Mike Tyson

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Michael Gerard "Mike" Tyson Boxing pictogram.svg
Informações pessoais
Apelido Iron Mike
The Baddest Man on the Planet
Kid Dynamite
Categoria Peso-Pesado
Nacionalidade Estados Unidos Estadunidense
Data de nascimento 30 de junho de 1966 (47 anos)
Cidade natal Catskill, Nova Iorque
Estilo Ortodoxo
Altura 1,78
Cartel
Lutas 59
Vitórias 51
Vitórias por nocaute 44
Derrotas 6
Empates 0
Desistências 2

Michael Gerard Tyson (Nova Iorque, 30 de Junho de 1966), mais conhecido por Mike Tyson ou Malik Abdul Aziz, é um ex-pugilista (boxeador) estadunidense. Considerado por muitos como um dos maiores lutadores de boxe de todos os tempos.

Particularidades[editar | editar código-fonte]

Mike Tyson teve um desenvolvimento físico precoce. Aos 12 anos pesava mais de 80 kg, com musculatura bem avantajada para um garoto; aos 15, já era um peso pesado veloz e nocauteador; aos 18, nem mesmo seu treinador ficava de pé; aos 20 anos, tornou-se campeão mundial, o mais jovem peso pesado a conseguir este feito. Obviamente haveria consequências para tamanha performance num período tão curto de tempo. Assim, quando Tyson completou 30 anos, já era possível perceber que precocemente também estava perdendo seu vigor físico, a devastadora temporada de nocautes e títulos mundiais chegava ao fim para Mike Tyson.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Mike Tyson teve uma infância difícil depois de o pai abandonar o lar quando ele tinha apenas dois anos. A sua juventude ficou marcada pelo STIB e foi internado aos 11 anos, em um reformatório para jovens delinquentes, onde se iniciou no boxe, motivado pelo director da instituição, que era um antigo pugilista. Aos treze anos foi descoberto pelo treinador Cus D'Amato que passou a ser o responsável pela sua carreira. No entanto, no ano seguinte, Mike Tyson passou a ser orientado por Jan Vojik, ele foi campeão mundial olímpico dos pesos medios aos 14 anos de idade.

Em 1981, com 15 anos, tornou-se campeão juvenil de boxe dos Estados Unidos da América para, no ano seguinte alcançar o título mundial do mesmo escalão etário. Em 1983 zangou-se com Atlas e voltou a trabalhar com Cus D'Amato e foi sob a orientação deste, que em 1985, deu-se a sua passagem para o boxe profissional. Logo no primeiro ano ganhou os 15 combates em que participou, 11 deles por K.O. (knock-out) no primeiro round.

Em 1986 um mês depois de Cus D'Amato falecer, Tyson impôs-se definitivamente como campeão e ficou conhecido em todo o mundo. A mais importante das 13 vitórias do ano aconteceu a 22 de Novembro quando, ao derrotar Trevor Berbick, conquistou o título mundial de pesos pesados do Conselho Mundial de Boxe (WBC). Com 20 anos, foi o mais jovem pugilista a alcançar esse feito.

No ano seguinte, conquistou também os títulos mundiais da Federação Internacional de Boxe e da Associação Mundial de Boxe e em 1988 venceu três combates contra pugilistas de renome. Todos por K.O. antes do quarto assalto.

Ainda em 1988 casou com a atriz e modelo Robin Givens que, no ano posterior, pediu o divórcio. Em um programa de televisão, alegou que Tyson era, em suas palavras, maníaco-depressivo. Estes problemas afetaram a carreira do pugilista, que só combateu por duas vezes em 1989, embora tenha vencido os dois desafios. O mau momento ficou confirmado em 1990 quando, a 11 de Fevereiro, foi batido no Japão por Buster Douglas com o K.O. ao décimo assalto, perdendo os seus três títulos mundiais.

Em 1990 e 1991 venceu os quatro combates em que participou e, entretanto, desafiou para um combate o novo campeão mundial Evander Holyfield, também norte-americano.

