Kathrin Mädler

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Kathrin Mädler
Nascimento 9 de novembro de 1971 (48 anos)
Zwickau
Cidadania Alemanha
Ocupação farmacologista

Kathrin Mädler (Zwickau, 9 de novembro de 1971) é uma farmacologista e diabetologista alemã. Foi de 2014 a 2017 professora da Universidade de Bremen.

Vida[editar | editar código-fonte]

Kathrin Mädler cresceu na Alemanha Oriental e estudou farmácia na Universidade de Viena, onde obteve a Approbation (licença médica) em 1998. Especializou-se em farmácia clínica e obteve um doutorado em 2003 no Hospital Universitário de Zurique, orientada por Marc Donath, com um trabalho sobre diabetologia experimental. Foi depois professora assistente e diretora de grupo de pesquisa no Larry Hillblom Islet Research Center da Universidade da Califórnia em Los Angeles, dirigido por Peter Butler, um centro de pesquisas sobre diabetes. Desde 2008 é diretora do Laboratorium für Molekulare Diabetologie no Zentrum für Biomolekulare Interaktionen da Universidade de Bremen.

Condecorações e críticas[editar | editar código-fonte]

Recebeu o Prêmio Paul Ehrlich e Ludwig Darmstaedter para Jovens Investigadores de 2012.[1]

Em 2014 surgiram pela primeira vez críticas sobre algumas publicações científicas de Mädler do período entre 2002 e 2014.[2] Em 9 de dezembro de 2016 a DFG noticiou ter constatado o mau dolo científico e a retirou seu cargo de professora do Programa Heisenberg.[3] Em julho de 2017 foi noticiado que 20 artigos dos anos entre 2001 a 2014 estavam sobre suspeita.[4]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Precedido por
Stephan Grill
Prêmio Paul Ehrlich e Ludwig Darmstaedter para Jovens Investigadores
2012
Sucedido por
James Poulet