Dota 2

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
DotA 2
Dota 2 - cropped logo.jpg
Desenvolvedora(s) Valve Corporation
Publicadora(s)
  • USA Valve Corporation
  • JPN Nexon Co. Ltd.
Distribuidora(s) Steam (online)
Designer(s) IceFrog
Escritor(es) Erik Johnson
Compositor(es) Jason Hayes
Tim Larkin[1]
Chance Thomas[2]
Motor Source Engine
Plataforma(s) Microsoft Windows, OS X, Linux[3]
Data(s) de lançamento Closed Beta (Fechado para Teste)
16 de agosto de 2011
Full (Completo)
9 de Julho de 2013[4]
Gênero(s) Estratégia em tempo real (RTS)
Multiplayer online battle arena (MOBA)
Modos de jogo Multiplayer, Cooperativo (Co-op)
dota2.com
Mini-mapa

Dota 2 é um jogo eletrônico do gênero Action Real-Time Strategy (abreviado como ARTS) ou também considerado do gênero Multiplayer Online Battle Arena (abreviado como MOBA), foi desenvolvido pela Valve Corporation como sequência do Defense of the Ancients (DotA), uma modificação (mod) em um mapa desenvolvido para Warcraft III: The Frozen Throne. Embora seu antecessor tenha sido desenvolvido de forma amadora, Dota 2 foi acolhido pela Valve — em estreita parceria com o produtor original, IceFrog — para ser desenvolvido e lançado no mercado mundial de forma profissional. Oficialmente foi lançado no dia 9 de Julho de 2013 a versão completa do jogo em Free to Play (Jogo Gratuito)[4] disponível somente na plataforma Steam.

Logotipo do jogo

Jogabilidade[editar | editar código-fonte]

O jogo é baseado em partidas online e off-line, com o objetivo primário de cada partida sendo derrotar a equipe adversária, destruindo o "ancião" que se localiza no centro da base inimiga. Cada base é defendida por torres e ondas de unidades (chamadas de criaturas) que percorrem os caminhos principais do mapa (chamadas de trilhas) que levam à suas bases. Existem 3 trilhas no mapa do jogo, que por convenção são chamadas de trilha de cima (Top, atravessa a parte de cima do mapa), trilha do meio (Mid ou Middle, caminho que atravessa o centro do mapa) e trilha de baixo (Bot ou Bottom, caminho que atravessa a parte de baixo do mapa). Ao centro de cada base está o "ancião", uma construção que deve ser destruída pela equipe adversária para que se ganhe o jogo. O mapa é dividido em duas áreas, sendo que cada área pertence aos Iluminados ou aos Temidos. Os Iluminados ficam localizados no canto sudoeste (canto inferior esquerdo) do mapa, enquanto os Temidos ficam no canto nordeste (canto superior direito). As duas áreas do mapa são divididas por um rio que corre de uma ponta a outra cruzando o caminho central (trilha do meio).[5]

Cada equipe é formado por exatamente 5 personagens, totalizando 10 personagens participantes da partida.

Cada jogador controla um personagem, chamado de "herói", o qual participa dos combates que geralmente acontecem ao longo dessas três trilhas. Baseado em elementos de RPG Eletrônico de Ação, os heróis iniciam no nível 1, podendo chegar até o nível 25. Os heróis avançam de nível conforme ganham pontos de experiência. A cada nível avançado os heróis recebem 1 ponto para ser usado para melhorar suas habilidades especiais ou acrescentar talentos,em níveis específicos. Então, quanto maior o nível do herói melhor são seus talentos e maior será a potência ou utilidade de suas habilidades. Os elementos do jogo são amplamente incorporados do seu antecessor original (Dota), com seu desenvolvedor, IceFrog, sendo o atual e mais antigo desenvolvedor deste.

Desenvolvimento[editar | editar código-fonte]

Dota começou como uma modificação para Warcraft III e cresceu em um dos jogos mais jogados online do mundo. Seguindo a tradição de Counter-Strike, Day of Defeat, Team Fortress, Portal e Alien Swarm, Dota 2 é o resultado da Valve contratar os desenvolvedores da comunidade que construíram o mod e dando-lhes a oportunidade de finalmente construir um produto completo de sua ideia com a ajuda de uma equipe profissional de desenvolvedores e artistas de Valve.

