Língua masaba

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Masaba
 (Lumasaba)
Falado em: Uganda Uganda
Total de falantes: 750,000
Família: Nigero-congolesa
 Atlântico-Congo
  Volta-Congo
   Benue-Congo
    Bantóide
     Meridional
      Bantu
       Central
        J
         Masaba-Luyia (J.30)
          Masaba
Códigos de língua
ISO 639-1: --
ISO 639-2: bnt
ISO 639-3: myx


Masaba, (lumasaaba) às vezes chamada de lugisu em um de seus dialetos, é uma língua bantu falada por aproximadamente 750,000 pessoas no leste de Uganda Uganda na região administrativa de Bugisu, fronteira com o Quênia. Essa língua é mutuamente inteligível com o bukusu, falado no oeste do Kenya. Seus falantes, antigamente conhecidos como bagisu, preferem ser chamados de bamasaba. Masaba é o nome local do Monte Elgon. Assim como outras línguas bantus, o masaba possui possui um grande número de prefixos usados como substantivos. É bastante similar ao modo como o gênero gramatical é usado em muitas línguas germânicas e românicas, exceto pelo fato de que ao invés de dois ou três, há dezoito classes substantivas, a maioria deles apenas definidos geralmente. É uma língua tonal, e possui uma complexa morfologia verbal.

Sons[editar | editar código-fonte]

Consonantes[editar | editar código-fonte]

Bilabial Labio-
dental
Alveolar Palatal Velar
Plosiva p b t d k g
Nasal m n ŋ
Fricativas β f s z
Aproximante j
Lateral l

Vogais[editar | editar código-fonte]

O masaba possui cinco vogais /i, e, a, o, u/.

Referencias[editar | editar código-fonte]

  • Brown, Gillian (1972) Phonological Rules and Dialectal Variation: A study of the phonology of Lumasaaba ISBN 0-521-08485-7

Ligações externas[editar | editar código-fonte]