Língua suázi

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Suázi (SiSwati)
Falado em: Suazilândia Suazilândia
África do Sul África do Sul
Lesoto Lesoto
Moçambique Moçambique
Total de falantes: 1 706 924 (Ethnologue)
Família: Atlântico-congolesa
 Benue-congolesa
  Bantóide
   Meridional
    Banta
     Central
      Meridional
       Nguni
        Tekela
         Suázi
Estatuto oficial
Língua oficial de: Suazilândia Suazilândia
África do Sul África do Sul
Regulado por: sem regulação oficial
Códigos de língua
ISO 639-1: ss
ISO 639-2: ssw
ISO 639-3: ssw

O suázi[1] ou suazi[2] (SiSwati) é uma língua banta do grupo nguni, falada na Suazilândia (eSwatini) e na África do Sul (eSikhwahlande / eNingizimu Afrika). O número de falantes é estimado em torno de 1,5 milhões de pessoas, e o idioma é lecionado em escolas tanto da Suazilândia em si como nas regiões de Mpumalanga e KaNgwane na África do Sul. O suázi é, juntamente com o inglês, a língua oficial da Suazilândia, e uma das onze línguas oficiais da África do Sul.

A forma Swazi, que deu origem ao português "suázi", vem de isiSwazi, nome do idioma em zulu - língua falada por muitos dos falantes nativos do suázi. O idioma tem forte parentesco com o phuthi (outra das principais línguas nguni 'tekela'), falada no sul do Lesoto e no norte da província sul-africana do Cabo Oriental. O suázi também é parente das línguas nguni 'zunda', como o zulu (falado nas fronteiras linguísticas imediatamente adjacentes), o ndebele (falado a oeste e no norte do Zimbábue) e o xhosa (falado no sul do Lesoto e nas províncias sul-africanas do Cabo Oriental e Ocidental).

Dialetos[editar | editar código-fonte]

O suázi é falado na Suazilândia e são quatro os dialetos, correspondendo às quatro regiões administrativas do país: Hhohho, Lubombo, Manzini, Shiselweni.

O suázi tem pelo menos duas grandes variantes: o padrão, variante principal, falada principalmente no norte, centro e sudoeste do país; e a outra, menos prestigiada, falada no resto do país.

No extremo Sul, especialmente nas cidades como Nhlangano e Hlathikhulu, a variante é muito influenciada pelo zulu. Muitos Suazis, dentre os quais os que falam tal variante, não a consideram como propriamente o suázi, considerando-a como o segundo dialeto do país. Um significativo número de falantes do suázi na África do Sul, principalmente na província Mpumalanga e no Soweto) são tidos, pelos falantes do suázi da Suazilândia como falantes não-padrão do suázi.

Ao contrário da variante do sul da Suazilândia, a variante Mpumalanga é menos influenciada pelo idioma zulu, sendo assim mais próxima do suázi padrão. Porém, essa variante Mpumalanga se distingue por diferente entonação e ainda pelo padrão dos tons. Os padrões de entonação do suázi Mpumalanga são considerados como dissonantes para os suázis. Essa variante sul-africana é tida como bem influenciada por outras línguas da África do sul faladas em áreas próximas ao povo Suazi.

Uma característica do dialeto mais prestigiado do suázi (falado no norte e centro da Suazilândia) é o estilo nobre de enunciação lenta, bastante enfática, que é considerado de forma anedótica como muito "melífluo" aos ouvidos.

Alfabeto[editar | editar código-fonte]

O suázi utiliza o alfabeto latino com suas 5 vogais e 19 consoantes padrão e mais 22 conjuntos consonantais: bh, ch, dl, dv, dz, gc, hh, hl, kh, kl, mb, nc, nch, ng, ngc, ph, sh, tf, th, tj, ts, zh.

Gramática[editar | editar código-fonte]

Substantivos[editar | editar código-fonte]

O substantivo do suázi (libito) consiste em duas partes essenciais, o prefixo (sicalo) e o tema (umsuka). Usando prefixos, os substantivos podem ser agrupados em classes de substantivos, que são numeradas consecutivamente, de modo comparável ao de outras Línguas bantas.

A tabela a seguir apresenta uma vista geral dos substantivos suázis, com seus plurais:

Classe Singular Plural
1/2 um(u)-¹ ba-, be-
1a/2b Ø- bo-
3/4 um(u)-¹ imi-
5/6 li- ema-
7/8 s(i)-² t(i)-²
9/10 iN-3 tiN-3
11/10 lu-, lw-
14 bu-, b-, tj-
15 ku-

¹ umu- substitui um- antes de temas monossilábicos, Ex.:. umuntfu (pessoa).

² s- e t- substituem si- e ti- respectivamente antes de temas que começam com vogal, Ex.:g. sandla/tandla (mão/mãos).

3 O símbolo N nos prefixos iN- e tiN- marca o lugar de m, n ou não representa letra nenhuma.

Amostra de texto[editar | editar código-fonte]

Bonkhe bantfu batalwa bakhululekile balingana ngalokufananako ngesitfunti nangemalungelo. Baphiwe ingcondvo nekucondza kanye nanembeza ngakoke bafanele batiphatse nekutsi baphatse nalabanye ngemoya webuzalwane.

Notas e referências

  1. Única forma registrada na língua portuguesa pelo dicionário Houaiss.
  2. Única forma registrada na língua portuguesa pelo dicionário Aurélio.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Softwares[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre linguística ou um linguista é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.