T.O.P

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Este é um nome coreano; o nome de família é Choi.
T.O.P
최승현
T.O.P durante concerto 0.TO.10 do Big Bang em Seul, 2016.
Outros nomes Tempo
Nascimento Choi Seung-hyun
4 de novembro de 1987 (31 anos)
Seul, Coreia do Sul
Nacionalidade sul-coreano(a)
Alma mater Universidade Dankook
Ocupação
Período de atividade 2006 – presente
Carreira musical
Gênero(s)
Extensão vocal Baixo[1]
Instrumento(s)
Gravadora(s)
Afiliações
Assinatura
TOP signature.png
Página oficial
ygbigbang.com/top

Choi Seung-hyun (hangul: 최승현; hanja: 崔勝鉉; rr: Choe Seung-hyeon; MR: Ch'oe Sŭnghyŏn; nascido em 4 de novembro de 1987), mais conhecido pelo nome artístico T.O.P (hangul: 탑), é um rapper, cantor, compositor, produtor musical, ator e modelo sul-coreano. Ele apresentava-se como um rapper underground antes de integrar a YG Entertainment como um trainee. Em 2006, conquistou proeminência ao estrear como um membro do grupo Big Bang e mais tarde em sua subunidade de nome GD&TOP. Sua estreia como solista ocorreu em 2010, através do lançamento do single digital "Turn It Up", que foi seguido três anos depois de "Doom Dada" (2013), os singles atingiram as posições de número dois e quatro, respectivamente, na Gaon Digital Chart.

Em 2007, T.O.P realizou sua estreia como ator através do drama coreano I Am Sam (2007), seguido de Iris (2009) e do filme para a televisão Nineteen (2009). No ano seguinte, realizou sua estreia no cinema com o filme 71: Into the Fire (2010), pelo qual recebeu diversos prêmios incluindo o de Melhor Ator Revelação no Blue Dragon Film Awards e no Baeksang Arts Awards. Nos anos seguintes, T.O.P conquistou papéis de destaque nos filmes Commitment (2013), pelo qual recebeu o prêmio de Ator Revelação Asiático do Ano no Busan International Film Festival, Tazza: The Hidden Card (2014) e Out of Control (2018).

Biografia[editar | editar código-fonte]

Infância e adolescência[editar | editar código-fonte]

Nascido e criado em Seul, Coreia do Sul, Choi Seung-hyun adquiriu interesse pelo Hip hop em uma idade jovem.[2] Mais tarde, ele e seu futuro companheiro de grupo, Kwon Ji-yong, tornaram-se "amigos de vizinhança no ensino fundamental" e frequentemente dançavam e faziam rap juntos.[3] Mesmo após Kwon mudar-se e com o posterior afastamento de ambos, ele contatou-o novamente quando a YG Entertainment estava procurando por possíveis candidatos para criar um grupo masculino.[3] Neste período, Choi se apresentava em diversos palcos alternativos em clubes de hip hop[4] e havia se estabelecido como um conhecido rapper underground sob o nome artístico de "Tempo".[5][6] A fim de integrar a YG Entertainment como um trainee, ele e Kwon gravaram diversas demos e enviaram ao CEO Yang Hyun-suk, que mais tarde deu a Choi, a oportunidade de realizar uma audição.[6] Apesar disso ele foi rejeitado pela agência, que o considerou acima do peso para se encaixar na "imagem idealista" de um ídolo.[6] Através do desejo de integrar a mesma como um trainee, Choi perdeu vinte quilos em quarenta dias.[6] Ele comentou sobre o episódio dizendo: "Eu fui para casa e me exercitei muito porque queria me juntar a YG Entertainment".[6] Dessa forma, seis meses depois, ele retornou com o intuito de realizar uma nova audição onde foi bem sucedido e aceito a integrar a mesma como um trainee.

