Os Novos 52

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

{{Info/Super-Nomes|

|imagem = The New 52.jpg
|descrição = Capa de The New 52 #1, Julho de 2011.
|nome = Os Novos 52
|Nome original = 
|publicação    = DC Comics
|primeira aparição=
|criador = Diversos Autores

Relançamento da DC Comics em 2011 ou Os Novos 52 refere-se à série de ações adotadas pela editora americana de revistas em quadrinhos DC Comics para promover o relançamento de toda a sua linha editorial, incluindo séries que vinham sendo publicadas continuadamente há mais de 70 anos, como Action Comics, Batman e Detective Comics. Numa atitude sem precedentes, a editora anunciou que todas as suas revistas passarão a adotar, a partir de Setembro de 2011, uma nova numeração, e serão disponibilizadas digitalmente na mesma data em que suas versões impressas forem lançadas.

A editora promoveu a reestilização de todos os seus personagens, alterando várias de suas caractéristicas, atraindo grande atenção da mídia especializada. Embora ainda não esteja claro que impacto tal decisão terá na continuidade das histórias, já foi revelado que certos personagens serão apresentados em versões distintas das anteriormente existentes.

Antecedentes e contexto[editar | editar código-fonte]

Em 23 de maio de 2011, o jornalista americano Rich Johnston publicou em seu site um post questionando qual seria o "grande anúncio" que o escritor Geoff Johns e o desenhista Jim Lee, ambos os responsáveis pela coordenação editorial de todas as revistas do Universo DC, fariam em 11 de junho durante a realização da convenção "Hero Complex".[1] Alegadamente ambos fariam declarações "bombásticas" que mostrariam uma nova direção para toda a editora, em especial para Superman.[2]

A partir daí, começaram as especulações. Em 31 de maio, o site de Johnston, "Bleeding Cool", publicou uma nota informando que Johns escreveria e Lee seria o desenhista de Justice League #1, uma nova revista reunindo a Liga da Justiça.[3] Também em 31 de maio[nota 1] Johnston revelaria que a editora, a partir de Setembro, relançaria todos as suas revistas, e declarou:[4]

Cquote1.svg E com esses novos números um, virá um novo status quo. E, sim, personagens mudarão. Alguns talvez sequer continuem existindo. Haverão novas revistas, novos artistas, novas equipes, novos personagens, tudo novo. Sem plano algum de que esse novo status quo seja desfeito ou revertido posteriormente.[nota 2] Cquote2.svg

No dia seguinte, Johnston declarou que, embora ainda não estivesse certo do que seria anunciado, e se o anúncio teria relação com as duas notícias anteriormente publicadas, ele havia tomado conhecimento de que o que Johns e Lee revelariam "ou já foi anunciado pela editora, ou será anunciado antes da convenção".[5]

O anúncio[editar | editar código-fonte]

As previsões de Johnston se mostrariam verdadeiras, com a editora anunciando o cogitado relançamento. Na mesma oportunidade, fora anunciado também que a DC Comics passaria a promover o lançamento simultâneo de todas as edições impressas com suas respectivas versões digitais, sendo a primeira editora americana a adotar tal postura.[6]

Liga da Justiça[editar | editar código-fonte]

Estes são os títulos com personagens relacionadas com a Liga da Justiça

Liga da Justiça foi o primeiro livro do relançamento. Geoff Johns e Dan Didio indicam que o primeiro arco de história ocorre cinco anos antes do presente, durante a ascensão dos super heróis, e os detalhes da primeira reunião dos membros da Liga da Justiça.

Lanterna Verde[editar | editar código-fonte]

A linha dos Lanternas Verdes não está passando por uma reinicialização. A nova história em vez baseia-se na sequência da "Guerra dos Lanternas Verdes". Sinestro o se torna um Lanterna Verde pegando o anel de Hal Jordan, a conexão Abin Sur para a Tribo Indigo será explicado, e Kyle Rayner será a atração principal de uma nova equipe, cujos membros representam cada luz do espectro emocional.

  • Lanterna Verde, escrita por Geoff Johns e desenhada por Doug Mahnke.
  • Tropa dos Lanternas Verdes, escrita por Peter Tomasi e desenhada por Fernando Pasarin.
  • Lanternas Verdes: Novos Guardiões, escrito por Tony Bedard e desenhada por Tyler Kirkham.
  • Lanternas Vermelhos, escrito por Peter Milligan e desenhada por Ed Benes.

Batman[editar | editar código-fonte]

Para Os Novos 52 foi criada uma nova cronologia, onde o Batman atua somente há 5 anos, pensando nesse fato o roteirista modificou a história dos Robins, e até agora o mais afetado foi Tim Drake. Agora Tim não tem o sobrenome Drake como oficial, mas lhe foi colocado esse sobrenome por ordem dos serviços de proteção(não se sabe seu sobrenome verdadeiro, agora também Tim não teve inicio de carreira como Robin, mas sim como Robin Vermelho, coisa que demorou cerca de 20 anos cronologicamente no Original. Outro fato importante aqui é que os pais de Tim estão vivos, mas estão em locais com alta segurança, pois sofreram ameaças do Pinguim.