The International[editar | editar código-fonte]

Edição 2014 do The International na Key Arena em Seattle.
Ver artigo principal: The International (Dota 2)

Para entrar no meio competitivo de e-Sports, A Valve cria em 2011 o The International, o Campeonato Mundial de Dota 2. Onde equipes que se destacam durante o ano em outros campeonatos são convidadas. No primeiro TI, a equipe campeã do prêmio de U$ 1.000.000,00 foi a Natus Vincere, equipe ucraniana em cima da Ehome, equipe chinesa.[6] Em 2012, o TI 2 aconteceu no Benaroya Hall, em Seattle, onde o time chinês iG venceu a equipe ucraniana Natus Vincere e se tornou campeã do segundo The International.

No ano de 2013, a competição também aconteceu em Seattle, no entanto, desta vez, a equipe Alliance venceu um dos times favoritos a vencer a competição,a Natus Vincere, que estava jogando pela 3ª vez a final da competição.

O The International 4 (2014) alcançou o (antigo) recorde de premiação em um campeonato de e-Sports, com um prêmio total de $10,927,499, onde $5,026,650 está destinado ao primeiro lugar. O evento principal ocorreu dos dias 18 a 21 de julho na KeyArena, também em Seattle. A final ocorreu entre duas equipes chinesas. A equipe Vici Gaming enfrentou a recém formada Newbee. No modo Bo5 (Best of 5 ou melhor de 5), a equipe Newbee venceu por 3 a 1, tornando-se campeã.

Em 2015, na quinta edição do The International, o prêmio total alcançado foi de $18,429,613, quebrando novamente o recorde de maior prêmio na história do e-Sports. O prêmio foi dividido entre as equipes com as melhores colocações do torneio, dando $6,634,660 para Evil Geniuses, que venceu de 3 a 1 sobre a CDEC Gaming.

Em 2016, na sexta edição do torneio,que novamente bate o recorde com a premiação total de $20,770,460, teve como campeã a equipe chinesa da Wings Gaming, que faturou $9,139,002 ao vencer de 3 a 1 a equipe norte americana da Digital Chaos.

Documentário[editar | editar código-fonte]

Levando até a revelação pública do Dota 2 no The International 2011, a Valve documentou as vidas e histórias de três jogadores profissionais de Dota, Bento "hyhy" Lim, Danil "Dendi" Ishutin , Clinton "Fear" Loomis e o que o torneio sem precedentes significava para eles. Em agosto de 2012, GameTrailers anunciou que a Valve estava desenvolvendo o documentário até então sem nome.[7] Ao longo de Junho de 2013, a Valve conduziu o que descreveram como uma fase particular "teste beta", em que eles convidaram um pequeno número de indivíduos para visitar a empresa sede em Bellevue, Washington, a fim de oferecer primeiras exibições do documentário para a estreia. Quando o convite foi vazado para Kotaku, um blog gamer, o vice-presidente de marketing da Valve, Doug Lombardi, confirmou o desenvolvimento do documentário e revelou que seu nome iria ser "Free to Play".[8] O documentário foi lançado em 19 de março de 2014.

Pré-lançamento[editar | editar código-fonte]

 Recepção
Resenha crítica
Publicação Nota
GameRankings 89.27%[9]
Metacritic 90/100[10]
Pontuação global
Publicação Nota média
Destructoid 10/10[11]
Edge 10/10[12]
Eurogamer 10/10[13]
IGN 100/100[14]
VideoGamer 10/10[15]
Premiações
Premiador Prêmio
IGN People's Choice Award 2011[16]
Best PC Strategy & Tactics Game[17]
Best PC Multiplayer Game[18]
PC Gamer E-Sport of the year[19]
GameTrailers Best PC Game[20]
onGamers Esports Game of the Year 2013[21]
Game Informer Best PC Exclusive[22]
Best Competitive Multiplayer[22]
Best Strategy[22]