Carreira[editar | editar código-fonte]

2006: Estreia com o Big Bang[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Big Bang

Choi recebeu o nome artístico de T.O.P, vindo do cantor e companheiro de YG Entertaiment, Seven. E ao lado de Kwon (utilizando o nome artístico de G-Dragon), foram pareados com outros quatro trainees (Taeyang, Daesung, Seungri e Hyun-seung) a fim de formar o grupo Big Bang. Sua formação foi transmitida na televisão através de um documentário.[7] Antes de sua estreia oficial, Hyun-seung foi eliminado e o grupo fez sua estreia oficial com cinco membros,[8] tendo T.O.P a função de ser seu rapper principal.

Para sua estreia, o Big Bang lançou três álbuns singles que precederam o lançamento de seu primeiro álbum de estúdio, Big Bang Vol.1 - Since 2007, que incluiu a canção "Big Boy", o primeiro single solo de T.O.P.

2007–2010: Desenvolvimento da carreira solo, atuação e GD&TOP[editar | editar código-fonte]

T.O.P em campanha publicitária de 2009.

Após lançar materiais com o Big Bang e contribuir para o álbum Rush da cantora Lexy em abril de 2007, T.O.P desempenhou uma participação no vídeo musical da canção "Hello" do cantor Red Roc.[9] Posteriormente, ele realizou sua estreia como ator, através do drama de comédia romântica I Am Sam da emissora KBS2.[10] Em 10 de novembro do mesmo ano, tornou-se apresentador do programa Show! Music Core da MBC, onde permaneceu até o mês de abril do ano seguinte. Durante o ano de 2008, realizou colaborações com a cantora Gummy em sua canção "I'm Sorry", com Uhm Jung-Hwa na canção "D.I.S.C.O" e por fim com Zia, em sua canção "I Only See You". T.O.P ainda ingressou na Universidade Dankook, no departamento de Teatro.[11] Durante a maior parte do ano seguinte, o mesmo passou contribuindo com as atividades promocionais do Big Bang, contudo, ele retornou a atuação através do aclamado drama de ação e espionagem Iris (2009), interpretando um antagonista assassino.[12][13] Adicionalmente, um single intitulado "Hallelujah" foi gravado por ele, Taeyang e G-Dragon, a fim de compor sua trilha sonora. Após Iris, T.O.P e seu companheiro de Big Bang, Seungri, atuaram no filme de suspense adolescente Nineteen. A dupla lançou o single "Because" como sua trilha sonora.[14]

Em junho de 2010, T.O.P realizou sua estreia no cinema ao estrelar o filme de guerra 71: Into the Fire, que atingiu um milhão de espectadores em uma semana.[15] Sua atuação de um aluno-soldado na guerra da coreia foi bem recebida, o levando a vencer diversos prêmios de Melhor Ator Revelação em premiações locais.[16] Simultaneamente, ele começou a preparar-se para sua estreia solo musical. Durante o concerto Big Show do Big Bang, realizado em janeiro de 2010, T.O.P executou seu novo single "Turn It Up".[17] Através dele, tornou-se o primeiro artista sul-coreano a ter sua canção lançada mundialmente no iTunes. "Turn It Up" alcançou a primeira posição na Gaon Download Chart[18] e vendeu mais de 1,3 milhão de cópias digitais naquele ano.[19]

No fim do ano de 2010, T.O.P e G-Dragon formaram uma subunidade e lançaram seu álbum de estreia autointitulado GD&TOP.[20] Antes de seu lançamento, a dupla realizou uma apresentação mundial na Times Square de Yeongdeungpo em Seul,[21] que foi transmitido ao vivo pela plataforma de vídeos YouTube.[22] Para sua promoção, os singles "High High", "Oh Yeah" e "Knock Out" foram lançados.[23] Os três singles alcançaram as posições de número três, dois e cinco, respectivamente, na Gaon Digital Chart.[24][25] O álbum foi lançado na véspera de Natal e estreou em número um na Gaon Albums Chart,[26] obtendo uma pré-venda de duzentas mil cópias.[27]

2011–2016: Foco na atuação e outras atividades[editar | editar código-fonte]

T.O.P apresentando-se na turnê Alive Galaxy Tour do Big Bang em 2012.

