Anderson Pico

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Anderson Pico
Anderson Pico.jpg
Informações pessoais
Nome completo Anderson da Silveira Ribeiro
Data de nasc. 4 de novembro de 1988 (30 anos)
Local de nasc. Porto Alegre, RS, Brasil
Nacionalidade Brasileiro
Altura 1,69m
Destro
Apelido Pico
Tartaruga Ninja
Informações profissionais
Período em atividade 2006Presente (9 anos)
Clube atual Grêmio
Posição Lateral, Volante e Meia
Clubes de juventude
20022006 Brasil Grêmio
Clubes profissionais2
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
20062013
2009
2010
2010
2011
2012
2013
2014
20142016
20152016
20162017
2018
2018
Brasil Grêmio
Brasil Figueirense (emp.)
Brasil Santo Ângelo (emp.)
Brasil Brasiliense (emp.)
Brasil Juventude (emp.)
Brasil São José (emp.)
Brasil Chapecoense
Brasil Novo Hamburgo
Brasil Flamengo
Ucrânia Dnipro (emp.)
Ucrânia Dnipro
Brasil São Paulo-RS
Hungria Kisvárda /Grêmio
0062 0000(4)
0011 0000(0)
0000 0000(0)
0008 0000(1)
0024 0000(1)
0015 0000(0)
0010 0000(0)
0012 0000(0)
0032 0000(2)
0019 0000(2)
0006 0000(0)
0010 0000(0)
00011

0000(0)


2 Partidas e gols totais pelo
clube, atualizados até 20 de janeiro de 2019.

Anderson da Silveira Ribeiro, mais conhecido como Anderson Pico, ou simplesmente Pico (Porto Alegre, 4 de novembro de 1988), é um futebolista brasileiro que atua como lateral-esquerdo, lateral-direito, volante e meia. Atualmente joga pelo Grêmio

Carreira[editar | editar código-fonte]

Grêmio[editar | editar código-fonte]

Iniciou sua carreira profissional no Grêmio Foot-Ball Porto Alegrense. Em julho de 2007, foi promovido das categorias de base do Grêmio devido à transferência de Lúcio e a lesão de Bruno Teles. Se firmou na equipe principal até meados de novembro. Entretanto, após uma série de atuações ruins, saiu da equipe. A principal reclamação sobre ele do então treinador Mano Menezes era de que o jovem não tinha consciência tática, ou seja, apoiava, mas não voltava para defender. No início de 2008, Anderson viveu uma fase pior ainda. Voltou das férias acima do peso e teve de se esforçar muito para tentar ficar na sua condição física ideal. No primeiro semestre desse ano, manteve a titularidade, oscilando com Hidalgo como titular. No entanto, Pico acabou se tornando reserva no final de abril, quando Hélder assumiu a posição de titular. Sem chances, Ânderson permaneceu na reserva até julho, quando, depois de uma suspensão de Hélder, conseguiu retomar a titularidade. Pico continua tendo alguns problemas defensivos, como deficiência na marcação. Entretanto, seu forte apoio pela esquerda, seus chutes de longe, batidas de faltas e cobranças de lateral fazem com que ele continue como titular do Grêmio, sendo um dos destaques técnicos do time. No final de 2008, foi posto de lado pelo técnico Celso Roth. Em 2009, não fez mais parte do plantel profissional, indicando sua saída do clube.

Figueirense[editar | editar código-fonte]

Fato consumado em 25 de fevereiro de 2009, quando o Figueirense anunciou sua contratação por empréstimo.[1]

Santo Ângelo[editar | editar código-fonte]

Anderson Pico teve uma curta passagem pela Santo Ângelo, em Santo Ângelo/RS, no ano de 2010, disputando o Campeonato Gaúcho - Segunda Divisão de 2010.[2]

Brasiliense[editar | editar código-fonte]

No dia 12 de Julho de 2010, Ânderson Pico foi emprestado ao Brasiliense, reforçando o time que luta para voltar a elite do futebol brasileiro.

Juventude[editar | editar código-fonte]

Em outubro de 2010 Anderson Pico assina contrato com o Juventude de Caxias do Sul para disputar o Gauchão 2011.

São José[editar | editar código-fonte]

Em dezembro de 2011 foi anunciado o empréstimo do jogador para o São José, de Porto Alegre, para a disputa do Gauchão de 2012.

Retorno ao Grêmio[editar | editar código-fonte]

Praticamente esquecido e com o contrato acabando, em junho de 2012, Anderson Pico foi reintegrado ao elenco do Grêmio pelo técnico Vanderlei Luxemburgo, devido as lesões dos laterais Fábio Aurélio e Júlio César.[3] E com boas atuações pelo Grêmio, Pico foi se mantendo entre os titulares e chegou a liderar o ranking de melhores laterais esquerdo do Campeonato Brasileiro de 2012.[4] No início de 2013, Pico foi afastado do elenco principal do Grêmio e rescindiu seu contrato em abril do mesmo ano.[5]

Chapecoense[editar | editar código-fonte]

No dia 23 de abril, Anderson Pico acertou com a Chapecoense para a disputa da Série B.[6] Deixou o Chapecoense no final de setembro de 2013, já que não conseguiu se firmar como titular. Em um acordo com a diretoria, rescindiu seu contrato de forma amigável.[7]

Novo Hamburgo[editar | editar código-fonte]

Foi anunciado pela diretoria do Novo Hamburgo no dia 04 de dezembro de 2013, com propósito de disputar o Campeonato Gaúcho de 2014 e a Copa do Brasil de 2014.

