Atlético Uberlândia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
CAP Uberlândia
Escudo CAP.jpg
Nome Clube Atlético Portal Uberlândia Ltda.
Fundação 2010 (6 anos)
Estádio Parque do Sabiá
Capacidade 53.350
Localização Uberlândia, MG
Presidente Brasil Ronaldo Alves
Treinador Brasil Luiz Eduardo Lima
Patrocinador BrasilUNIPAC
BrasilPolitriz
BrasilMart Minas
BrasilExito
BrasilCasa Flor
Brasilitv
Brasil Madre Cor
BrasilPositivo
Brasil GSP
Brasil Slime
Brasil Cetric
Brasil Policard
Brasil Ih
Brasil Calu
Brasil Prefeitura de Uberlândia
Brasil Ime
Material (d)esportivo Brasil Mil Esportes
Competição Minas Gerais Campeonato Mineiro - Módulo II
Minas GeraisB2018 A Disputar
Minas Gerais B2017 10º Colocado
Minas Gerais B2016 6°Colocado
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
titular
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
alternativo
editar

O Clube Atlético Portal Uberlândia, mais conhecido como CAP Uberlândia, é um clube de futebol de Uberlândia.[1]

Foi fundado em 2010 pelo ex-jogador Gilson Batata, também o seu primeiro treinador. Aos 43 anos, ele chegou a entrar em campo para reforçar a equipe num amistoso.

A estreia em competições oficiais teve seu inicio dia 6 de agosto, contra o Araxá, no Estádio Parque do Sabiá, pelo Campeonato Mineiro da Segunda Divisão de 2011. O time foi formado, em grande parte, por jogadores cedidos pelo Uberlândia Esporte Clube ou vindos de outros clubes de pequeno porte, como Votuporanguense e Plácido de Castro (Acre).[2][3]

História de Fundação[editar | editar código-fonte]

O novo clube surgiu em Uberlândia para a disputa do Campeonato Mineiro da Segunda Divisão 2011. O CAP - Clube Atlético Portal de Uberlândia. Um dos idealizadores do projeto, foi o ex-atacante Gilson Batata, de 43 anos. Gilson esteve na direção do clube, chegando a atuar em um amistoso, mas ficando posteriormente ao cargo de treinador da equipe. O novo clube foi fundado com projetos para jogadores que não tiveram chances no Uberlândia Esporte Clube, o mais tradicional clube da cidade. Segundo o diretor Gilson, o novo clube não tem qualquer intenção de criar rivalidade com o Uberlândia, mas sim parcerias. Um exemplo é o Uberlândia emprestar jogadores que não estão sendo aproveitados ao CAP, o que seria bom para o jogador, que ganharia uma experiência.

Primeiro Escudo

Segundona 2011 ao acesso em 2014[editar | editar código-fonte]

Segunda Divisão de 2011[editar | editar código-fonte]

A primeira participação do CAP em jogos oficiais e profissional foi na Segundona 2011, onde estreou na chave A, ao lado de times como Araxá, Santaritense, Araguari e Jacutinga. O time se qualificou a segunda fase do torneio ficando ao lado de União Luziense, Valeriodoce e Santaritense, porém o time não demonstrou o futebol apresentado na primeira fase e acabou sendo eliminado do campeonato. Neste mesmo ano, Social e Araxá conquistaram o acesso ao Módulo II de 2012.

Segunda Divisão de 2012[editar | editar código-fonte]

Em seu segundo ano como profissional, o CAP Uberlândia participou da Segundona 2012. O time foi designado ao Grupo B, ao lado de times tecnicamente bons e tradicionais no futebol mineiro como Nacional de Uberaba, Ituiutabana e Montes Claros. O time não conseguiu resultados favoráveis e acabou sendo eliminado ainda na primeira fase com resultados vexatórios para um time de futebol. Neste ano, o Minas Futebol e o Democrata de Sete Lagoas garantiram vaga no Módulo II de 2013.

Segunda Divisão de 2013[editar | editar código-fonte]

Em sua terceira participação seguida na Segundona 2013, o CAP Uberlândia foi designado ao Grupo A, ao lado de Nacional de Uberaba, Santaritense, Jacutinga e um time da mesma cidade, o Unitri. O time teve uma participação invejável na primeira fase, avançando juntamente com equipes do Triângulo Mineiro, o Nacional de Uberaba e Unitri. No hexagonal final, as equipes se juntaram ao Montes Claros, Funorte e Valério. O CAP teve uma boa participação chegando na última rodada com grandes chances de subir ao Módulo II de 2014, dependendo somente de si o CAP necessitava de uma vitória simples contra o Valério, porém acabou sendo derrotado e teve de permanecer ainda na Segunda Divisão do mineiro. Neste ano o Montes Claros e o Nacional de Uberaba conquistaram o acesso ao Módulo II de 2014.