Durante os anos de 2011 e 2012, T.O.P realizou atividades promocionais como membro do Big Bang. Quando as mesmas encerraram-se, ele voltou a focar-se na atuação estrelando o filme de drama e espionagem Commitment (2013), onde interpretou o filho de um espião norte-coreano.[28][29] Durante as filmagens de uma cena do mesmo, T.O.P feriu sua mão com um fragmento de vidro e precisou realizar uma cirurgia, apesar disso, ele continuou a apresentar-se com o Big Bang, em sua turnê mundial Alive Galaxy Tour.[30] Por seu papel em Commitment, ele venceu o prêmio Rookie do Asia Star Awards, realizado durante o Busan International Film Festival.[31] Ainda no mesmo ano, T.O.P foi destaque juntamente com G-Dragon, na canção "Dancing On My Own", pertencente a edição japonesa do álbum Young Foolish Happy da cantora inglesa Pixie Lott.[32]

Em 2013, T.O.P foi eleito um dos símbolos sexuais mais quentes do ano pela revista Rolling Stone.[33] Em novembro, ele lançou seu segundo single digital de nome "Doom Dada".[34] Mesmo sem apelo comercial e promoções, a canção atingiu a posição de número quatro na Gaon Digital Chart[35] e de número três na estadunidense Billboard World Digital Songs.[36] O single foi executado pela primeira vez ao vivo durante a premiação Mnet Asian Music Awards realizada no mês de novembro em Hong Kong[37] e posteriormente, foi eleita pela revista Dazed como a melhor canção de K-pop do ano de 2013.[38] No ano seguinte, T.O.P estrelou o filme de ação e drama Tazza: The Hidden Card, baseado no manhwa de mesmo nome. Em 2015, ele dedicou-se as atividades promocionais do Big Bang, adicionalmente, fez sua estreia como um designer de móveis através de uma colaboração com a empresa suíça de móveis Vitra,[39] lhe rendendo mais tarde, um prêmio no Prudential Eye Awards.[40] Ainda no mesmo ano, T.O.P voltou a integrar as atividades promocionais do Big Bang e estrelou o web drama de romance Secret Message da CJ E&M, lançado no fim de 2015. Para a sua trilha sonora, ele compôs a canção "Hi Haruka", não lançada comercialmente. No ano seguinte, T.O.P passou a maior parte do ano em turnê e promovendo materiais do Big Bang e realizou as gravações do filme alemão-chinês Out of Control.

2017–presente: Serviço militar obrigatório e controvérsia[editar | editar código-fonte]

T.O.P iniciou seu serviço militar obrigatório em 9 de fevereiro de 2017, como um oficial de polícia recruta,[41] mais tarde em junho, foi anunciado que ele seria processado pelo uso de maconha durante três dias do ano anterior.[42] Ele foi transferido para uma nova divisão da polícia a fim de aguardar o aviso de acusação.[43] Alguns dias depois, T.O.P foi encontrado inconsciente no quartel da polícia, devido a quantidade de medicamento prescrito contra ansiedade a base de benzodiazepina que ingeriu,[44] e foi hospitalizado.[45] No mês seguinte, ele recebeu a sentença final de dois anos de liberdade condicional.[46] Adicionalmente, a Agência de Polícia Metropolitana de Seul revisou sua condição e concluiu que o mesmo não era apto a retomar o serviço em sua posição anterior.[47] T.O.P recebeu o status de reservista pelo Ministério da Defesa Nacional,[48] a fim de completar seu serviço militar obrigatório como funcionário do serviço público.[49]

Em 26 de janeiro de 2018, ele retomou seu serviço militar obrigatório como um funcionário do serviço público no Centro de Artes e Artesanato de Yongsan.[50] T.O.P foi dispensado em 6 de julho de 2019,[51] sua dispensa ocorreu oficialmente dois dias depois.[52]

Características artísticas[editar | editar código-fonte]

Estilo musical e voz[editar | editar código-fonte]

