Empresa Paulista de Planejamento Metropolitano

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Empresa Paulista de Planejamento Metropolitano (Emplasa) era uma empresa do governo do estado de São Paulo responsável por todo o planejamento da Região Metropolitana de São Paulo.[1] Foi fundada em 1975.[2] Realizava levantamento de informações, inicialmente na Região Metropolitana de São Paulo, de forma a auxiliar na elaboração de estudos de interesse metropolitano para secretarias de São Paulo (estado). Assim que outras regiões foram criadas, como as regiões metropolitanas da Baixada Santista e de Campinas, a Emplasa também auxiliava nestas regiões.[1]

Em maio de 2019, a Assembleia Legislativa de São Paulo aprovou um projeto para a extinção e fusão de algumas das estatais paulistas. No caso da Emplasa, foi legislada sua extinção, sendo suas funções repassadas para a Secretaria de Governo [3] (Instituto Geográfico e Cartográfico de São Paulo - IGCSP) e Secretaria de Desenvolvimento Regional ambas do Governo do Estado de São Paulo.[4]

Referências

  1. a b Maglio, Ivan (12 de junho de 2019). «Por que desmontar a estrutura da Emplasa?». jornal.usp.br. Jornal da USP. Consultado em 11 de setembro de 2019 
  2. Perfil da administração pública paulista. São Paulo: FUNDAP. p. 357 
  3. «Decreto que reorganiza as atribuições da extinta Emplasa». Governo do Estado de São Paulo. 1 de julho de 2019. Consultado em 1 de janeiro de 2021 
  4. «Assembleia Legislativa aprova projeto de Doria para enxugar estatais». Folha de S.Paulo. 15 de maio de 2019. Consultado em 11 de setembro de 2019 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre uma empresa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.