Anton Pannekoek

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Anton Pannekoek
Filosofia do século XX
Nome completo Antonie Pannekoek
Escola/Tradição: Marxismo
Data de nascimento: 2 de janeiro de 1873
* Local: Vaassen, Países Baixos
Data de falecimento 28 de abril de 1960 (87 anos)
* Local: Wageningen, Países Baixos
Principais interesses: astronomia, filosofia
Influenciado por: Karl Marx, Lênin, Rosa Luxemburgo
Influências: Herman Gorter
Portal Filosofia

Antonie Pannekoek (Vaassen, 2 de janeiro de 1873Wageningen, 28 de abril de 1960) foi um astrônomo e teórico marxista neerlandês.

Vida[editar | editar código-fonte]

Já no início do século XX era um renomado astrônomo. Ele iniciou sua militância política na social-democracia neerlandesa e sempre manteve contato com a social-democracia alemã.

Escreveu em vários periódicos social-democratas onde ministrou cursos diversos relacionado aos seus estudos. Na Alemanha, suas teorias exerceram bastante influência política. E, com o desenvolvimento cada vez mais conservador da social-democracia, ele se alia às tendências mais radicais do movimento socialista mundial (Lênin, Rosa Luxemburgo) e forma um grupo oposicionista nos Países Baixos, juntamente com o poeta e militante Herman Gorter.

Com o desenvolvimento da Revolução Russa, Pannekoek irá romper também com o leninismo e, junto com grupos em outros países, irá se opor tanto à social-democracia como também ao bolchevismo. A Social-democracia era vista como uma tendência burguesa que já não tinha mais nada a ver com o marxismo, e o bolchevismo também possuía um caráter semi-burguês, tal como se vê na filosofia de Lênin, inspirada no materialismo burguês e mecanicista do século XVIII.

Na década de 1920, na Alemanha, as lutas dos trabalhadores repetem a formação dos conselhos operários e os partidos políticos de esquerda acabam se colocando contra tais conselhos, o que provoca uma evolução de Pannekoek, Gorter, Otto Rühlee Karl Korsch entre outros nos Países Baixos. Na Alemanha, no sentido de realizar uma crítica dos partidos políticos e dos sindicatos, vendo nos conselhos operários o embrião da futura sociedade comunista, bem como sua forma de auto-organização emancipadora no período revolucionário.

Assim, Pannekoek se torna o teórico dos conselhos operários e um dos principais representantes do chamado comunismo de conselhos. A visão de Pannekoek da Revolução Russa é a de que, ela se caracteriza por ser uma - contra-revolução burocrática - que criou um regime denominado por ele como capitalismo de estado. A tese básica de Pannekoek é retomada de Marx: "A emancipação dos trabalhadores é obra dos próprios trabalhadores" e os conselhos operários são os órgãos do processo revolucionário e da nova sociedade fundada na autogestão.

Principais Obras[editar | editar código-fonte]

  • A Revolução Mundial e a Tática Comunista
  • Os Conselhos Operários
  • Lênin Filósofo
  • As Divergências Táticas no Seio do Movimento Operário
  • História da Astronomia

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Precedido por
Joel Stebbins
Medalha de Ouro da Royal Astronomical Society
1951
Sucedido por
John Jackson