Trilha Sonora do Gueto

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Trilha Sonora do Gueto
Informação geral
Origem São Paulo, SP
País  Brasil
Gênero(s) Rap, hip hop
Período em atividade 1999 - presente
Gravadora(s) Vida Loka Produções
Página oficial https://youtube.com/tsdogueto
Integrantes Cascão (Djalma Oliveira Rios) - Zekinha (Djalma Oliveira Rios Junior) - Bia (Beatriz Oliveira) - DJ Soneka (Edson Pereira dos Santos)
Ex-integrantes X-Bacon
Karate
DJ Pudim

O Trilha Sonora do Gueto, também conhecido somente como T$G[1] ou T.S. DO GUETO, é um grupo de rap brasileiro. Formado em 1999, sofreu diversas reformulações no conjunto ao longo dos anos, e possui atualmente Cascão (Djalma Oliveira Rios) como líder, Zekinha (Djalma Oliveira Rios Junior, Filho do Cascão), Bia (Beatriz Oliveira) e DJ Soneka (Edson Pereira dos Santos). Já lançou quatro álbuns e um DVD. Um fato interessante é que o nome dos álbuns utilizam linguagem coloquial e gírias.

Carreira[editar | editar código-fonte]

O grupo surgiu em 1999, com os integrantes Cascão, Bokão (finado) e Véio, oriundos do bairro Capão Redondo.[2] A ideia da formação do grupo foi feita por Cascão, após ele sair da prisão, onde ficou por oito anos, por assalto a banco.[3] Começou a tornar-se conhecido regionalmente ao abrir shows do renomado grupo Racionais MC's. Em entrevista dada, Cascão disse que os Racionais não o apadrinhou, mas sim deu espaço para o grupo mostrar o que de melhor tinha.[1]

Em 2000, o grupo foi reforçado com a chegada de três novos integrantes, X-Bacon e Karate, vindos de São Matheus, Zona Leste de São Paulo; e DJ Pudim, de Jaguaré.[2] O primeiro trabalho foi apresentando em 2003, no álbum de estúdio Us Fracu num Tem Veiz,[2] [4] e conseguiu vinte mil cópias originais e era vendido por R$ 20,00 na periferia, um preço alto na visão socioeconômica, conforme declarado pelo vocalista do grupo.[1] Foi gravada em parceria com a gravadora Vida Loka Produções.

Deste álbum, o destaque ficou para as músicas Um Pião de Vida Loka, que participou do seriado Turma do Gueto[5] e foi indicada ao Video Music Brasil 2004, na categoria "Melhor videoclipe de rap do Ano", mas acabou perdendo.[6] O outro destaque ficou por conta de Torçu Pru Bem, que estreou um clipe na MTV.[7] Cascão disse que não se importa muito com prêmios, e que prefere seguir uma carreira sem pretensões extras.[1]

Em 2006, o grupo lançou o seu segundo álbum, o primeiro ao vivo, chamado Aos Vivos,[8] . O álbum não teve tanta repercussão como o anterior, tanto é porque um tempo depois, no mesmo ano, o Trilha Sonora do Gueto lançou um DVD, chamado Kumigu kem kise, Kontra mim kem Puder (Comigo quem quiser, Contra mim quem Puder),[2] que trouxe as faixas de maior destaque do grupo.[3] [9]

Em 2007, o grupo sofreu diversas reformulações, onde os integrantes X-Bacon, Karate e DJ Pudim saíram do grupo para seguir carreira solo. Com isso, Zekinha filho do Cascão que sempre acompanhou o pai nos shows desde que nascera e fazia participações, começou a fazer parte oficialmente do grupo. Em 2008 foi lançado o segundo álbum de estúdio, Purke Tudo num Mundo é Vaidade,[2] [10] com 18 músicas inéditas e DJ Soneka entrou no grupo.

Em 2010 Bia entrou para o grupo, onde foi lançado o álbum SEM NOME NEM PLACA, que se trata de um projeto gospel idealizado pelo Cascão.

Discografia[editar | editar código-fonte]

Álbuns[editar | editar código-fonte]

DVDs[editar | editar código-fonte]

Álbuns não Lançados[editar | editar código-fonte]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Wikiquote
O Wikiquote possui citações de ou sobre: Trilha Sonora do Gueto
  • Trilha Sonora do Gueto no Myspace
  • Trilha Sonora do Gueto no Youtube www.youtube.com/tsdogueto
  • Trilha Sonora do Gueto no Instagram www.instagram.com/tsdogueto
  • Trilha Sonora do Gueto no Facebook www.facebook.com/tsdogueto
  • Trilha Sonora do Gueto no Twitter www.twitter.com/tsdogueto