kulothunga Chola se tornaram imperadores famosos no período medieval. A dinastia Chola atingiu o auge durante os séculos X e XII. Sob governo de Rajaraja Chola I (Rajaraja, o Grande) e do seu filho Rajendra Chola, a dinastia conseguiu um grande desenvolvimento militar, económico e cultural na Ásia. O território expandiu-se das ilhas Maldivas no sul até aos limites do rio Ganges, no norte de Bengala. Rajaraja Chola conquistou o sul da Índia, anexou partes do Sri Lanka e ocupou as Maldivas. Rajendra Chola também fez incursões contra os reinos localizados no arquipélago malaio. O poder da dinastia Chola diminuiu em torno do século XIV com o surgimento dos Pandyas e dos Hoysala. Os Cholas deixaram para trás uma herança que hoje se reflete na região. A proteção que era dada à literatura e o seu zelo na construção dos templos levaram à criação de grandes obras de arquitetura e ao desenvolvimento da poesia tamil. Os reis de Chola eram ávidos construtores e a presença de templos em seus reinos não só obedeceu a lugares de culto, mas também a centros de atividade económica, beneficiando a comunidade em geral. Começaram uma forma centralizada de governo e estabeleceram uma burocracia disciplinada.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Estado extinto, integrado ao Projeto Estados Extintos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
Ícone de esboço Este artigo sobre a Índia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.