Peter Klaus Vogt

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Peter Klaus Vogt
Nascimento 10 de março de 1932 (87 anos)
Broumov
Cidadania Estados Unidos
Alma mater Universidade de Tubinga, Universidade de Würzburg
Ocupação biólogo molecular, virólogo, professor universitário, geneticista, biólogo
Prêmios Howard Taylor Ricketts Award, Medalha Loeffler Frosch, Prêmio Charles S. Mott
Empregador Universidade do Sul da Califórnia, Universidade de Washington

Peter Klaus Vogt (Broumov, 10 de março de 1932)[1] é um biólogo molecular, virologista e geneticista estadunidense de origem alemã. Trabalha principalmente com retrovirus e oncogene viral e celular.

Vida[editar | editar código-fonte]

Após fugir da zona de ocupação soviética na Alemanha para a Alemanha Ocidental em 1950, estudou biologie na Universidade de Würzburgo. A partir de 1955 trabalhou no Max-Planck-Institut für Virologie em Tübingen em sua tese de doutorado, que defendeu em 1959 na Universidade de Tübingen. Fez depois um pós-doutorado (com Damon Runyon Cancer Research Fellow) no laboratório de Harry Rubin na Universidade da Califórnia em Berkeley e iniciou seu trabalho sobre o vírus do sarcoma de Rous. Em 1962 foi para a Universidade do Colorado em Denver, onde foi inicialmente professor assistente e depois professor associado. De 1967 a 1971 foi professor associado e depois professor de microbiologia na Universidade de Washington em Seattle, sendo em 1971 Hastings-Professor na Universidade do Sul da Califórnia. É desde 1993 professor do Scripps Research Institute em La Jolla.

Recebeu o Prêmio Ernst Jung de 1985, o Prêmio Paul Ehrlich e Ludwig Darmstaedter de 1988,[2] o Prêmio Charles S. Mott de 1991,[3] o Prêmio Szent-Györgyi por Progresso em Pesquisa do Câncer de 2010, a Medalha Loeffler Frosch de 2010,

Vogt é membro de diversas sociedades científicas, dentre as quais a Academia Leopoldina.[4]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Precedido por
Jean-François Borel, Hugh McDevitt e Felix Milgrom
Prêmio Paul Ehrlich e Ludwig Darmstaedter
1988
Sucedido por
Stuart Aaronson, Russell Doolittle e Thomas Graf