Flamengo[editar | editar código-fonte]

No dia 5 de setembro, Anderson Pico acertou com o Flamengo até o fim do ano de 2014, mas com possibilidade de renovação por mais dois anos. O atleta já havia trabalhado com o técnico Vanderlei Luxemburgo no Grêmio, e havia mandado uma mensagem para o mesmo pedindo uma oportunidade para se recuperar no futebol.

Ao saber da oportunidade que lhe era dada, Anderson Pico agradeceu a chance em publicação em seu perfil no Instagram.[8]

Foi relacionado pela primeira vez na partida contra o Bahia.

Em sua quarta partida pela equipe, fez seu primeiro gol. Na partida contra a Chapecoense, válida pela 32a rodada do Brasileirão-2014, ele foi esperto para antecipar o adversário, roubar a bola no rebote com um toque de pé esquerdo e uma finalização certeira de direita. Além do gol, ele fez ainda o cruzamento para o primeiro gol do Nixon na partida.[9]

Esta boa atuação contra a Chapecoense, lhe rendeu uma vaga na Seleção da Rodada do SporTV.com[10]

Por conta de nova boa atuação na 34a rodada do Brasileirão, em partida contra o Coritiba, Ânderson entrou novamente para a Seleção da Rodada do SporTV.com[11]

Pico estreou o ano de 2015 como titular do Flamengo, ajudando a equipe a sagrar-se campeã do Torneio Super Series.

Em seu sexto jogo no ano (partida contra o Resende, válida pela 3ª rodada do Estadual), fez um gol a favor (uma bomba de fora da área, de perna direita) e o seu primeiro gol contra com a camisa rubro-negra[12]. Este gol a favor que fez pelo rubro-negro foi eleito "o golaço da rodada" do campeonato carioca, em enquete realizada pelo programa É Gol!!!, do SporTV[13].

As boas atuações realizadas nas oportunidades que teve, lhe valeram um contrato com o clube para 2015, mesmo tendo problemas em conseguir entrar em forma e estar sempre visivelmente acima do peso.[14]

Começou a temporada como titular, mas no dia 11 de fevereiro, sofreu uma entorse no joelho direito ao pisar em falso no jogo contra a Cabofriense[15]. 3 dias depois ele passou por uma artroscopia no joelho direito[16] No dia 22 de março, na partida que o Flamengo venceu o Vasco por 2x1 no carioca, ele deu um empurrão no jogador Bernardo, após uma confusão, e foi expulso[17]. Após esta partida, suas atuações começaram a ser contestadas. Já no Campeonato Brasileiro, Anderson Pico foi mal em jogos contra Cruzeiro e Vasco, tanto que Pará acabou improvisado no setor em partidas contra Chapecoense, Coritiba e Atlético-MG. Com a chegada do colombiano Armero e com a promoção do jovem Jorge, acabou nem sendo mais relacionado para os jogos. Com a saída de Vanderlei, ficou mais ainda sem espaço sob os comandos de Cristóvão Borges e Oswaldo de Oliveira. Assim, foi emprestado para o Dnipro, da Ucrânia, por um ano.[18]

Dnipro[editar | editar código-fonte]

No dia 30 de junho de 2016, sem espaço no clube, o Flamengo rescinde seu contrato com Anderson Pico, atuando 32 partidas e marcando dois gols. Se transferiu para o FC Dnipro Dnipropetrovsk, sem espaço no clube Ucraniano foi dispensado do elenco.

Características[editar | editar código-fonte]

Anderson Pico é um dos raros jogadores que atuam na lateral esquerda sem usar a perna esquerda como preferencial.[19]

Ele foge dos padrões físicos dos jogadores de futebol, por ser forte e "parrudo"[20]. Assim, ele se destaca pelas fortes cobranças de lateral. Além de apoiar com força, também consegue cobrar arremessos laterais com muita força, que lembram um escanteio. É um jogador veloz, apesar de ter problemas com a balança (quase sempre está acima do peso).[21]

O ex-zagueiro e então apresentador do SporTV, Ricardo Rocha, elogiou a entrega e disposição do lateral, acrescentando a versatilidade do atleta, que chuta bem tanto com a perna esquerda, quanto com a direita.[22]

Estatísticas[editar | editar código-fonte]

Até 11 de maio de 2016.