Em Julho de 1991 fez parte do júri do concurso Miss América, mas acabou acusado de violação por uma das participantes. Enquanto aguardava o julgamento continuou a treinar, mas lesionou-se e teve de adiar o combate com Holyfield.

Em Março de 1992 Mike Tyson foi condenado a seis anos de prisão, mas devido ao bom comportamento só cumpriu metade da pena. Saiu da prisão em Março de 1995 e cinco meses depois voltou a combater, exatamente no dia 19 de agosto de 1995 no MGM Grand Garden, para derrotar um desconhecido pugilista irlandês Peter McNeeley, auto-apelidado de O Furacão Irlandês aos 89 segundos do primeiro assalto. Pela vitória Tyson recebeu 25 milhões de dólares, e McNeeley levou 700 mil dólares.

Em 1996 voltou a combater e a vencer, o que o levou a desafiar de novo Holyfield. A 9 de Novembro desse ano o combate teve lugar e Holyfield ganhou, mas Tyson pediu logo a desforra. Os dois pugilistas voltaram a encontrar-se em 28 de Junho de 1997 para o que chegou a ser chamado de combate do século. Mas, a 40 segundos do final do terceiro round deu-se o inesperado: Tyson mordeu a orelha de Holyfield, o que levou à interrupção do combate. Reatado o duelo, Tyson voltou a morder a orelha do oponente e acabou por ser desclassificado, ele afirmou que só fez aquilo em resposta a repetidas cabeçadas que vinha recebendo de Holyfield (no primeiro confronto entre os dois Mike também havia reclamado sobre as cabeçadas de Holyfield), gerando uma luta no ringue entre as equipes de apoio dos dois pugilistas. Tyson perdeu o combate e foi banido por um ano da competição. Após cumprido o castigo o pugilista nova-iorquino voltou a combater e a vencer, mas já muito longe da melhor forma, Mike Tyson se tornou vegetariano[1] .

Wrestling Profissional[editar | editar código-fonte]

Em 12 de janeiro de 2010, em edição da RAW, show de wrestling profissional norte-americano, Mike Tyson foi escolhido como apresentador convidado e participante do evento principal na noite: Uma luta com Chris Jericho contra D-Generation X.[2] [3]

No meio da luta Hornswoggle invade a luta e Tyson faz o tag com Jericho, mas quando Jericho vai bater em Hornswoggle Mike aparece atras dele e então retira sua camisa preta e aparece uma da D-X e quando Jericho olha para tras Tyson dá um soco nele. Neste dia, durante o programa ele foi considerado um membro da DX e no final do programa, um ex-membro.

Na cultura popular[editar | editar código-fonte]

A fama de Tyson se tornou uma parte da cultura popular. Em 1995, um filme biográfico intitulado "Tyson" foi feito para televisão.[4] No Brasil foi trasmitido pelo SBT. O pugilista apareceu também em produções como Rocky Balboa e inspirou jogos de videogame, como Mike Tyson's Punch-Out!! para o NES, Mike Tyson Boxing para o PlayStation e Game Boy Advance e Mike Tyson Heavyweight Boxing para o PlayStation 2 e Xbox. Em 2009 apareceu no filme "The Hangover" e em 2011 em The Hangover II, interpretando ele próprio, Mike Tyson. Tambem é um dos principais pugilistas do jogo Fight Night Round 4 e Fight Night Champion para Xbox 360 e para Playstation 3.

Tyson também fora muito parodiado por seu comportamento selvagem: The Simpsons apresentou um boxeador chamado Drederick Tatum que satirizava Tyson. A série de jogos Street Fighter possui um boxeador americano chamado no original japonês de Mike Bison (mas alterado para Balrog no lançamento internacional para evitar processo de Tyson), o colunista da ESPN americana Bill Simmons criou a chamada "Zona Tyson", que é onde uma celebridade/atleta tem comportamento tão bizarro que qualquer notícia sobre esta é considerada verdadeira, e o filme Scary Movie 4 inclui uma citação à luta em que Tyson mordeu a orelha de Holyfield.[carece de fontes?]