Segunda Divisão de 2014 - Enfim, campeão[editar | editar código-fonte]

No ano de 2014, o Atlético Portal participou da Segundona 2014, sendo designado ao Grupo C, ao lado do tradicional Uberaba, da Ituiutabana e do Fluminense de Araguari, que veio a desistir da competição por questões financeiras. Na primeira fase o time passou na segunda posição junto do Uberaba, com a mesma quantia de pontos, porém o critério de desempate, o saldo de golos, deu a vantagem a equipe de Uberaba. No hexagonal final, a equipe juntou-se ao Uberaba, Funorte, Betinense, Nacional de Muriaé e Valério. Nesta fase a equipe começou com resultados negativos, porém conseguiu se recuperar a tempo, garantindo bons resultados. Na penúltima rodada o time venceu o Uberaba por 2-1 eliminando o time da cidade vizinha, chegando assim a última rodada dependendo apenas de suas forças para subir. Na última rodada o CAP dependia de suas forças para subir, sendo que uma vitória garantiria a presença do time no Módulo II de 2015 e um empate ou derrota, faria o time depender de outros resultados. O Nacional de Muriaé com o acesso já garantido perdeu fora para o Uberaba, o Funorte que disputava a vaga com o CAP venceu, porém a vitória do CAP sobre o Betinense por 2 a 0 fora de casa garantiu ao time de Uberlândia o acesso e ainda por cima, o título de Campeão da Segunda Divisão de 2014.

Campeonato Mineiro - Módulo II 2015[editar | editar código-fonte]

No ano de 2015 o CAP estreou na primeira divisão do futebol mineiro atuando no Módulo II, o time esteve presente na chave B ao lado do Uberlândia, Araxá, Patrocinense, Montes Claros e Tricordiano. A estréia na competição foi diante o tradicional Uberlândia, sendo o primeiro dérbi entre as duas equipes em uma competição oficial; o time saiu vitorioso da partida por 3 a 2. O time comandado por Luiz Eduardo, treinador que conquistou vários acessos pelo estado de Minas Gerais era considerado um dos favoritos à ascensão à primeira divisão, porém uma derrota para o Tricordiano nas últimas rodadas da primeira fase, retirou as chances do time que não foi capaz de passar da primeira fase. O CAP encerrou sua participação no torneio com uma derrota para o Uberlândia na última rodada pelo placar de 1 a 0; assim vendo o alviverde uberlandense avançar na competição e posteriormente conseguir o acesso e o título de Campeão Mineiro do Módulo II.

História recente[editar | editar código-fonte]

Após ser campeão e conquistar o acesso, o time teve de correr atrás para renovar o plantel de jogadores e com o técnico Luiz Eduardo. O técnico Luiz Eduardo teve o contrato renovado para a disputa do Módulo II de 2015. Alguns jogadores também tiveram contratos renovados e outras contratações deram garantia ao plante do CAP. O atacante Rena ex-Uberlândia e ídolo da torcida rival foi uma das novidades anunciadas pelo time. Os jogadores foram apresentados no dia 10 de janeiro em um hotel de Uberlândia e iniciaram a preparação no dia 11 de janeiro utilizando as instalações desportivas do Parque do Sabiá.

Depois da eliminação na primeira fase do Módulo II o CAP se prepara para o futuro de olho no Módulo II de 2016 pleitando uma das vagas à elite do Campeonato Mineiro.

Títulos[editar | editar código-fonte]

Estaduais[editar | editar código-fonte]

Referências

Elenco Atual[editar | editar código-fonte]

Goleiros
Jogador
Brasil Felipe
Brasil Thiago Santos
Brasil Rhuan
Brasil Léo
Defensores
Jogador Pos.
Brasil Andrey Z
Brasil Fernando Z
Brasil Gabriel Z
Brasil André Z
Brasil Italo Arthur Z
Brasil Victor Z
Brasil Rafael Almeida Z
Meio-campistas
Jogador Pos.
Brasil Mario César V
Brasil Tharsus V
Brasil Rico V
Brasil Guilherme Rezende M
Brasil Anderson Braz M
Brasil Pixote M
Brasil Leonardo M
Brasil George M
Brasil Tuco M
Brasil Rodrigo Costa M
Brasil Mateus Archanjo M
Atacantes
Jogador
BrasilGustavo Souza
Brasil Felipe Ramos
Brasil Mário Lucas
Brasil Wellington
Comissão técnica
Nome Pos.
Brasil Luiz Eduardo Lima T

Transferências 2017[editar | editar código-fonte]

Entradas ⬆



Saídas ⬇

M-Brasil Val ➡ Flag of None.svgSem Clube
Z-Brasil Helbert ➡ Flag of None.svg Sem Clube

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre futebol é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.