Evaldo Cruz

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Evaldo
Informações pessoais
Nome completo Evaldo Cruz
Data de nasc. 12 de janeiro de 1945 (73 anos)
Local de nasc. Campos dos Goytacazes (RJ), Brasil
Nacionalidade brasileiro
Destro
Apelido Buda
Porquinho[1]
Informações profissionais
Posição ex-Treinador
ex-Atacante
Clubes de juventude
1958–1960 Americano
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos (golos)
1961–1966
1966–1971
1972–1974
1974–1977
1977
1977
Fluminense
Cruzeiro
ESAB
Cruzeiro
Marília
Deportivo Italia
00022 0000(4)
00000 0000(0)
00000 0000(0)
00296 00(108)
00000 0000(0)
00000 0000(0)
Seleção nacional
1964
1968–1970
Brasil Olímpico
Brasil
00004 0000(2)
00001 0000(1)
Times/Equipas que treinou
1979
1980
1994
1996
1997
América Mineiro
Sport (Juiz de Fora)
Cruzeiro (juvenil)
Mamoré
Atlético Mineiro (juniores)
Medalhas
Jogos Pan-Americanos
Ouro São Paulo 1963 Futebol

Evaldo Cruz (Campos dos Goytacazes, 12 de janeiro de 1945), é um ex-futebolista brasileiro que atuava como atacante. Atualmente, trabalha como comentarista esportivo na TV Alterosa de Belo Horizonte. Se destacou atuando pelo Cruzeiro, de 1966 a 1971, onde fez 296 jogos e marcou 108 gols, e também pelo Fluminense.[2]

Carrreira[editar | editar código-fonte]

Jogador[editar | editar código-fonte]

Evaldo começou sua carreira no infantil do Americano de Campos, sua cidade natal, transferindo-se depois para o Fluminense, onde jogou entre 1962 e o início de 1966, disputando 64 partidas, com 28 vitórias, 16 empates e 20 derrotas, marcando 15 gols,[3] período em que foi convocado algumas vezes para a Seleção Olímpica Brasileira.[1]

Veio do Fluminense para o Cruzeiro, em março de 1966 para reforçar o time na campanha da Taça Brasil em que o Cruzeiro sagrou-se campeão invicto com Evaldo sendo o artilheiro com 7 gols.[2]

Junto a Tostão, Dirceu Lopes, Hilton Oliveira e Piazza, formou uma das maiores linhas de ataque da história do clube que se tornou famosa no Brasil inteiro na marchinha de carnaval composta pelo maestro Jadir Ambrósio que numa frase dizia: "...Rápido e rasteiro como a linha do Cruzeiro!"

Ao todo fez 294 jogos com a camisa do Cruzeiro, onde mais se destacou entre 1966 e 1975 e marcou 111 gols.

Treinador[editar | editar código-fonte]

Como técnico, começou sua carreira no América Mineiro, no início de 1980. Também foi técnico do Sport de Juiz de Fora e, após uma pausa para se dedicar aos negócios, voltou ao Cruzeiro, em 1994, para treinar os juvenis. Em 1996, foi técnico do Mamoré, mas ainda vinculado ao Cruzeiro, no Campeonato Mineiro. Era técnico dos juniores do Atlético em 1997.[4]

Títulos[editar | editar código-fonte]

Como jogador[editar | editar código-fonte]

Fluminense
Cruzeiro
Seleção Brasileira

Referências

  1. a b c «Evaldo… rápido e certeiro atacante do Cruzeiro». Tardes Pacaembu. 5 de dezembro de 2013. Consultado em 30 de setembro de 2018. 
  2. a b «Evaldo... Ex-centroavante do Cruzeiro e Fluminense». Terceiro Tempo. Consultado em 30 de setembro de 2018. 
  3. DE FREITAS LIMA, Ricardo. «Jogadores - Letra E - Evaldo-1966». Fluzão.info. Consultado em 1 de dezembro de 2016. 
  4. «Evaldo se realiza como técnico de jovens carentes». UOL Esporte. 20 de maio de 2008. Consultado em 30 de setembro de 2018. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]