Metro de Catânia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book.svg
Este artigo ou secção não cita fontes confiáveis e independentes (desde novembro de 2017). Ajude a inserir referências.
O conteúdo não verificável pode ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Diagrama geográfico do Metro de Catânia

Logo metropolitana di Catania.svg O Metro de Catânia (Metropolitana di Catania) é o sistema de metropolitano que serve a cidade de Catânia na Sicília, Itália. Está em funcionamento desde o dia 27 de Junho de 1999 e consiste apenas numa linha com 8,8 quilômetros de comprimento[1]. A frequência de trens é limitada a um a cada 10 minutos, pois só existe uma via entre as estações de Galatea e Porto.

História[editar | editar código-fonte]

O trecho entre as estações de Borgo e F. S. Stazione Centrale pertencia originalmente à Ferrovia Circumetnea, companhia de trens regionais, e tinha sido construída em 1895. A linha foi convertida à bitola tradicional; o trecho ao longo da costa foi deixado pela superfície, enquanto que a restante da linha foi transformada em túnel. Um outro trecho da linha liga a estação de F. S. Stazione Centrale ao porto da cidade (Porto). Está sendo planeada uma extensão da linha para oeste, a partir da estação Estação Porto, que irá aliviar o tráfego automóvel da cidade e também ligará a cidade ao Aeroporto Catania-Fontanarossa.

Estações[editar | editar código-fonte]

  • Monte Po
  • Fontana
  • Nesima
  • San Nullo
  • Cibali
  • Milo
  • Borgo
  • Giuffrida
  • Italia
  • Galatea
  • Giovanni XXIII
  • Stesicoro


  1. Tartaglia, Andrea. «Metropolitana di Catania». Mobilita Catania