Batgirl

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa


Batgirl
Batgirl
Batgirl (Barbara Gordon) por Alex Ross.jpg
Barbara Gordon como Batgirl. Arte de Alex Ross.
Publicado por DC Comics
Primeira Aparição Batman #139 (1961)
Criado por Bob Kane
Sheldon Moldoff
Personagens
Bette Kane
Barbara Gordon
Helena Bertinelli
Cassandra Cain
Projecto Banda desenhada  · Portal da Banda desenhada

Batgirl (ou Batmoça), é o nome de algumas personagens de ficção de banda desenhada (quadrinhos, no Brasil) pertencente ao universo da DC Comics, parceira de Batman e de Robin. A mais conhecida Batgirl foi Barbara Gordon.

Betty Kane[editar | editar código-fonte]

A primeira personagem a se chamar originalmente Bat-girl era Mary Elizabeth (Betty) Kane, sobrinha de Kathy Kane, a Batwoman.[1] Ela era apaixonada por Robin. Mais tarde, ela se tornou a heroína Labareda, e integrou os Novos Titãs da Costa Oeste. Depois de Crise nas Infinitas Terras, ficou estabelecido que Betty Kane sempre foi Labareda, nunca Bat-Girl.

Barbara Gordon[editar | editar código-fonte]

Com o sucesso da série de TV do Batman nos anos 60, surgiu uma Batgirl, e rapidamente, sua versão foi incorporada aos quadrinhos.

Agora Batgirl era Barbara Gordon, bibliotecária e filha do Comissário Gordon.[2] Em sua primeira aventura, ela auxiliou Batman e Robin a capturar o Mariposa Assassina.

A Batgirl (Barbara Gordon) foi baleada por Coringa na publicação Batman: A Piada Mortal, de 1988, e perdeu o movimento das pernas.[3] Incapaz de abandonar a luta contra o crime, ela se tornou especialista em sistemas de informação, informática e adotou o nome "Oráculo", auxiliando todos os heróis e vigilantes fornecendo informações via internet. Juntamente com Canário Negro e Caçadora formou o grupo conhecido como Aves de Rapina. Manteve um romance durante muito tempo com Asa Noturna.

Cassandra Cain[editar | editar código-fonte]

No lugar de Barbara surgiu uma nova Batgirl, Cassandra, filha de Cain (um assassino profissional e um dos inúmeros professores de Batman). Cassandra é uma adolescente que foi treinada para ler movimentos em detrimento da própria fala, por isso apesar de ser uma exímia lutadora é incapaz de se comunicar com frases complexas, usando apenas algumas palavras e gestos. Sua habilidade em artes marciais foi comprovada em duelos contra Lady Shiva (a qual derrotou) e contra o próprio Batman. Aparentemente Cassandra deu seu manto a Stephanie Brown.

Stephanie Brown[editar | editar código-fonte]

Anteriormente conhecida como Salteadora, Stephanie já assumiu o manto de Robin e posteriormente foi a escolhida para ser a nova Batgirl.

Outras mídias[editar | editar código-fonte]

Live action[editar | editar código-fonte]

Na série de TV Batman, dos anos 60, a Batgirl (Barbara Gordon) foi interpretada por Yvone Craig.

Em 1997, no filme "Batman e Robin", a Batgirl foi interpretada por Alicia Silverstone, onde foi feita uma alteração na identidade da personagem, com o nome de Barbara Wilson, sobrinha de Alfred, mordomo do bilionário Bruce Wayne.

Em 2002, foi interpretada por Dina Meyer na série de televisão produzida para a Warner, chamada Birds of Prey.[4] Na série a personagem Barbara Gordon, outrora Batgirl, já se encontra paraplégica e assumindo a identidade de "Oráculo". A atriz aparece na série como Batgirl em alguns flashbacks da personagem.

Animação[editar | editar código-fonte]

Batgirl (sempre Barbara Gordon) tem aparecido em várias produções de animação relativas ao Batman. As duas primeiras animações são dos estúdios Filmation, uma produzida nos anos 60 e a outra na década seguinte.

Nos anos 90 ela apareceu em diversas animações, muitas delas no extenso universo fictício conhecido como DC Animated Universe (ou, simplesmente, DCAU), criado por Paul Dini e Bruce Timm. Em Batman do Futuro, ela aparece mais velha e não atua mais como Batgirl. Em vez disso, ela atua como comissária de polícia, seguindo os passos profissionais de seu pai.

Fora da continuidade do DCAU, Batgirl apareceu também nos desenhos O Batman e Batman: os Bravos e os Destemidos.

Notas e Referências

  1. Batman #139, 1961
  2. Detective Comics #359, 1967
  3. MONTEIRO, Rodrigo. Batman: A piada mortal Omelete
  4. BORGO, Érico. Birds of prey estréia com sucesso Omelete
Ícone de esboço Este artigo sobre banda desenhada é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.