Desde que T.O.P desenvolveu seu interesse musical, ele tem sido influenciado pelo hip hop, tornando o gênero seu principal estilo de música. Seus dois singles digitais, "Turn It Up" e "Doom Dada", são baseados no mesmo,[53] com o último atraindo aclamação da crítica por seus "ritmos líricos convidativos e alienantes", levando-o a ser considerado como a principal liderança da evolução do K-pop pela revista Dazed.[38] Enquanto trabalhava em materiais com G-Dragon para sua subunidade, a dupla experimentou estilos musicais diferentes na tentativa de criar seu próprio estilo,[54] o que a levou para um som majoritariamente de hip hop.[54] Ademais, T.O.P inclui em suas preferências musicais a música clássica e músicos como a banda de rock inglesa Pink Floyd.[55] Ele considera seu papel como músico, como sendo uma grande influência em tornar-se mais emocional em seu trabalho de atuação. Em sua atividade como compositor, T.O.P é conhecido por editar suas letras inúmeras vezes, além disso desenha inspirações de "coisas que não falam. [De] objetos bonitos em vez de pessoas" neste processo.[55]

T.O.P possui um timbre grave de rap, o que o colunista Jeff Benjamin da Billboard, observou como sendo bem conhecido.[1] Para Tamar Herman também escrevendo para a Billboard, o rap de TOP é "uma parte essencial" no som de seu grupo e acrescenta que ele tende a oferecer um "tom confiante, quase zombeteiro" ao mesmo.[1] Já Adrienne Stanley do website KpopStarz, elogia-o por sua "velocidade e precisão" ao entregar suas linhas de rap.[31]

Filantropia[editar | editar código-fonte]

Ao longo de sua carreira, T.O.P tem apoiado organizações e ações de caridade. Em agosto de 2014, ele juntou-se ao Ice Bucket Challenge, uma campanha internacional criada para conscientização e desenvolvimento de tratamento médico para a doença de Lou Gehrig, também conhecida como Esclerose lateral amiotrófica (ELA). T.O.P realizou uma doação para a Seungil Hope Foundation, uma organização sem fins lucrativos coreana que promove auxílio aos portadores da doença.[56][57] Em outubro de 2016, ele realizou uma parceria com a casa de leilões britânica Sotheby's, para curadoria de uma coleção de arte contemporânea, como parte de um leilão de caridade especial da Sotheby's em Hong Kong. Nomeado como #TTTOP, o leilão disponibilizou um conjunto de 28 obras de artistas asiáticos e ocidentais. Parte de seus lucros foram doados a organização Asian Cultural Council (ACC), a fim de apoiar artistas asiáticos emergentes e arrecadou o equivalente a mais de HK$135 milhões de dólares.[58][59]

Fãs de T.O.P também realizam ações de filantropia, na ocasião de seu aniversário, fãs de quatro países da Ásia doaram 11 milhões de wones (equivalente a $9.900 mil dólares) em seu nome a Yongsan Welfare Foundation, em 4 de novembro de 2018, com a finalidade de auxiliar os menos afortunados.[60][61]

Discografia[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Discografia de T.O.P
Álbum de estúdio

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Filmes[editar | editar código-fonte]

Ano Título Papel Notas
2008 Story of Men Ele mesmo Participação especial
2009 Nineteen Seo Jeong-hun Protagonista
2010 71: Into the Fire Oh Jang-beom Protagonista
2011 Iris the Movie Vick Adaptação em filme do drama Iris
2013 Commitment Lee Myeong-hoon / Kang Dae-ho Protagonista
2014 Tazza: The Hidden Card Ham Dae-gil Protagonista
2016 Big Bang Made Ele mesmo Documentário
2017 Out of Control[62] Tom Young Protagonista

Televisão[editar | editar código-fonte]

Ano Título Papel Rede
2007 I Am Sam Chae Mu-sin KBS2
2009 Iris Vick KBS2
2010 Haru: An Unforgettable Day In Korea Ele mesmo
-
2015 Secret Message Woo-hyun CJ E&M 

Programas de variedades[editar | editar código-fonte]

Ano Rede Título Função Notas
2007-2008 MBC Show! Music Core Apresentador com Sohee e Sunye
2008 MBC Come to Play Convidado com G-Dragon
SBS Kim Jung-eun's Chocolate Convidado episódio 2, com Sung Si-kyung, Gummy e outros
2009 SBS Family Outing Convidado episódios 34 e 35
2011 KBS Star Date Convidado com G-Dragon
SBS Night After Night Convidado
Kim Jung Eun's Chocolate Convidado episódio 130, com G-Dragon
2013 Running Man Convidado episódio 170, com Kim Yoo-jung,

