Campeonato Catarinense de Futebol de 2009

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
LXXXIV Campeonato Catarinense – Divisão Principal
Catarinense 2009
Dados
Participantes 10
Organização FCF
Local de disputa  Santa Catarina
Período 17 de janeiro3 de maio
Gol(o)s 328
Jogos 104
Média 3,15 gol(o)s por partida
Campeão Florianópolis Avaí (14º título)
Vice-campeão Flag of Chapecó.svg Chapecoense
Melhor marcador Bruno Cazarine (Chapecoense) – 17 gols
Público 384 296
Média 3 695,2 pessoas por partida
Outras divisões
Divisão Especial CFZ Imbituba
Divisão de Acesso XV de Outubro
Premiações
Melhor jogador
(FCF)
Marquinhos (Avaí)
Melhor treinador Mauro Ovelha (Chapecoense)
Melhor árbitro José Nazareno Marcelino
◄◄ Santa Catarina Catarinense 2008 Soccerball.svg Catarinense 2010 Santa Catarina ►►

O Campeonato Catarinense de Futebol de 2009 foi a 84ª edição do principal torneio catarinense entre clubes. Como na edição anterior, foi disputada em três divisões: a principal, a especial, e a de acesso, correspondendo, respectivamente, à primeira, segunda e terceira divisões. Começou em fevereiro e terminou entre final de abril e o começo de maio.

Divisão Principal[editar | editar código-fonte]

A Divisão Principal de 2009 contará com a participação dos 10 clubes. A FCF, após reuniões com os clubes catarinenses em 2008 decidiu diminuir o número de participantes do torneio para 10 em 2009, aumentando o número de rebaixados de 2 para 3 e diminuindo o número de assenções para 1.

Equipes Participantes[editar | editar código-fonte]

Equipe Município Em 2008 Estádio Títulos
Atlético Ibirama Baixada ---
Atlético Tubarão Domingos Gonzales ---
Avaí Florianópolis Ressacada 14 títulos(2010*)
Brusque Brusque 12º, 1º (Especial) Augusto Bauer 1992
Chapecoense Chapecó Índio Condá 1977, 1996 e 2007
Criciúma Criciúma Heriberto Hülse 9 títulos
Figueirense Florianópolis Orlando Scarpelli 15 Títulos
Joinville Joinville Arena Joinville 12 Títulos
Marcílio Dias Itajaí Hercílio Luz 1963
Metropolitano Blumenau Monumental do Sesi ---

Regulamento[editar | editar código-fonte]

Fórmula de Disputa[editar | editar código-fonte]

O campeonato foi dividido em quatro fases distintas:

  • Turno: As 10 equipes jogaram entre si todas contra todas apenas as partidas de ida. O clube que apresentou a maior pontuação ao final de 9 rodadas foi declarado Campeão do Turno e se classificou ao Quadrangular.
  • Returno: Idêntico ao Turno, mas com os jogos de volta.
  • Quadrangular: Juntaram-se aos campeões dos turnos as duas equipes com as maiores pontuações na soma das duas fases anteriores. Se o campeão do Turno foi o mesmo do Returno, o clube com a terceira maior pontuação. Nessa fase os quatro classificados jogaram todos contra todos, no sistema de pontos corridos. As duas equipes que mais pontuaram nessa fase foram classificadas para a Final do Campeonato.
  • Final: Nesta fase os dois clubes jogaram partidas de ida e volta e aquele que apresentou mais pontos na fase final, independente do saldo de gols, foi declarado Campeão Catarinense de 2010, se houve empate de pontos, o segundo jogo teve uma prorrogação de 30 minutos com o placar zerado e se esta não resolveu, o mandante do segundo jogo (aquele que apresentou maior pontuação nas 3 fases anteriores) foi considerado vencedor.

Observação: Ao início de cada fase, a pontuação de todas as equipes é zerada, a exceção se dá no Quadrangular, visto que os vencedores de cada turno iniciam esse período com um ponto (se o campeão do turno foi o mesmo do returno, este inicia com 2 pontos).

Classificação Final[editar | editar código-fonte]

A Classificação foi definida conforme as fases. O Campeão foi o vencedor da Final e o Vice-Campeão o perdedor da mesma. O terceiro e o quarto colocado foram, respectivamente, o terceiro e o quarto colocado do Quadrangular. As colocações seguintes foram definidas de acordo com a pontuação nas duas fases iniciais.

O campeão foi classificado para a Série D do campeonato brasileiro de 2009, se este já estava classificado para as séries A, B, C ou D o vice-campeão classificou-se, caso este também já estava, a vaga seria repassada para o 3º colocado e assim por diante. O campeão e o vice-campeão foram classificados para a Copa do Brasil de 2010, caso um destes esteja classificado à Libertadores de 2010, a vaga foi repassada para o colocado seguinte e assim sucessivamente. Os dois últimos colocados foram rebaixados para a Divisão Especial do Campeonato Catarinense de 2010.

