Trapaceiro

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Trapaceiro
Placeholder male superhero c.png

Dados da publicação
Publicado por DC Comics
Primeira aparição Flash Vol. 1 # 113 (Julho de 1960)
Criado por John Broome e Carmine Infantino
Características do personagem
Alter ego Giovanni Giuseppe
Afiliações Galeria de Vilões, FBI
Base de operações Keystone City
Parentesco Billy Hong (filho), Os Jesses Voadores (família)
Causa Assassinado pelo Pistoleiro
Codinomes conhecidos James Jesse
Habilidades Usando seus truques como dentaduras, anzóis e sapatos voadores ele pode fugir ou atacar seus inimigos. Ele também possúi uma pistola de cola.
Projecto Banda desenhada  · Portal da Banda desenhada

O Trapaceiro é um vilão das histórias do Flash da editora DC Comics.

James Jesse[editar | editar código-fonte]

James Jesse é o Trapaceiro original. O nome verdadeiro dele é Giovanni Giuseppe. O personagem usava vários truques, como bombas explosivas especiais, chiclete hidrocolídrico, dentadura... O Trapaceiro apareceu pela primeira vez em The Flash 113 em 1960. James é um dos mais famosos membros integrantes da Galeria de Vilões liderada pelo Capitão Frio. O Trapaceiro usava uma roupa colorida de vermelho (só antigamente), listras azuis e uma roupa amarela, e sapatos azuis.

O trapaceiro viria a trabalhar para o governo, aparentemente se regenerando. Inafortunadamente, James estava presente, juntamente com o também regenerado Flautista, quando a Galeria de Vilões, atacou e matou o Kid-Flash (Bart Allen), cujos poderes haviam sido retirados por um clone maligno seu, o Inércia.[1] Esse fato fez com que os dois vilões fossem caçados por forças federais e por todos os super-heróis e mesmo outros vilões. A dupla foi capturada pelo Esquadrão Suicida, mas conseguiu escapar. No entanto, durante a fuga, James Jesse é alvejado no coração e morto por Floyd Lawton, o Pistoleiro.[2]

Após a morte de Barry Allen, o Trapaceiro se mudou de Central City para Hollywood, onde passou algum tempo trabalhando nos efeitos especiais. Ele tentou roubar a inovadora roupa de Demônio Azul de Dan Cassidy, mas foi derrotado. Quando Cassidy ficou preso na roupa, Jesse tornou-se amigo dele e contou com Cassidy para ajudar em seus esforços esporádicos de desistir da vilania. Na minissérie A Vingança do Submundo, Neron tentou criar o inferno na Terra. James foi ao domínio de Neron, e, embora pensasse estar bem escondido, o demônio apareceu diante dele, dizendo que o esperava. Neron fez promessas a Jesse, e parecia mantê-lo em suas mãos. No entanto, uma vez que Jesse percebeu que ele estava no inferno, e Neron era a encarnação do Diabo, o Trapaceiro percebe que, para ele, vencer o Diabo era uma chance de vida ou morte. Ele conseguiu enganar Neron e derrotá-lo com a ajuda do Capitão Marvel. Ao voltar à Terra, o Trapaceiro lamentou o fato de que havia feito "a maior trapaça de todos os tempos" e ninguém presenciou ... E imediatamente decidiu que seria melhor trabalhar do lado dos anjos, porque ele não se atrevia a voltar para o Inferno.

Ele começou a usar suas habilidades para o bem, e recolher as armas dos supervilões encarcerados, porque essas coisas eram muito perigosas para serem deixadas ao redor e podiam cair nas mãos erradas.

Quando sua velha amiga Mindy Hong pede sua ajuda, o Trapaceiro vai com ela ao pequeno reino montanhoso de Zhutan. Lá, com a ajuda do Flautista e Hong Billy, um menino de 12 anos, que provou ser o Majee (um agente especial do Saravistran deus Meshta, enviados para observar e ponderar o progresso da humanidade), ele novamente derrotou Neron. Como parte do acordo, Jesse disse a Neron para esquecer a Galeria dos Vilões, que eram de má-vontade gratos por serem resgatados da ira do demônio. Minutos depois, Jesse estava espantado ao ser informado de que Billy Hong era seu filho.

Ele retornou aos EUA e continuou usando suas habilidades para o bem. Certa vez, ele salvou a vida da Mulher-Gato enganando-a para ajudá-lo a "matá-la". Ela estava agradecida, e ele pensou que ela fosse "a mulher mais fascinante que eu já conheci", mas eles se separaram apenas como amigos. O FBI contatou Jesse e o recrutaram. Ele trabalhou para os policiais por algum tempo e, em seguida, o Pião reapareceu e virou o mundo da Galeria dos Vilões às avessas, fazendo lavagem cerebral em vários deles, causando a Guerra dos Vilões. Ainda trabalhando como um agente do FBI, Jesse James reuniu os reformados da Galeria para pararem o Capitão Frio e outros. No entanto, o Pião re-apareceu e reverteu o que ele fez para a reforma da Galeria. Trapaceiro e o Flautista demoraram muito tempo para recuperarem as suas próprias memórias após as sugestões hipnóticas do Pião.


Trapaceiro
Placeholder male superhero c.png

Dados da publicação
Publicado por DC Comics
Primeira aparição Flash Vol. 2 # 183 (Abril de 2002)
Características do personagem
Alter ego Axel Walker
Afiliações Galeria de Vilões
Base de operações Keystone City, Kansas
Parentesco Pais não nomeados
Codinomes conhecidos O Trapaceiro
Habilidades Ele roubou alguns materiais do Trapaceiro Original para poder ser o novo.
Projecto Banda desenhada  · Portal da Banda desenhada

Axel Walker[editar | editar código-fonte]

Axel Walker foi o segundo a assumir o título de O Trapaceiro. Na verdade o Axel roubou alguns dos truques e roupas de James Jesse, o Trapaceiro Original e começou a usar. Mas foi detido por James, jogado em um latão de lixo e os objetos roubados do original foram pegos de volta. Mas, depois que James morreu Axel voltou e se tornou o novo Trapaceiro.

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. Flash: Fastest Man Alive#13
  2. Countdown to Mystery, DC Comics

Ver também[editar | editar código-fonte]