Aparições em vídeos musicais[editar | editar código-fonte]

Ano Título da canção Artista
2007 "Hello" Red Roc
2008 "I'm Sorry" Gummy
"D.I.S.C.O" Uhm Jung-hwa
"Only Look at Me" Taeyang
2011 "I'm Sorry" (versão japonesa) Gummy

Prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Ano Prêmio Categoria Trabalho indicado Resultado Ref.
2009 KBS Drama Awards Melhor Ator Revelação Iris Indicado [63]
2010 Grand Bell Awards Popularidade Hallyu 71: Into the Fire Venceu [64]
Melhor Ator Revelação Indicado [65]
Korean Film Awards Melhor Ator Revelação Indicado [66]
Style Icon Awards Novo Icone (Filme)  Venceu [67]
Blue Dragon Film Awards Melhor Ator Revelação Venceu [68]
Popularidade Venceu
Max Movie Award Melhor Ator Revelação Venceu [69]
Asian Film Awards Melhor Ator Revelação Indicado [70]
2011 Baeksang Arts Awards Melhor Ator Revelação Venceu [71]
Popularidade Venceu
2013 BIFF Asia Star Awards Rookie Commitment Venceu [72]
2014 Baeksang Arts Awards Popularidade Indicado [73]
Singapore Entertainment Awards Vídeo de K-pop Mais Popular "Doom Dada" Indicado [74]
Rhythmer Awards Canção do Ano de Hip Hop Indicado [75]
2015 Prudential Eye Awards Cultura Visual Ele mesmo Venceu [40]
Grand Bell Awards Popularidade Tazza: The Hidden Card Indicado [76]

Vitórias em programas de música[editar | editar código-fonte]

Inkigayo da SBS[editar | editar código-fonte]

Ano Data Canção
2010 6 de abril "I'm Sorry" (com Gummy)
13 de abril
2011 9 de janeiro "High High" (GD&TOP)

M! Countdown da Mnet[editar | editar código-fonte]

Ano Data Canção
2010 30 de dezembro "Oh Yeah" (GD&TOP)
2011 6 de janeiro "High High" (GD&TOP)
2015 20 de agosto "Zutter" (GD&TOP)

