Milton Leite

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Milton Leite
Milton Leite
Nascimento 5 de março de 1959 (55 anos)
São Paulo, São Paulo
Nacionalidade Brasil brasileira
Ocupação jornalista, dublador, locutor
Prêmios Comunique-se e Ford-Aceesp [1]

Milton Rodrigues Leite (São Paulo, 5 de março de 1959) é um jornalista e locutor esportivo brasileiro.[2]

Formado pela ECA-USP, começou sua carreira em 1978 na cidade de Jundiaí e a partir daí, passou por diversos veículos de comunicação entre eles a Rádio Difusora de Jundiaí, Jornal da Cidade, Jornal de Jundiaí, além do jornal O Estado de São Paulo e a rádio Jovem Pan, onde foi apresentador do Show da Manhã.[1]

A carreira no jornalismo esportivo[editar | editar código-fonte]

Milton Leite, embora esconda de seus espectadores, é corinthiano, fato este que não o impede de ser imparcial.[3]

Em 1990, na extinta TV Jovem Pan, Milton Leite estreou como narrador em partidas de futebol. Uma curiosidade é que ao invés de gritar gol, Milton dizia "A Emoção Acontece na Pan", no momento máximo do futebol. Em 1995 foi para a ESPN Brasil da qual foi narrador titular e apresentador do programa "Linha de Passe", participou das coberturas da Copa do Mundo da França e das Olimpíadas de Sidney 2000 e Atenas 2004. Em Abril de 2005 foi contratado pelo SporTV, substituindo Deva Pascovicci. Pelo canal participou dos jogos da Copa do Mundo da Alemanha em 2006, dos Jogos Pan-Americanos de 2007 no Rio de Janeiro, das Olimpíadas de Pequim 2008 e da Copa do Mundo 2010 na África do Sul, onde narrou a grande final da competição entre Espanha e Holanda. No SporTV apresentou os programas Sportv Repórter e o Arena Sportv, durante anos como apresentador reserva na ausência do titular Cleber Machado e assumiu o comando do programa quando o mesmo deixou de apresentar em 2010, revezando a apresentação do programa com Maurício Noriega. Também trabalhou na Rádio Cidade Jundiaí.

Milton Leite também narra jogos para o Premiere Futebol Clube, canal de pay-per-view da Globosat, e também transmissões esportivas da Rede Globo, principalmente entre os anos de 2007 e 2008, onde narrou competições nas manhãs de sábado e domingo e também as finais da Superliga de Vôlei.

É conhecido pelas frases: "Que beleza" que usa para determinar uma jogada mal concluída ou "Meu Deus". Ou ainda na má fase de um clube ou de um jogador ele diz "Que fase". E também pela frase "Olha a batiiiida" que usa para determinar um chute a gol.[4]

Recentemente, passou a dividir com Luís Roberto, Cléber Machado, Rogério Corrêa e Luiz Carlos Júnior as escalas nas transmissões de futebol da TV Globo, onde estreou transmitindo Internacional x Vasco pelo Campeonato Brasileiro, no dia 19 de setembro de 2010.

Em 2011 narrou pela Rede Globo a semifinal entre Barcelona x Real Madrid e a final da Liga dos Campeões da UEFA entre Barcelona x Manchester United. Hoje em dia é considerado por muitos o melhor narrador do Brasil.

A carreira como dublador[editar | editar código-fonte]

A partir de 1999 até 2006, Milton Leite foi o narrador oficial das edições do simulador de futebol FIFA, da EA Sports. Segundo palavras do próprio Milton, para fazer a versão brasileira do game, depende muito mais de ator do que de narrador, pois está apenas lendo os textos, e não vendo as imagens. Esse game de futebol é o único trabalho de Milton Leite na área da dublagem. Na edição 2007 do game, Milton Leite foi substituído pelo também narrador Nivaldo Prieto, da Rede Bandeirantes.[1]

Livros[editar | editar código-fonte]

Milton lançou seu primeiro livro em 2010, às vésperas do início da Copa do Mundo. A obra recebe o título de "As melhores seleções brasileiras de todos os tempos". Seu segundo livro, pela mesma editora, a Contexto, foi "Os 11 maiores centroavantes do futebol brasileiro".

Prêmios[editar | editar código-fonte]

Ganhou por duas vezes os prêmios Comunique-se na categoria Melhor Locutor Esportivo. Prêmio Ford-Aceesp nas categorias Narrador de TV, em 1998, 2000, 2001 e 2010, e Narrador de TV por Assinatura, em 2008, 2009, 2010 e 2011.[1]

Referências

  1. a b c d Portal dos jornalistas, página visitada em 22 de fevereiro de 2014.
  2. Narrador Milton Leite ganha popularidade com seu bom humor, Veja, página visitada em 22 de fevereiro de 2014.
  3. Uol, página visitada em 22 de fevereiro de 2014.
  4. Substituto de Galvão..., Uolesportetv, página visitada em 22 de fevereiro de 2014.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) jornalista é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.