Critérios de Desempate[editar | editar código-fonte]

  • Maior número de vitórias;
  • Maior saldo de gols;
  • Maior número de gols pró;
  • Confronto direto, somente no caso de empate entre duas equipes;
  • Menor número de cartões vermelhos recebidos;
  • Menor número de cartões amarelos recebidos;
  • Sorteio.

Primeira Fase[editar | editar código-fonte]

Turno[editar | editar código-fonte]

Classificação
Time PG J V E D GP GC SG AP%
1 Criciúma 19 9 6 1 2 24 16 +8 70,3
2 Atlético de Ibirama 18 9 5 3 1 16 9 +7 66,6
3 Joinville 16 9 5 1 3 16 9 +7 59,2
4 Brusque 15 9 4 3 2 13 10 +3 55,5
5 Chapecoense 13 9 4 1 4 19 16 +3 48,1
6 Avaí 13 9 3 4 2 12 11 +1 48,1
7 Figueirense 12 9 3 3 3 11 12 -1 44,4
8 Marcílio Dias 10 9 3 1 3 9 13 -4 37,0
9 Atlético Tubarão 4 9 1 1 7 8 24 -16 14,8
10 Metropolitano 4 9 0 4 5 8 16 -8 14,8
PG - pontos ganhos; J - jogos; V - vitórias; E - empates; D - derrotas;
GP - gols pró; GC - gols contra; SG - saldo de gols;
AP - aproveitamento em porcentagem
Classificação ao quadrangular, com 1 ponto de bonificação.

Returno[editar | editar código-fonte]

Classificação
Time PG J V E D GP GC SG AP%
1 Avaí 22 9 7 1 1 19 9 +10 81,4
2 Chapecoense 20 9 6 2 1 20 8 +12 74
3 Metropolitano 17 9 5 2 2 20 10 +10 62,9
4 Joinville 17 9 5 1 3 19 12 +7 62,9
5 Figueirense 15 9 4 3 2 16 15 +1 55,5
6 Atlético de Ibirama 9 9 2 3 4 8 16 -8 33,3
7 Brusque 10 9 2 4 3 14 15 -1 37
8 Marcílio Dias 8 9 2 2 5 12 19 -7 29,6
9 Criciúma 7 9 2 1 6 21 24 -3 25,9
10 Atlético Tubarão 1 9 0 1 8 4 24 -20 3,7
PG - pontos ganhos; J - jogos; V - vitórias; E - empates; D - derrotas;
GP - gols pró; GC - gols contra; SG - saldo de gols;
AP - aproveitamento em porcentagem
Classificação ao quadrangular, com 1 ponto de bonificação.

Classificação Geral[editar | editar código-fonte]

Classificação
Time PG J V E D GP GC SG AP%
1 Avaí 35 18 10 5 3 30 20 +10 64,8
2 Chapecoense 33 18 10 3 5 39 24 +15 61,1
3 Joinville 32 18 10 2 6 35 21 +14 59,3
4 Figueirense 27 18 7 6 5 27 27 0 50,0
5 Atlético de Ibirama 27 18 7 6 5 24 25 -1 50,0
6 Criciúma 26 18 8 2 8 45 40 +5 46,6
7 Brusque 25 18 6 7 5 27 25 +2 46,2
8 Metropolitano 21 18 5 6 7 28 26 +2 38,8
9 Marcílio Dias 18 18 5 3 10 21 32 -11 33,3
10 Atlético Tubarão 5 18 1 2 15 12 48 -36 9,2
PG - pontos ganhos; J - jogos; V - vitórias; E - empates; D - derrotas;
GP - gols pró; GC - gols contra; SG - saldo de gols;
AP - aproveitamento em porcentagem
Classificação ao quadrangular por ser campeão de um dos Turnos
Classificação ao quadrangular índice Técnico.
Rebaixamento à Divisão Especial de 2010.

Quadrangular Semifinal[editar | editar código-fonte]

Classificação
Time PG J V E D GP GC SG AP% PB
1 Avaí 11 6 3 1 2 9 7 +2 55,5 +1
2 Chapecoense 11 6 3 2 1 6 5 +1 61,1 0
3 Joinville 10 6 3 1 2 8 7 +1 61,1 0
4 Criciúma 3 6 0 2 4 6 10 -4 11,1 +1
PG - pontos ganhos; J - jogos; V - vitórias; E - empates; D - derrotas;
GP - gols pró; GC - gols contra; SG - saldo de gols;
AP - aproveitamento em porcentagem; PB - Pontos de Bonifação
Classificação à Final.

Final[editar | editar código-fonte]

O Avaí teve a segunda partida jogada em casa, por melhor desempenho em todo o campeonato.

Campeão Vice-Campeão Jogo 1 Jogo 2 Prorrogação
Avaí Chapecoense 1x3 3x1 3x0

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre futebol brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.