Em 2009 e 2011, Tyson fez uma participação no filmes "The Hangover" e "The Hangover Part II" como ele mesmo.[5] [6]

Tragédia[editar | editar código-fonte]

Em 25 de maio de 2009 a filha de Mike Tyson, Exodus Tyson, de apenas quatro anos, sofreu um acidente doméstico fatal: ficou com o pescoço enroscado em uma corda anexa a uma esteira elétrica dentro da casa da família e chegou a ser levada viva para o Hospital St. Joseph's, em Phoenix, não resistiu aos graves ferimentos e morreu logo após atendimento médico.[7]

Processo[editar | editar código-fonte]

O fotógrafo Antonio Echevarria entrou com um processo civil contra o ex-boxeador e campeão mundial dos pesos-pesados Mike Tyson. Echevarria acusa Tyson de agredi-lo com um soco em novembro de 2009, no Aeroporto Internacional de Los Angeles, e pede nada menos que US$ 25 milhões (cerca de R$ 42 milhões ou 18,72 milhões de euros) pelos danos causados. O boxeador chegou a ser preso pela agressão, mas a promotoria de Los Angeles o liberou alegando "provas insuficientes". O fotógrafo alegou que sofreu ferimentos graves no rosto, cérebro, coluna, pescoço e outras partes do seu corpo devido ao soco do peso-pesado, além de ter sua câmera quebrada por Tyson.[carece de fontes?]

Pós Carreira e Falência[editar | editar código-fonte]

Em agosto de 2003, após vários anos de dificuldades financeiras, Tyson finalmente entrou em falência financeira. Além de todos os problemas econômicos, ele foi nomeado pela revista Ring Magazine como número 16, logo após Sonny Liston, dentre os 100 melhores boxeadores de todos os tempos.

Cartel[editar | editar código-fonte]

