Maarten Schmidt

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Maarten Schmidt
Astronomia
Nacionalidade Países Baixos Neerlandês
Nascimento 28 de dezembro de 1929 (84 anos)
Local Groningen
Atividade
Campo(s) Astronomia
Instituições Instituto de Tecnologia da Califórnia
Alma mater Observatório de Leiden
Prêmio(s) Prêmio Rumford (1968), Medalha de Ouro da RAS (1980), Medalha James Craig Watson (1991), Medalha Bruce (1992), Prêmio Kavli (2008)

Maarten Schmidt (Groningen, 28 de dezembro de 1929) é um astrônomo neerlandês.

É conhecido por ter determinado a distância dos quasares.

Nascido em Groningen,[1] foi discípulo de Jan Hendrik Oort. Obteve o Ph.D. no Observatório de Leiden em 1956.

Em 1959 imigrou para os Estados Unidos, indo para o Instituto de Tecnologia da Califórnia. No início trabalhou com teorias sobre a distribuição de massa e dinâmica de galáxias. Particularmente notável neste período foi sua formulação do que é atualmente conhecido como lei de Schmidt, relacionando a densidade do meio interestelar com a taxa de formação estelar.[2] [3] Começou depois a estudar o espectro de luz de fontes de rádio. Em 1963, usando o famoso telescópio refletor do Observatório Palomar, identificou o objeto visível correspondente a estas fontes de rádio, conhecido como 3C 273, estudando seu espectro. Embora sua aparência estelar sugeria que estivesse relativamente próximo, o espectro do 3C 273 provou estar então com o alto desvio para o vermelho de 0,158, mostrando que estava muito além da Via Láctea, possuindo extraordinária luminosidade. Schmidt denominou o 3C 273 como objeto quasi-estelar (em inglês: "quasi-stellar") ou quasar. Desde então milhares de quasares foram identificados.

Honrarias[editar | editar código-fonte]

Prêmios

Levam seu nome

Referências

  1. (Janeiro de 1969) "The Rumford Prize". Bulletin of the American Academy of Arts and Sciences 22 (3): 8–9 pp.. American Academy of Arts & Sciences.
  2. Schmidt, Maarten. (1959). "The Rate of Star Formation". The Astrophysical Journal 129: 243 pp.. DOI:10.1086/146614. Bibcode1959ApJ...129..243S.
  3. Kennicutt, Robert C.. (1998). "The global Schmidt law in star-forming galaxies". The Astrophysical Journal 498 (2): 541 pp.. DOI:10.1086/305588. Bibcode1998ApJ...498..541K.
  4. Capa da Time de 11 de março de 1966, Maarten Schmidt (em inglês)

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Precedido por
Leon Knopoff e Charles Gorrie Wynne
Medalha de Ouro da Royal Astronomical Society
1980
com Chaim Leib Pekeris
Sucedido por
James Freeman Gilbert e Bernard Lovell


Ícone de esboço Este artigo sobre um astrônomo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.