Atentado suicida do Dizengoff Center

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde dezembro de 2009). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

O atentado suicida do Dizengoff Center foi um atentado terrorista ocorrido em Tel Aviv, Israel, em 4 de março de 1996, durante o feriado judaico de Purim - o quarto atentado terrorista suícida ocorrido em Israel em um curto período de 9 dias. O explosivo pesava 20 quilos, e incluía em seu interior pregos e pedaços de metal, que visavam aumentar o número de mortos e feridos e a gravidade dos ferimentos das vítimas.

Um militante palestino detonou o explosivo atado ao seu corpo em frente ao shopping center Dizengoff Center, no centro da cidade, matando treze israelenses e ferindo 130, incluindo crianças (muitas fantasiadas, por ocasião do Purim). Ambos os grupos terroristas Hamas e Jihad Islâmica palestina alegaram responsabilidade pelo ataque.

A explosão ocorreu pouco depois das quatro horas da tarde, em frente ao Dizengoff Center, maior centro comercial de Tel Aviv. Antes de detonar a bomba, o terrorista tentou entrar no shopping center, porém ao perceber que ali estavam policiais que suspeitaram dele, dirigiu-se a um grupo de pessoas em frente de caixas eletrônicos fora do centro comercial e detonou o explosivo atado a seu corpo.

Wiki letter w.svg Este é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o. Editor: considere marcar com um esboço mais específico.