50 Vitórias (44 knockouts, 5 decisões, 1 desqualificações), 6 Derrotas , 0 Empates, 2 Desistências[8]
Res. Recorde Oponente Tipo Rd., Tempo Data Local
Derrota 50-6 República da Irlanda Kevin McBride TKO 6 (10), 3:00 2005-06-11 Estados Unidos Washington, DC
Derrota 50-5 Reino Unido Danny Williams KO 4 (10), 2:51 2004-07-30 Estados Unidos Louisville, KY
Vitória 50-4 Estados Unidos Clifford Etienne KO 1 (10), 0:49 2003-02-22 Estados Unidos Memphis (Tennessee), TN
Derrota 49-4 Reino Unido Lennox Lewis KO 8 (12), 2:25 2002-06-08 Estados Unidos Memphis, TN
Vitória 49-3 Dinamarca Brian Nielsen Desistência 7 (10), 3:00 2001-10-13 Dinamarca Copenhagen, Dinamarca
NC 48-3 Polónia Andrew Gołota Desistência 3 (10) 2000-10-20 Estados Unidos Auburn Hills, MI
Vitória 48-3 Estados Unidos Lou Savarese TKO 1 (10), 0:38 2000-06-24 Escócia Glasgow, Scotland
Vitória 47-3 Reino Unido Julius Francis TKO 2 (10), 1:03 2000-01-29 Inglaterra Manchester, England
NC 46-3 Estados Unidos Orlin Norris Desistência 1 (10), 3:00 1999-10-23 Estados Unidos Las Vegas, NV
Vitória 46-3 África do Sul Francois Botha KO 5 (10), 2:59 1999-01-16 Estados Unidos Las Vegas, NV
Derrota 45-3 Estados Unidos Evander Holyfield Desqualificação 3 (12) 1997-06-28 Estados Unidos Las Vegas, NV
Derrota 45-2 Estados Unidos Evander Holyfield TKO 11 (12), 0:37 1996-11-09 Estados Unidos Las Vegas, NV
Vitória 45-1 Estados Unidos Bruce Seldon TKO 1 (12), 1:49 1996-09-07 Estados Unidos Las Vegas, NV
Vitória 44-1 Reino Unido Frank Bruno TKO 3 (12), 0:50 1996-03-16 Estados Unidos Las Vegas, NV
Vitória 43-1 Estados Unidos Buster Mathis, Jr. KO 3 (12), 2:32 1995-12-16 Estados Unidos Philadelphia, Pennsylvania
Vitória 42-1 Estados Unidos Peter McNeeley Disqualification 1 (10) 1995-08-19 Estados Unidos Las Vegas, NV
Vitória 41-1 Canadá Donovan Ruddock Decision (unanimous) 12 1991-06-28 Estados Unidos Las Vegas, NV
Vitória 40-1 Canadá Donovan Ruddock TKO 7 (12), 2:22 1991-03-18 Estados Unidos Las Vegas, NV
Vitória 39-1 Reino Unido Alex Stewart KO 1 (10), 2:27 1990-12-08 Estados Unidos Atlantic City, NJ
Vitória 38-1 Estados Unidos Henry Tillman KO 1 (10), 2:47 1990-06-16 Estados Unidos Las Vegas, NV
Derrota 37-1 Estados Unidos James "Buster" Douglas KO 10 (12) 1990-02-11 Japão Tokyo, Japão
Vitória 37-0 Estados Unidos Carl Williams TKO 1 (12), 1:33 1989-07-21 Estados Unidos Atlantic City, NJ
Vitória 36-0 Reino Unido Frank Bruno TKO 5 (12), 2:55 1989-02-25 Estados Unidos Las Vegas, NV
Vitória 35-0 Estados Unidos Michael Spinks KO 1 (12), 1:31 1988-06-27 Estados Unidos Atlantic City, NJ
Vitória 34-0 Estados Unidos Tony Tubbs TKO 2 (12), 2:54 1988-03-21 Japão Tokyo, Japão
Vitória 33-0 Estados Unidos Larry Holmes TKO 4 (12), 2:55 1988-01-22 Estados UnidosAtlantic City, NJ
Vitória 32-0 Estados Unidos Tyrell Biggs TKO 7 (12), 2:59 1987-10-16 Estados Unidos Atlantic City, NJ
Vitória 31-0 Estados Unidos Tony Tucker Decision (unanimous) 12 1987-08-01 Estados Unidos} Las Vegas, NV
Vitória 30-0 Estados Unidos Pinklon Thomas TKO 6 (12), 2:00 1987-05-30 Estados Unidos Las Vegas, NV
Vitória 29-0 Estados Unidos James Smith Decision (unanimous) 12 1987-03-07 Estados Unidos Las Vegas, NV
Vitória 28-0 Jamaica Trevor Berbick TKO 2 (12), 2:35 1986-11-22 Estados Unidos Las Vegas, NV
Vitória 27-0 Estados Unidos Alonzo Ratliff KO 2 (10), 1:41 1986-09-06 Estados Unidos Las Vegas, NV