Referências

  1. a b c Benjamin, Jeff. «BIGBANG in America: Behind the Scenes With the K-Pop Boy Wonders». Billboard. Consultado em 16 de novembro de 2012 
  2. Kwon, Hye-jung (11 de novembro de 2013). «| 최승현 "나는 외로워야 하는 사람인 것 같다"(인터뷰)텐아시아» (em coreano). 10 Asia. Consultado em 22 de maio de 2017 
  3. a b 新스타고백지드래곤⑤아이돌그룹 활동, 망설였다 (em coreano). Asiae News. 2 de fevereiro de 2010. Consultado em 4 de fevereiro de 2010 
  4. Chung Ah-young (13 de fevereiro de 2009). «Big Bang Reveals Self-Fulfilment Strategies». The Korea Times. Consultado em 22 de maio de 2017 
  5. «CRAZY FOR K-POP» (em inglês). marksablan.com (Philippine Daily Inquirer). 24 de julho de 2009. Consultado em 4 de fevereiro de 2010 
  6. a b c d e «新스타고백지드래곤⑥'빅뱅' 별명은 '어떡해'였죠» (em coreano). Asiae News. 3 de fevereiro de 2010. Consultado em 4 de fevereiro de 2010 
  7. «Big Bang». KBS World. Consultado em 15 de janeiro de 2016 
  8. (em coreano) «'준비된 그룹' 빅뱅, 대폭발 예고». Sports Chosun. 7 de julho de 2006. Consultado em 15 de janeiro de 2010 
  9. (em coreano)«빅뱅 8월 신보 발매, 태양 솔로 데뷔는 미정». Newsen. 18 de julho de 2007. Consultado em 4 de fevereiro de 2010 
  10. (em coreano)«Choi Seung Hyun YG Profile» (em coreano). YG Entertainment. Consultado em 26 de maio de 2009 
  11. «탑(T.O.P), 단국대 입학 증명사진 화제» (em coreano). Etoday. 12 de janeiro de 2010. Consultado em 13 de janeiro de 2012 
  12. Chung Kang, Hyun (26 de novembro de 2009). «New drama finds a gripping formula for success». Joongang Daily. Consultado em 3 de dezembro de 2009 
  13. Han Sang, Hee (24 de maio de 2009). «'Iris' to Bring Spy Story to Small Screen». The Korea Times. Consultado em 3 de dezembro de 2009 
  14. «Big Bang duo star in murder movie». JoongAng Daily. 22 de maio de 2009. Consultado em 3 de dezembro de 2009 
  15. Yim, Seung-hye (5 de fevereiro de 2010). «Actor Kwon Sang-woo injured while filming fight». JoongAng Daily. Consultado em 5 de fevereiro de 2010 
  16. Hicap, Jonathan M. (30 de outubro de 2010). «'Poetry' wins best film at 47th Daejong Film Awards». Manila Bulletin. Manila Bulletin Publishing. Consultado em 22 de maio de 2017. Arquivado do original em 18 de novembro de 2010 
  17. (em coreano)«빅뱅 탑 콘서트서 첫 솔로곡 뮤비 깜짝 공개 '올 상반기 활동'». Newsen. 31 de janeiro de 2010. Consultado em 5 de fevereiro de 2010 
  18. «2010년 27주차 Download Chart». Gaon Chart. Consultado em 11 de fevereiro de 2017 
  19. «Gaon Download Chart 2010». Gaon Chart. Cópia arquivada em 28 de fevereiro de 2014 
  20. «G-Dragon and Top to Release Duet Album in December». KBS Global. 30 de novembro de 2010. Consultado em 20 de janeiro de 2011. Arquivado do original em 1 de setembro de 2012 
  21. Kim, Jessica (15 de dezembro de 2010). «Big Bang T.O.P, G-Dragon pose at album showcase». 10asia. Consultado em 20 de janeiro de 2011. Arquivado do original em 11 de junho de 2011 
  22. Kim, Jessica (15 de dezembro de 2010). «G-Dragon and T.O.P hold world premiere showcase for duo unit». 10asia. Consultado em 20 de janeiro de 2011. Arquivado do original em 22 de julho de 2011 
  23. Kim, Jessica (24 de dezembro de 2010). «Big Bang unit G-Dragon and T.O.P release third title track». 10asia. Consultado em 20 de janeiro de 2011. Arquivado do original em 5 de janeiro de 2011 
  24. «2011년 01주차 Digital Chart» (em coreano). Gaon Chart. Consultado em 18 de fevereiro de 2017. Cópia arquivada em 4 de março de 2016 
  25. «2011년 02주차 Digital Chart» (em coreano). Gaon Chart. Consultado em 18 de fevereiro de 2017. Cópia arquivada em 4 de março de 2016 
