Luís de Bourbon (1729-1765)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo não cita fontes fiáveis e independentes. (desde Janeiro de 2013). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Luís Fernando
Delfim de França
Cônjuge Maria Josefa de Saxônia
Descendência
Maria Zerafina
Luís José Xavier
Xavier Maria José
Luís XVI de França
Luís XVIII de França
Carlos X de França
Clotilde de França
Isabel de França
Nome completo
Luís Fernando de França, delfim de França
Casa Bourbon
Pai Luís XV de França
Mãe Maria Leszczyńska
Nascimento 4 de setembro de 1729
Palácio de Versalhes, França
Morte 20 de dezembro de 1765 (36 anos)
Fontainebleau, França
Enterro Catedral de Saint-Étienne, Sens, França

Luís Fernando de França, delfim de França, (Palácio de Versalles; 4 de setembro de 1729 - Fontainebleau; 20 de dezembro de 1765), filho da França, primeiro filho e terceira criança de Luís XV, rei de França, e de sua esposa Maria Leszczynska, rainha de França.

Biografia[editar | editar código-fonte]

O nascimento de um herdeiro ao trono havia sido muito esperado, desde a trágica mortalidade da familia real Francesa, a princípios de 1710. Quando a terceira gravidez de Maria Leszczynska teve por resultado um filho, houve um grande regozijo e comemorações com fogos de artifício em todas as grandes cidades da França. Pela primeira vez em 15 anos, o futuro da dinastia parecia assegurado. Seu nascimento privou seu tio-avô Felipe V de Espanha de sua posição como presuntivo herdeiro ao trono de França.

Luís se casou em 23 de fevereiro de 1745 no Palácio de Versalles com sua prima, a Infanta Maria Teresa de Espanha (1726-1746) (décima filha de Felipe V) que lhe deu uma filha, (morta aos 21 meses), Maria Teresa morreu três dias depois do parto.

Voltou a casar-se em 9 de fevereiro de 1747 em Versalles com a Princesa Maria Josefa de Saxônia (1731-1767) que lhe deu oito filhos dos quais cinco sobreviveram até a idade adulta.

Seu pai nunca teve boas relações com ele. Luís XV levava uma vida que não combinava com o Delfim, e que os manteve afastados por muito tempo. No entanto, o Delfim, acompanhou a seu pai na batalha de Fontenoy (1745) na qual deu mostras de sua valentia. A partir de 1757 (atentado de Damiens contra seu pai) Luís foi incentivado a participar das sessões do conselho real, e nelas chamou a atenção por suas posições conservadoras. Luís era um homem forte, piedoso, unido ao partido devoto que condenava a politica e a vida do rei.

Luís morreu aos trinta e seis anos de idade de tuberculose em Fontainebleau no ano de 1765; oito anos antes que seu pai e três antes que sua mãe.

O Delfim Luís foi enterrado na Catedral de Saint-Étienne, em Sens. Seu corpo foi profanado em março de 1794 pelos revolucionários que o enterraram em uma fossa comum da cidade. Graças a testemunhos, o seu corpo pôde ser encontrado, sendo levado novamente a catedral em 8 de dezembro de 1814.

Casamentos e descendência[editar | editar código-fonte]

Luís se casou em 9 de fevereiro de 1747 em Versailles com a princesa Maria Josefa de Saxônia (1731-1767) que lhe deu oito filhos dos quais só cinco sobreviveram a idade adulta:

  1. Maria Zefarina de França (26 de Agosto de 1750 – 1 de Setembro de 1755), morreu aos cinco anos de idade após um ataque de convulsões.
  2. Luís, Duque de Burgundy (13 de Setembro de 1751 – 22 de Março de 1761), morreu aos nove anos de idade devido a um tumor causado pela queda de um cavalo de madeira.
  3. Xavier, Duque de Aquitaine (8 de Setembro de 1753 – 22 de Fevereiro de 1754), morreu aos seis meses de idade após um ataque de convulsões.
  4. Luís XVI de França (23 de Agosto de 1754 – 21 de Janeiro de 1793), casado com a arquiduquesa Maria Antonieta da Áustria; com descendência.
  5. Luís XVIII de França (17 de Novembro de 1755 – 16 de Setembro de 1824), casado com a princesa Maria Josefina de Saboia; sem descendência.
  6. Carlos X de França (9 de Outubro de 1757 – 6 de Novembro de 1836), casado com a princesa Maria Teresa da Sardenha; com descendência.
  7. Clotilde de França (23 de Setembro de 1759 – 7 de Março de 1802), casada com o rei Carlos Emanuel IV da Sardenha; sem descendência.
  8. Isabel de França (3 de Maio de 1764 – 10 de Maio de 1794), executada durante a Revolução Francesa; sem descendência.