Durante o pré-lançamento, a PC Gamer deu seu review no Dota 2 em setembro de 2012 afirmando que "O meta atual é jogar de Shadow Demon na middle lane", dando-lhe uma classificação de 85/100.[23] Em maio de 2013, o Dota 2 chegou a quase 330 mil jogadores simultâneos[24] e detém o recorde para o jogo com mais usuários simultâneos na história da Steam, quebrando seu próprio recorde estabelecido em março do mesmo ano.[25] Simultaneamente com esta referência, que determinou-se que o número de jogadores simultâneos em maio 2013 superou o número de jogadores para o resto dos dez jogos mais jogados da Steam combinados.[26]

Ver também[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Dota 2

Referências

  1. Napolitano, Jayson (23 de agosto de 2011). «Composer Jason Hayes joins audio team at Valve». Destructoid. Cópia arquivada em 10 de julho de 2012 
  2. Greening, Chris. «DOTA 2 adds epic orchestral music pack from Chance Thomas». Game Music Online. Consultado em 12 de setembro de 2014 
  3. «Dota 2 on Steam». Steam. Valve Corporation. Consultado em 19 de julho de 2013 
  4. a b «Dota 2 oficialmente foi lançado no dia 9 de julho». dota2.com. 9 de julho de 2013. Consultado em 9 de julho de 2013 
  5. Yin-Poole, Wesley (27 de Junho de 2014). «Dota 2 – Preview». Eurogamer. Cópia arquivada em 13 de novembro de 2012 
  6. TECHTUDO. ha-us-1-milhao-em-torneio-da-valve.html «The International 2011» Verifique valor |url= (ajuda). GLOBO.COM. Consultado em 26 de junho de 2014 
  7. «DotA 2 – Exclusive Documentary Trailer». GameTrailers. 17 de agosto de 2012. Consultado em 27 de Março de 2014 
  8. Schreier, Jason (5 de junho de 2013). «Valve Is Almost Done With Their Next Movie». Kotaku. Consultado em 27 de Junho de 2014 
  9. «Dota 2». Game Rankings. 16 de julho de 2013. Consultado em 5 de setembro de 2013 
  10. «Dota 2». Metacritic. 16 de julho de 2013. Consultado em 5 de setembro de 2013 
  11. Patrick, Hancock (24 de julho de 2013). «Dota 2». Destructoid. Consultado em 25 de julho de 2013 
  12. «Dota 2 review». Edge Magazine UK. Consultado em 2 de agosto de 2013  |nome1= sem |sobrenome1= em Authors list (ajuda)
  13. Smith, Quintin (16 de julho de 2013). «Dota 2 review». Eurogamer 
  14. Thursten, Chris (7 de agosto de 2013). «Dota 2 review». PC Gamer. Consultado em 7 de agosto de 2013 
  15. McCormick, Rich (26 de julho de 2013). «Dota 2 Review». VideoGamer.com. Consultado em 29 de julho de 2013 
  16. MacDonald, Keza (23 de agosto de 2011). «IGN People's Choice Award: And The Winner Is...». IGN. Cópia arquivada em 5 de novembro de 2012 
  17. «Best PC Strategy & Tactics Game». IGN. 9 de janeiro de 2014 
  18. «Best PC Multiplayer Game». IGN. 9 de janeiro de 2014 
  19. «E-Sport of the year: Dota 2». PC Gamer. 29 de dezembro de 2013 
  20. «Best PC Game». Game Trailers. 30 de dezembro de 2013. Consultado em 31 de dezembro de 2013 
  21. Connors, Cody; Rom, Kim (5 de janeiro de 2014). «2013 onGamers Esports Industry Awards». onGamers 
  22. a b c «Game Informer Best Of 2013 Awards». IGN. 7 de janeiro de 2014. Consultado em 25 de janeiro de 2014 
  23. McCormick, Rich (22 de setembro de 2012). «Dota 2 Review». PC Gamer. Cópia arquivada em 11 de dezembro de 2012 
  24. Lahti, Evan (20 de maio de 2013). «Dota 2 breaks concurrent Steam players record (again)». PC Gamer. Consultado em 27 de Julho de 2014 
  25. Pitcher, Jenna (21 de maio de 2013). «Dota 2 breaks own record for most concurrent users on Steam». Polygon. Consultado em 27 de Julho de 2014 
  26. Peel, Jeremy (24 de maio de 2013). «Dota 2 had more players yesterday than the rest of the Steam top ten put together». PC Games. Consultado em 27 de Julho de 2014 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]