  26. «Gaon Chart Search: GD&TOP» (em coreano). Korea Music Content Industry Association. Consultado em 31 de outubro de 2010 
  27. «'발매 D-2' GD·탑 유닛 첫앨범, 선주문만 '20만장' (GD&TOP's album receives 200,000 pre-orders)» (em coreano). Daum. Consultado em 23 de janeiro de 2011 
  28. «Big Bang's T.O.P. and Jo Sung Ha Confirmed for "Alumni"». Soompi. Consultado em 12 de junho de 2012 
  29. «Kim Yoo Jung to Play T.O.P's Younger Sister in New Movie». Soompi. Consultado em 26 de junho de 2012 
  30. «T.O.P suffers an injury while filming for movie Alumnus». Allkpop. Consultado em 11 de novembro de 2013 
  31. a b Stanley, Adrienne (4 de novembro de 2014). «Five Reasons Big Bang T.O.P Is One Of The Most Awesome K-Pop Idols». KpopStarz. Consultado em 18 de maio de 2017 
  32. «GD&TOP to feature in English singer Pixie Lott's new Japanese release». Allkpop. Consultado em 8 de março de 2012 
  33. «2013's Hottest Sex Symbols». RollingStone. Consultado em 17 de dezembro de 2013 
  34. «'YG Music' DOOM DADA». Genie. Consultado em 15 de novembro de 2013 
  35. «2013년 48주차 Digital Chart». Gaon Chart. Consultado em 11 de fevereiro de 2017 
  36. «World Digital Songs». Billboard. 30 de novembro de 2013. Consultado em 20 de janeiro de 2017 
  37. «Performances from the '2013 MAMA'!». AllKpop. Consultado em 22 de novembro de 2013 
  38. a b Glasby, Taylor. «Top ten K-Pop of 2013». Dazed. Consultado em 8 de setembro de 2016 
  39. «T.O.P to Debut as Furniture Designer in 2015 in Collaboration with Switzerland-based Brand VITRA». YGUnited. Consultado em 21 de janeiro de 2015. Arquivado do original em 24 de janeiro de 2015 
  40. a b «Big Bang's T.O.P awarded Visual Culture Award for his artistic interests from 'Prudential Eye Awards'». Allkpop. Consultado em 21 de janeiro de 2015 
  41. «빅뱅 탑·JYJ 김준수, 9일 나란히 논산훈련소 입소..의경 복무» (em coreano). The Korea Times. 9 de fevereiro de 2017. Consultado em 18 de fevereiro de 2017 
  42. «Big Bang's T.O.P pleads guilty to pot charges». The Jakarta Post. 30 de junho de 2017. Consultado em 19 de julho de 2017 
  43. Jun, R (5 de junho de 2017). «BIGBANG's T.O.P To Be Dismissed From Duty For Duration of Prosecution». Soompi. Consultado em 8 de junho de 2017 
  44. «Medical expert comments on T.O.P's benzodiazepine overdose». Allkpop. Consultado em 9 de junho de 2017 
  45. «BIGBANG's T.O.P hospitalized for drug overdose». YonhapNews. 6 de junho de 2017. Consultado em 6 de junho de 2017 
  46. Riddhiman Mukhopadhyay (20 de julho de 2017). «Rapper T.O.P sentenced at final trial: Apologizes to fans for his actions». International Business Times. Consultado em 21 de julho de 2017 
  47. «빅뱅 탑, 재복무심사에서 부적합 결론… 의경신분 박탈» [Big Bang top is inadequate in re-examination ... Deprivation of state] (em coreano). Sports Chosun. 31 de julho de 2017. Consultado em 1 de agosto de 2017 
  48. Lee Young-jae (28 de agosto de 2017). «'대마초 흡연' 빅뱅 탑, 의경에서 사회복무 요원 됐다» (em coreano). Korea JoongAng Daily. Consultado em 29 de agosto de 2017 
  49. Kim Ji-heon (28 de agosto de 2017). «'대마초' 빅뱅 탑, 오늘 의경 전역…사회복무요원으로 근무» (em coreano). Yonhap News Agency. Consultado em 29 de agosto de 2017 
  50. «BIGBANG's T.O.P to resume military duty at Yongsan Ward». Yonhap News Agency. 4 de janeiro de 2018. Consultado em 8 de janeiro de 2018 
  51. «BIGBANG's T.O.P released from military service». Yonhap News Agency (em inglês). 6 de julho de 2019. Consultado em 6 de julho de 2019 
