Grazia Deledda

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Grazia Cosima Deledda Medalha Nobel
Nascimento 27 de setembro de 1871
Nuoro
Morte 15 de agosto de 1936 (64 anos)
Roma

Grazia Cosima Deledda (Nuoro, 27 de setembro de 1871Roma, 15 de agosto de 1936) foi uma escritora e poeta sarda e a quinta filha entre sete filhos e filhas de Giovanni Antonio Deledda e Francesca Cambosu.

Recebeu o Nobel de Literatura de 1926 pela obra Canne al vento (Caniços ao vento), o qual narra as crises existenciais e fragilidades humana das suas personagens, bem como descreve em detalhes e com um realismo claro os costumes e lendas da sociedade agro pastoril da sua amada ilha da Sardenha. Este romance é ambientado na pequena comuna de Galtelli, região de Nuoro, a qual conserva um belo centro histórico e belas paisagens que inspiraram a autora na escrita de sua obra-prima.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Precedido por
George Bernard Shaw
Nobel de Literatura
1926
Sucedido por
Henri Bergson


Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.