  • Batman, escrito por Scott Snyder e desenhada por Greg Capullo.
  • Detective Comics, escrita e desenhada por Tony Daniel.
  • Batwing, escrita por Judd Winick e desenhada por Ben Oliver.
  • Batman: O Cavaleiro das Trevas, escrita por David Finch e Paul Jenkins e desenhada por David Finch.
  • Batman e Robin, escrita por Peter Tomasi e desenhada por Pat Gleason.
  • Batgirl, escrita por Gail Simone e desenhada por Ardian Syaf.
  • Batwoman, escrito por JH Williams III e Haden Blackman W. e desenhada por JH Williams III e Reeder Amy.
  • Asa Noturna, escrito por Kyle Higgins e desenhada por Eddy Barrows.
  • Catwoman, escrita por Judd Winick e desenhada por Guillem Mars.
  • Aves de rapina, escrito por Duane Swierczynski e desenhada por Jesus Saiz.
  • Capuz Vermelho os Foras da Lei, escrito por Scott Lobdell e desenhado por Kenneth Rocafort.

Anti-heróis e misticismo[editar | editar código-fonte]

Esta é a seção de quadrinhos mais sobrenaturais, uma área que nos últimos anos tinham sido da marca Vertigo.

  • Liga da Justiça Sombria, escrita por Peter Milligan e desenhada por Mikel Janin.
  • Monstro do Pântano, escrito por Scott Snyder e desenhada por Yanick Paquette.
  • Homem Animal, escrito por Jeff Lemire e desenhada por Travel Foreman e Dan Green..
  • Frankenstein, agente de S.O.M.B.R.A., escrito por Jeff Lemire e desenhada por Alberto Ponticelli.
  • Eu, Vampiro, escrita por Joshua Hale Fialkov e desenhada por Andrea Sorrentino.
  • Ressurreição, escrito por Dan Abnett e Andy Lanning e desenhada por Fernando Dagnino.
  • Cavaleiros Demôniacos, escrito por Paul Cornell e desenhada por Neves Diógenes.

Novos Titãs e personagens adolescentes[editar | editar código-fonte]

Esses títulos apresentam personagens adolescentes sem muitas ligações com os outros quadrinhos.

  • Novos Titãs, escrita por Scott Lobdell e desenhado por Brett Booth.
  • Super Choque, escrita por John Rozum e desenhada por Scott McDaniel.
  • Rapina e Columba, escrita por Gates Sterling e desenhada por Rob Liefeld.
  • Besouro Azul, escrito por Tony Bedard e desenhada por Ig Guara.
  • Legião dos Super-Heróis escrito por Paul Levitz e desenhada por Francis Portela.
  • Legião Perdida, escrita por Fabian Nicieza e desenhada por Pete Woods.

Superman[editar | editar código-fonte]

Esses títulos apresentam a "Família Superman" de personagens. O casamento do Superman com Lois Lane nunca aconteceu, ele é um solteirão, e seus pais adotivos Jonathan e Martha Kent morreram. O enredo irá enfatizar sua natureza alienígena e como ela se isola da humanidade.

  • Action Comics, escrita por Grant Morrison e desenhada por Rags Morales.
  • Superman, escrito por George Pérez e desenhada por Jesus Merino.
  • Superboy, escrito por Scott Lobdell e desenhado por RB Silva.
  • Supergirl, escrito por Michael Green e Mike Johnson e desenhada por Mahmud Asrar.
  • Superman Unchained, escrito por Scott Snyder e desenhado por Jim Lee

Action Comics é aprimeira história do Superman e mostra detalhes da história reiniciada, enquanto Superman apresenta suas aventuras presente. O novo traje do Superman é explicado como uma armadura de batalha que presta homenagem ao seu passado de Krypton.

Notas e referências

Notas

  1. Note que Johnston, europeu, escreve de um fuso horário diferente daquele adotado pelo continente americano.
  2. Traduzido de And with those issue one renumberings, will come a new rejigged status quo. And yes, characters will be changed. Some may no longer exist. There will be new books, new creators, new teams, new characters and new… new. With no current plan for the new status quo to be undone or reversed.[4]

Referências

  1. Rich Johnston (23 de maio de 2011). What Will Geoff Johns And Jim Lee Announce In June? (em inglês) Bleeding Cool.. Página visitada em 11 de junho de 2011.
  2. Geoff Johns and Jim Lee plan to drop DC bombshells at Hero Complex festival (em inglês) Hero Complex. LA Times. (23 de maio de 2011). Página visitada em 11 de junho de 2011.
  3. Rich Johnston (31 de maio de 2011). Geoff Johns And Jim Lee’s Justice League #1 (em inglês) Bleeding Cool.. Página visitada em 11 de junho de 2011.
  4. a b Rich Johnston (31 de maio de 2011). The Issue One Renumbering Of The DC Universe (em inglês) Bleeding Cool.. Página visitada em 11 de junho de 2011.
  5. Rich Johnston (1 de junho de 2011). Geoff Johns And Jim Lee At Hero Complex Film Festival To Announce…Nothing (em inglês) Bleeding Cool.. Página visitada em 11 de junho de 2011.
  6. David Hyde (31 de maio de 2011). DC COMICS ANNOUNCES HISTORIC RENUMBERING OF ALL SUPERHERO TITLES AND LANDMARK DAY-AND-DATE DIGITAL DISTRIBUTION (em inglês) DC Universe: The Source. dcu.blog.dcomics.com. Página visitada em 11 de junho de 2011.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Os Novos 52