Sérgio Côrtes

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Tenista Sérgio Côrtes
País {{{paisnatal}}}
Residência Santiago
Data de nasc. {{{datadenascimento}}}
Local de nasc. Antofagasta, Chile
Altura 1,70 m (5 ft 7 in)
Profissionalização 1987
Mão destro
Prize money $247,706
Simples
Melhor ranking No. 114 (14 Jun 1993)

Sérgio Cortes, nascido em 11 de janeiro de 1968 na cidade de Antofagasta - Chile, também conhecido por “El Checho” é um ex-jogador profissional de tênis.[1]

É considerado um dos mais importantes tenistas do Chile, ganhando fama no início dos anos 90. Côrtes fez parte da equipe nacional de tênis chileno, sendo o número 1 nas tribunas e totalizando seis participações na Copa Davis.[2][3]

Carreira[editar | editar código-fonte]

Côrtes era um jogador júnior líder na América do Sul, ganhando os campeonatos continentais nos 14s, 16s e 18s faixas etárias.

Ele foi quarto-finalista no Aberto de Genebra de 1989.

Côrtes competiu em apenas um evento de Grand Slam, o US Open 1993, onde alcançou a terceira rodada. Ele derrotou o americano Derrick Rostagno e o holandês Jacco Eltingh, tanto em quatro sets e foi então eliminada em dois sets por Boris Becker. [4]

Em 1993, ele teve uma das melhores vitórias da sua carreira bater quando ele bateu número um do mundo 31 Magnus Larsson no Campeonato Lipton na Flórida

Côrtes fez as quartas-de-final de um torneio ATP Bogotá, ao longo do caminho derrotando Andrei Chesnokov, em seguida, o número um do mundo 40. [5]

Ele apareceu em seis laços para a equipe da Copa Davis Chile, com um recorde de 5-5 em singles e 2-0 em duplas.[6]

Em 2010, em função da sua experiência no campeonato Copa Davis, Sérgio Côrtes foi cogitado para ser o capitão da equipe chilena de tênis em 2011, após o time ter sido eliminado com três derrotas, sendo a última partida contra República Tcheca, na época, sob o comando de Hans Gilmeister.[7][8]

Em 2016, o tenista compareceu à uma partida entre Chile e Colômbia no Centro Recreacional Huayqique apresentando seu novo negócio chamado: uma hamburgueria chamada San Jorge.[3][9][10]

O jogador, que não participa mais de competições desde 2000, dá aulas particulares de tênis e com frequência é convidado para atuar como comentarista em partidas de tênis e eventos do meio.[11][3][12][13][14][15]

Títulos[editar | editar código-fonte]

Singles: (3)[editar | editar código-fonte]

No. Year Tournament Surface Opponent in the final Score in the final
1. 1989 São Paulo, Brazil Clay Argentina Francisco Yunis 6–4, 6–3
2. 1992 Liege, Belgium Clay Bélgica Bart Wuyts 6–7, 6–3, 6–4
3. 1992 Geneva, Suíça Clay Bélgica Filip Dewulf 6–7, 6–2, 6–4

References[editar | editar código-fonte]

  1. «"SERGIO CORTES"». ATP World Tour. Consultado em 14 de novembro de 2016 
  2. «"Ex integrantes de Copa Davis coinciden que Chile debe asumir su actual realidad en el tenis"». emol. Consultado em 14 de Novembro de 2016 
  3. a b c «" El ex N°1 del tenis chileno que ahora vende hamburguesas "». as. Consultado em 14 de Novembro de 2016 
  4. ITF Tennis Profile
  5. ATP World Tour Profile
  6. Davis Cup Profile
  7. «" El ex N°1 del tenis chileno que ahora vende hamburguesas "». cooperativa. Consultado em 14 de Novembro de 2016 
  8. «"República Tcheca vence Chile e avança à semifinal da Copa Davis "». Globo Esporte. Consultado em 14 de Novembro de 2016 
  9. «"Lo que no se vio del inolvidable triunfo de Chile ante Colombia"». Tenis Chile. Consultado em 14 de Novembro de 2016 
  10. «"EX NÚMERO UNO DEL TENIS CHILENO AHORA SE DEDICA A VENDER HAMBURGUESAS"». Ahora Noticias. Consultado em 14 de Novembro de 2016 
  11. «"Sergio Cortés, el mito antofagastino del tenis volvió a las cancha"». ESSTRELLA ANTOFAGASTA. Consultado em 14 de Novembro de 2016 
  12. «"Lecciones para una joven promesa del tenis chileno"». LA TERCERA. Consultado em 14 de Novembro de 2016 
  13. «"Sergio Cortés reconoció que "le encantaría" asumir como capitán del equipo de Copa Davis"». cooperativa. Consultado em 14 de Novembro de 2016 
  14. «"Tenis: Sergio Cortés se quedó con el título del Cachantún Tour de Marbella"». emol. Consultado em 14 de Novembro de 2016 
  15. «"UN PARTIDO DE TENIS SUSPENDIDO POR UN MANÍ"». DXTV. Consultado em 14 de Novembro de 2016