  52. «탑 최승현 소집해제…용산구청 "7월 8일 복무 끝, 병가 논란 관련無"» (em coreano). MBC Sports Plus. 21 de maio de 2019. Consultado em 8 de julho de 2019 
  53. «BIG BANG'S < T.O.P > TURNS UP THE HEAT ON ITUNES HIP-HOP/RAP SINGLES CHARTS WORLDWIDE». DFSB Kollective. 22 de junho de 2010. Consultado em 2 de fevereiro de 2017 
  54. a b Kim, Jessica (15 de dezembro de 2010). «G-Dragon and T.O.P hold world premiere showcase for duo unit». 10asia. Consultado em 20 de janeiro de 2011. Arquivado do original em 22 de julho de 2011 
  55. a b «T.O.P'S INTERVIEW WITH ESQUIRE: "MAD TO BE NORMAL" (MAY 2015)». IMagazine via BigBang Updates. Consultado em 4 de dezembro de 2017. Arquivado do original em 9 de agosto de 2017 
  56. «빅뱅 탑 태양, GD 이어 아이스버킷 챌린지 동참 "기부하겠다"» (em coreano). Newsen. 24 de agosto de 2014. Consultado em 30 de novembro de 2018 
  57. «T.O.P - ALS Ice Bucket Challenge». BIGBANG Facebook. 23 de agosto de 2014. Consultado em 30 de novembro de 2018 
  58. «#TTTOP». Sotheby's. 3 de outubro de 2016. Consultado em 18 de fevereiro de 2017 
  59. «Sotheby's eyes a new generation with K-pop icon T.O.P». CNN Style. 7 de outubro de 2016. Consultado em 18 de fevereiro de 2017 
  60. «빅뱅 탑 4개국 팬 연합, 용산복지재단에 1천만원 기부» (em coreano). Naver. 5 de novembro de 2018. Consultado em 30 de novembro de 2018 
  61. Lim Jeong-yeo (5 de novembro de 2018). «Big Bang T.O.P's fans from 4 countries donate 11m won». The Jakarta Post. Consultado em 30 de novembro de 2018 
  62. «BigBang T.O.P to star in a Chinese Movie». NewsEveryday. 6 de abril de 2016 
  63. «2009 KBS Drama Awards [2009 KBS 연기대상]» (em coreano). Korean Broadcasting System 
  64. [아츠포토] '시' 윤정희-이창동감독, '대종상영화제' 참석 (em coreano). Arts News. Outubro de 2010. Consultado em 23 de fevereiro de 2011 
  65. «47th Grand Bell Awards». dramabeans. 29 de outubro de 2010. Consultado em 10 de maio de 2016 
  66. «8th Korea Film Awards» (em coreano). MBC. 10 de novembro de 2010. Consultado em 23 de fevereiro de 2011 
  67. Han, Jiyoung (18 de novembro de 2010). 올해 스타일아이콘 어워즈, 이병헌-소지섭-신민아 엣지있는 이유는?(종합) (em coreano). Newsen. Consultado em 23 de fevereiro de 2011 
  68. 제 31회 / 의형제 (쇼박스㈜미디어플렉스, 루비콘픽쳐스㈜, ㈜다세포클럽) (em coreano). Blue Dragon Film Awards. 27 de novembro de 2010. Consultado em 23 de fevereiro de 2011 [ligação inativa]
  69. 제8회 맥스무비 최고의 영화상 [Top of the 8th Max Movie Awards] (em coreano). Consultado em 31 de março de 2011 
  70. «5th AFA Nominees & Winners by Nominees» (em coreano). Consultado em 31 de março de 2011. Arquivado do original em 22 de janeiro de 2013 
  71. «Winners of 47th Baeksang Award». Allkpop. 26 de maio de 2011. Consultado em 22 de maio de 2017 
  72. «T.O.P becomes the only Korean celebrity to be awarded at BIFF's 'Asia Star Awards'». Big Bang Updates. 6 de outubro de 2013. Consultado em 6 de outubro de 2013. Arquivado do original em 6 de outubro de 2013 
  73. «Nominees announced for Baeksang Arts Awards». Dramabeans. 28 de abril de 2014 
  74. «Singapore Entertainment Awards 2014 - Most Popular Categories» (PDF). Singapore Entertainment Awards. Consultado em 11 de setembro de 2016. Arquivado do original (PDF) em 12 de setembro de 2014 
  75. «제3회 리드머 어워드(3rd RHYTHMER AWARDS) 수상결과». Rhythmer Awards. 18 de março de 2013. Consultado em 11 de setembro de 2016 
  76. «52nd Daejong Film Awards (Grand Bell Awards) 2015 Nominees». Hancinema. 15 de novembro de 2015 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre T.O.P