Super Mario 64 DS

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Super Mario 64 DS
Desenvolvedora(s) Nintendo Entertainment Analysis & Development
Publicadora(s) Nintendo
Diretor(es) Shinichi Ikematsu
Produtor(es) Shigeru Miyamoto
Compositor(es) Koji Kondo
Kenta Nagata
Plataforma(s) Nintendo DS
Série Super Mario
Data(s) de lançamento
  • AN 21 de novembro de 2004
  • JP 2 de dezembro de 2004
  • EU 11 de março de 2005
  • AU 24 de fevereiro de 2005
Gênero(s) Plataforma
Modos de jogo Um jogador, Multijogador
Classificação Permitido para todas as idades i CERO (Japão)
Inadequado para menores de 6 anos i ESRB (América do Norte)
Inadequado para menores de 8 anos i OFLCA (Austrália)
Inadequado para menores de 3 anos i PEGI (Europa)

Super Mario 64 DS (スーパーマリオ64DS, Sūpā Mario Rokujūyon Dī Esu?) é um jogo da Nintendo para seu console portátil, o DS. É um remake do jogo Super Mario 64 que revolucionou o seu gênero quando foi lançado para a plataforma Nintendo 64.

Flashback e surpresa[editar | editar código-fonte]

Logo no início muitas mudanças são perceptíveis. Mario não chega sozinho para comer o bolo no castelo da princesa Peach: ele está acompanhado de Luigi e Wario. E o jogador não começa controlando nenhum deles, mas Yoshi, que está dormindo sobre o castelo. Desta vez, a porta de entrada está trancada, e o jogador precisa encontrar uma chave e neste momento o jogo oferece um breve tutorial da função de mapa que é exibido na tela inferior do DS.

Mas as diferenças vão mais longe. O game ganhou algumas fases pequenas e inéditas, 30 estrelas novas e algumas mudanças em sua estrutura. Cada um dos personagens conta com habilidades diferentes, exigindo o uso dos quatro para conseguir todas as estrelas. Mesmo quem conhecia o original de cabeça vai ter alguns momentos com surpresas.

Diferenças da versão do Nintendo 64 para a do Nintendo DS[editar | editar código-fonte]

Super Mario 64 DS oferece três opções diferentes de controle, em contraste com o analógico do 64, mas elas compartilham muito em comum. Primeiro, a função de correr foi mapeada para um dos botões, imitando um controle mais tradicional dos jogos 2D de Mario. Usar o direcional para esquerda e direita faz o personagem andar para o lado, mas com uma rotação mais pronunciada. Finalmente, a tela sensível ao toque do aparelho pode ser usada como um direcional analógico virtual, que é melhor aproveitada usando o "thumb wrist" (aquela luvinha de dedo) que acompanha o portátil, ou a caneta (também chamada de "stylus") acoplada ao game.

A mistura dessas mudanças acaba atrapalhando os jogadores no começo, mas com um pouco de treino acaba recuperando quase toda a jogabilidade do original.

Visualmente, o game traz gráficos melhores em alguns aspectos e piores em outros, os personagens e objetos são mais bem desenhados(mais polígonos), mas em alguns pisos e paredes pode-se notar uns quadriculados na textura (compressão) diferente do Super Mario 64, apesar de ser difícil perceber isso sem uma comparação direta. Ajuda, é claro, o fato da tela do Nintendo DS ser bem menor do que a de uma TV convencional. Apesar de não se equiparar aos visuais dos jogos 3D atuais para consoles, "Super Mario 64 DS" tem uma estética sólida e funcional. A configuração do castelo está diferente. A parte exterior recebeu mais coisas, e o interior ficou mais bonito, além de algumas criaturas terem sido mudadas.

Outra coisa notada é os coelhos que podem ser encontrados em vários locais do castelo, além do Basement. Existem oito estrelas em cada mundo: sete padrões e mais uma, com a missão da coleta de 100 moedas.

Elenco de vozes[editar | editar código-fonte]

Personagem Dublador
Yoshi Kazumi Totaka
Mario Charles Martinet
Peach Leslie Swan
Luigi Charles Martinet
Wario Charles Martinet
Toad Jen Taylor

Minijogos[editar | editar código-fonte]

Escondidos pelo castelo estão diversos coelhos que guardam chaves para um gaveteiro de minigames. Cada um desses muitos passatempos usa a tela sensível do DS de uma maneira diferente. Além disso, "Super Mario 64 DS" oferece uma modalidade multiplayer para quatro pessoas, colocando jogadores à caça de estrelas. A opção só exige um cartão do game e é vagamente divertida, mas um dos aspectos mais fáceis de ignorar do pacote.

"Super Mario 64 DS" é mais do que um remake, mas provavelmente menos do que os fãs poderiam desejar de um novo jogo do herói bigodudo. Quem nunca jogou o original e não tem medo de aprender esse novo método de controle não deve deixar esse clássico passar em branco. Mas apesar das dificuldades, ele é um dos jogos obrigatórios para quem quer uma introdução e apresentação ao DS.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]