Sérgio Moraes (político)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Sérgio Moraes)
Ir para: navegação, pesquisa
Sérgio Moraes
Deputado Federal pelo Rio Grande do Sul
Período 1 de fevereiro de 2007
até a atualidade
Deputado Estadual do Rio Grande do Sul
Período 1 de fevereiro de 1991
até 1 de abril de 1996
Prefeito de Santa Cruz do Sul
Período 1 de janeiro de 1997
até 1 de janeiro de 2005
Antecessor(a) Edmar Guilherme Hermany[1]
Sucessor(a) José Alberto Wenzel
Vereador de Santa Cruz do Sul
Período 1 de fevereiro de 1982
até 1 de abril de 1990
Dados pessoais
Nascimento 27 de abril de 1958 (59 anos)
Santa Cruz do Sul, Rio Grande do Sul
Cônjuge Kelly Moraes
Partido PTB (1988-atualmente)

Sérgio Ivan Moraes (Santa Cruz do Sul, 27 de abril de 1958[2]) é um político brasileiro, atualmente deputado federal pelo Partido Trabalhista Brasileiro (PTB) do Rio Grande do Sul.

Carreira política[editar | editar código-fonte]

Moraes foi vereador de Santa Cruz do Sul, pelo PMDB, de 1982 a 1988 e de 1989 a 1990. Foi também deputado estadual por duas legislaturas, de 1991 até 1995 e de 1995 até 1996, pelo mesmo partido. Foi eleito duas vezes prefeito de Santa Cruz do Sul, comandando a cidade de 1997 até 2004. Em 2006, foi eleito pela primeira vez para a Câmara dos Deputados pelo Rio Grande do Sul. Foi reeleito em 2010 e em 2014.

Foi casado com a também política Kelly Moraes, ex prefeita de Santa Cruz do Sul, e é pai do deputado estadual Marcelo Moraes.

Em 14 de junho de 2016, apoiou o Deputado Eduardo Cunha votando contra a sua cassação no comitê de ética da Câmara dos Deputados.[3]

Em agosto de 2017 votou pelo arquivamento da denúncia de corrupção passiva do presidente Michel Temer, cujo índice de aprovação era o pior de um presidente desde a ditadura militar. [4][5]

Polêmicas[editar | editar código-fonte]

Declarações[editar | editar código-fonte]

Em 6 de maio de 2009, Sérgio Moraes ficou nacionalmente conhecido ao afirmar em discurso na Câmara dos Deputados a seguinte frase: "Estou me lixando para opinião pública. Até porque parte da opinião pública não acredita no que vocês escrevem. Vocês batem, mas a gente se reelege."[6] Segundo ele próprio, a frase foi dita no momento em que estava sendo "provocado pela imprensa" e foi direcionada para a repórter que o questionou e não para a opinião pública.[7]

Posteriormente, ao ser entrevistado pelo repórter Danilo Gentili do programa Custe o Que Custar (CQC), sobre o fato de defender Edmar Moreira, chamado pela mídia de "Deputado do Castelo"[8], sobre a acusação de ser dono de um prostíbulo no Sul do país e sobre ligar para telessexo com dinheiro público, Moraes respondeu, de acordo com Gentili: "você é um veado. Eu vi você comendo veado."[9] A reportagem foi ao ar, no dia 1 de junho de 2009, e nela o repórter perguntou: - "É verdade que o senhor e o Edmar Moreira vão abrir um bordel no castelo?" E Sérgio Moraes replicou: "Vamos, inclusive já convidei a sua mãe. Estou te reconhecendo: você não é aquele que flagrei beijando um cara nos corredores do Congresso na semana passada?".[10]

Estátua de São João Batista[editar | editar código-fonte]

Em janeiro de 2010, Kelly Moraes, esposa de Sérgio e prefeita de Santa Cruz do Sul, anunciou que o modelo para a estátua de São João Batista que pretendia construir no município, especificamente no alto do morro do distrito de Cerro Alegre, estava pronto. Contudo, o rosto da estátua, projetada para ter a mesma altura do Cristo Redentor e para promover o turismo na região, lembra muito o próprio Sérgio Moraes na opinião de muitos santa-cruzenses e da oposição. O lugar em que a estátua será fixada também gera controvérsia, pois Sérgio Moraes passou sua infância em Cerro Alegre.[11]

Notas e referências

  1. http://www.santacruz.rs.gov.br/index.php?acao=conteudo&menus_site_id=277
  2. Câmara dos Deputados. «Biografia». Consultado em 4 de junho de 2009 
  3. «Por 11 a 9, Conselho de Ética aprova parecer pela cassação de Cunha». Política. 14 de junho de 2016. Consultado em 14 de junho de 2016 
  4. «Doze deputados do RS votam a favor de Temer e 18 contra». Correio do Povo. 2 de agosto de 2017. Consultado em 2 de agosto de 2017 
  5. «Temer tem a pior aprovação desde o fim da ditadura, diz Ibope». Carta Capital. 27 de julho de 2017. Consultado em 2 de agosto de 2017 
  6. Estadão. «Relator quer livrar dono do castelo: Estou me lixando para opinião pública». Consultado em 25 de dezembro de 2009 
  7. R7. «Deputado que se lixa diz que apanhou muito, mas espera mais votos em 2010 depois da polêmica». Consultado em 24 de janeiro de 2010 
  8. Terra. «Ex-relator defende deputado do castelo no Conselho de Ética». Consultado em 4 de junho de 2009 
  9. Terra. «Deputado ofende repórter do 'CQC' em Brasília». Consultado em 4 de junho de 2009 
  10. Veja. «Diálogos edificantes: "CQC" e Sérgio Moraes.». Consultado em 7 de junho de 2009 
  11. Zero Hora. «Projeto de estátua divide Santa Cruz». Consultado em 8 de janeiro de 2010 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre um político brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.