Vitória 26-0 Cuba José Ribalta TKO 10 (10), 1:23 1986-08-17 Estados Unidos Atlantic City, NJ
Vitória 25-0 Estados Unidos Marvis Frazier KO 1 (10), 0:30 1986-07-26 Estados Unidos Glens Falls, NY
Vitória 24-0 Estados Unidos Lorenzo Boyd KO 2 (10), 1:43 1986-07-11 Estados Unidos Swan Lake, NY
Vitória 23-0 Estados Unidos William Hosea KO 1 (10), 2:03 1986-06-28 Estados Unidos Troy, NY
Vitória 22-0 Estados Unidos Reggie Gross TKO 1 (10), 2:36 1986-06-13 Estados Unidos New York City, NY
Vitória 21-0 Estados Unidos Mitch Green Decisão 10 1986-05-20 Estados Unidos New York City, NY
Vitória 20-0 Estados Unidos James Tillis Decisão 10 1986-05-09 Estados Unidos Glens Falls, NY
Vitória 19-0 Estados Unidos Steve Zouski KO 3 (10), 2:39 1986-03-10 Estados Unidos Uniondale, NY
Vitória 18-0 Estados Unidos Jesse Ferguson DQ 6 (10), 1:19 1986-02-16 Estados Unidos Troy, NY
Vitória 17-0 Estados Unidos Mike Jameson TKO 5 (8), 0:46 1986-01-24 Estados Unidos Atlantic City, NJ
Vitória 16-0 Estados Unidos David Jaco TKO 1 (10), 2:16 1986-01-11 Estados Unidos Albany, NY
Vitória 15-0 Estados Unidos Mark Young KO 1, 0:50 1985-12-27 Estados Unidos Latham, NY
Vitória 14-0 Estados Unidos Sammy Scaff KO 1 (10), 1:19 1985-12-06 Estados Unidos New York City, NY
Vitória 13-0 Canadá Conroy Nelson KO 2 1985-11-22 Estados Unidos Latham, NY
Vitória 12-0 Estados Unidos Eddie Richardson KO 1, 1:17 1985-11-13 Estados Unidos Houston, TX
Vitória 11-0 Trinidad e Tobago Sterling Benjamin TKO 1, 0:54 1985-11-01 Estados Unidos Latham, NY
Vitória 10-0 Estados Unidos Robert Colay KO 1 (8), 0:37 1985-10-25 Estados Unidos Atlantic City, NJ
Vitória 9-0 Estados Unidos Donnie Long KO 1 (6), 1:28 1985-10-09 Estados Unidos Atlantic City, NJ
Vitória 8-0 Estados Unidos Michael Johnson KO 1 (6), 0:39 1985-09-05 Estados Unidos Atlantic City, NJ
Vitória 7-0 Estados Unidos Lorenzo Canady TKO 1 (6), 1:05 1985-08-15 Estados Unidos Atlantic City, NJ
Vitória 6-0 Estados Unidos Larry Sims KO 3 (6), 2:04 1985-07-19 Estados Unidos Poughkeepsie, NY
Vitória 5-0 Estados Unidos John Alderson TKO 2 (6) 1985-07-11 Estados Unidos Atlantic City, NJ
Vitória 4-0 Estados Unidos Ricardo Spain KO 1 (6), 0:39 1985-06-20 Estados Unidos Atlantic City, NJ
Vitória 3-0 Estados Unidos Don Halpin KO 4 (4) 1985-05-23 Estados Unidos Albany, NY
Vitória 2-0 Estados Unidos Trent Singleton TKO 1 (4), 0:53 1985-04-10 Estados Unidos Albany, NY
Vitória 1-0 Porto Rico Hector Mercedes TKO 1 (4), 1:47 1985-03-06 Estados Unidos Albany, NY


Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
Wikiquote Citações no Wikiquote
Wikinotícias Notícias no Wikinotícias

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Página oficial (em inglês)

Precedido por
Evander Holyfield
Lutador do Ano (Ring Magazine)
1988
Sucedido por
Pernell Whitaker
Precedido por
Trevor Berbick
Campeão Mundial dos Pesos-Pesados (CMB)
1986 - 1990
Sucedido por
Buster Douglas
Precedido por
James Smith
Campeão Mundial dos Pesos-Pesados (AMB)
1987 - 1990
Sucedido por
Buster Douglas
Precedido por
Tony Tucker
Campeão Mundial dos Pesos-Pesados (FIB)
1987 - 1990
Sucedido por
Buster Douglas
Precedido por
Frank Bruno
Campeão Mundial dos Pesos-Pesados (CMB)
1996 - 1997
Sucedido por
Lennox Lewis
Precedido por
Bruce Seldon
Campeão Mundial dos Pesos-Pesados (AMB)
1996
Sucedido por
Evander Holyfield