Clubes[editar | editar código-fonte]

[23]

Clube Temporada Campeonato
nacional
Copa
nacional[a]
Competições
continentais[b]
Outros
torneios[c]
Total
Jogos Gols Assist. Jogos Gols Assist. Jogos Gols Assist. Jogos Gols Assist. Jogos Gols Assist.
Grêmio 2006 0 0 0 0 0 0
2007 18 1 2 18 1 2
2008 17 1 1 0 0 0 17 1 1
Total 35 2 3 0 0 0 0 0 0 0 0 0 35 2 3
Figueirense 2009 11 0 0 11 0 0
Total 11 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 11 0 0
Santo Ângelo 2010 0 0 0 0 0 0
Total 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0
Brasiliense 2010 2 1 0 2 1 0
Total 2 1 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 2 1 0
Juventude 2011 8 0 0 16 0 0 24 0 0
Total 8 0 0 0 0 0 0 0 0 16 0 0 24 0 0
São José 2012 15 0 0 15 0 0
Total 0 0 0 0 0 0 0 0 0 15 0 0 15 0 0
Grêmio 2012 21 1 0 5 0 0 26 1 0
Total 21 1 0 0 0 0 5 0 0 0 0 0 26 1 0
Chapecoense 2013 10 0 1 10 0 1
Total 10 0 1 0 0 0 0 0 0 0 0 0 10 0 1
Novo Hamburgo 2014 2 0 1 2 0 1
Total 0 0 0 0 0 0 0 0 0 2 0 1 2 0 1
Flamengo 2014 9 1 1 9 1 1
2015 2 0 0 2 0 1 0 0 0 17 1 1 21 1 2
Total 11 1 1 2 0 1 0 0 0 17 1 1 30 2 3
Dnipro 2015–16 12 2 1 4 0 0 3 0 0 19 2 1
Total 12 2 1 4 0 0 3 0 0 0 0 0 19 2 1
Total na carreira 110 7 6 6 0 1 8 0 0 50 1 2 174 8 9

Gols Pelo Flamengo[editar | editar código-fonte]

Títulos[editar | editar código-fonte]

Grêmio
Flamengo

Referências

  1. Assessoria de imprensa do Figueirense (25 de fevereiro de 2009). «Novo lateral chega ao alvinegro». Site oficial do Figueirense. Consultado em 25 de fevereiro de 2009. Arquivado do original em 26 de fevereiro de 2009 
  2. «Anderson Pico é emprestado ao Santo Ângelo para ganhar ritmo». GloboEsporte.com. 7 de abril de 2010. Consultado em 26 de maio de 2015 
  3. Anderson Pico é reintegrado e pode renovar contrato com o Grêmio - Terra. Página acessada em 1 de junho de 2012
  4. Bola de Prata: Anderson Pico mantém liderança na lateral-esquerda Arquivado em 19 de outubro de 2012, no Wayback Machine. - Placar.
  5. Afastado desde janeiro, lateral Anderson Pico rescinde com Grêmio - globoesporte.com.
  6. Chapecoense anuncia o acerto com Anderson Pico para a Série B - globoesporte.com.
  7. Série B: Chapecoense dispensa dois e oficializa três reforços - futebolinterior.com.br
  8. a b globoesporte.globo.com/ Anderson Pico agradece chance e diz: "Estou disposto a dar meu sangue"
  9. globoesporte.globo.com/ Pacotão do Fla: show de Nixon, bruxa solta e fim da "maldição" da 3ª camisa
  10. sportv.globo.com/ Armandão: decisivo, volante Aránguiz marca dois e é o craque da rodada#32
  11. sportv.globo.com/ Armandão: com atuação fabulosa, Luis Fabiano é o craque da rodada#34
  12. globoesporte.globo.com/ Autor de um gol a favor e outro contra, Anderson Pico avalia: "Infelicidade"
  13. sportv.globo.com/ Pico vence Fred e Rafael Silva em "clássicos" e tem o golaço da rodada
  14. esporteinterativo.com.br/ Sem espaço e pouco aproveitado, Anderson Pico é emprestado pelo Flamengo ao Dnipro
  15. atribunamt.com.br/ Anderson Pico passa por artroscopia e se reapresenta amanhã
  16. esportes.estadao.com.br/ Anderson Pico se reapresenta ao Flamengo após cirurgia
  17. globoesporte.globo.com/ Flamengo empresta Anderson Pico ao Dnipro, da Ucrânia
  18. lancenet.com.br/ Sem espaço no Flamengo, Anderson Pico é emprestado ao Dnipro
  19. wp.clicrbs.com.br/ Anderson Pico é melhor no meio-campo
  20. espn.uol.com.br/ Com torpedo e de 'busão', lateral conseguiu emprego no Fla com Luxemburgo
  21. Para se manter no pico - Zero Hora.com
  22. a b sportv.globo.com/ Ricardo Rocha elogia Anderson Pico: "Chuta bem com as duas pernas"
  23. «Football : Anderson Pico» (em inglês). FootballDatabase.eu. Consultado em 26 de maio de 2015 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Bandeira de BrasilSoccer icon Este artigo sobre um futebolista brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.