Felix Michael Haurowitz

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Felix Michael Haurowitz
Nascimento 1 de março de 1896
Praga
Morte 2 de dezembro de 1987 (91 anos)
Bloomington, Indiana
Nacionalidade Tcheco-estadunidense
Prêmios Prêmio Paul Ehrlich e Ludwig Darmstaedter (1960)
Instituições Universidade Carolina, Universidade de Istambul, Universidade de Indiana Bloomington
Campo(s) Bioquímica

Felix Michael Haurowitz (Praga, 1 de março de 1896Bloomington, Indiana, 2 de dezembro de 1987) foi um bioquímico tcheco-estadunidense.[1]

Vida[editar | editar código-fonte]

Haurowitz foi a partir de 1930 professor de química fisiológica na Universidade Carolina em Praga. Em 1938 passou o verão visitando o biólogo Albert Fischer no Laboratório Carlsberg em Copenhague, quando o Acordo de Munique selou a vitória diplomática de Hitler. Ignorando a Alemanha, Haurowitz viajou de volta à Tchecoslováquia, onde atuou como médico militar. Sua família estava lá, e lembrando das experiências judaicas quando a Áustria foi invadida, estava de malas prontas. A agora "alemã" Karls-Universität despediu seus numerosos funcionários "não-arianos", incluindo Haurowitz. Duas semanas após a ocupação de Praga Felix Haurowitz emigrou com sua família para Istambul e em abril de 1939 tornou-se professor e diretor do Instituto de Química Biológica e Médica da Universidade de Istambul. Em 1948 foi como professor para a Universidade de Indiana Bloomington.

Realizou um trabalho significativo sobre bioquímica de proteínas e o sistema imunológico. Juntamente com Anton Breinl desenvolveu em 1930 uma teoria da formação de anticorpos.

Casou em 1925 com Regina Perutz, uma prima de Max Perutz. Haurowitz trabalhava com hemoglobina desde a década de 1920. Em uma reunião em 1937 com Perutz Haurowitz sugeriu-lhe também lidar mais de perto com a hemoglobina.

Em 1956 foi eleito membro da Academia Leopoldina e recebeu o Prêmio Paul Ehrlich e Ludwig Darmstaedter de 1960. Foi eleito em 1970 membro da Academia de Artes e Ciências dos Estados Unidos e em 1975 da Academia Nacional de Ciências dos Estados Unidos.

Obras[editar | editar código-fonte]

  • Biochemie des Menschen und der Tiere (1925)
  • Fortschritte der Biochemie (1932)
  • Chemistry and Biology of Proteins (1949)
  • Immunochemistry and the Biosynthesis of Antibodies (1950)
  • Biochemistry: an Introductory Textbook. Nova Iorque: J. Wiley & Sons, Inc., 1955.

Referências

Fontes[editar | editar código-fonte]

  • Lexikon der Naturwissenschaftler. Berlim, 2004.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Alois Kernbauer: Felix Haurowitz und Zdenko Stary. Zwei aus Altösterreich stammende Biochemiker von Weltrang und deren Wirken an der deutschen Universität in Prag, in der Türkei und in den USA. In: Türk Tip Tarihi Yilligi. Acta Turcica Historiae Medicinae IV: Verhandlungen des Symposions über die Universitätsreform von Atatürk und die Medizin zu dieser Zeit. 25. Oktober 1996. Hrsg. v. Arslan Terzioglu, Erwin Lucius, Istanbul 1997, S. 59–67.
  • Felix Haurowitz, in: Internationales Biographisches Archiv 51/1980 vom 8. Dezember 1980, no Munzinger-Archiv (Início do artigo com acesso livre)

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Precedido por
Richard Kuhn
Prêmio Paul Ehrlich e Ludwig Darmstaedter
1960
Sucedido por
Albert Hewett Coons, Günther Heymann, Örjan Ouchterlony e Jacques Oudin