G-Dragon

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Este é um nome coreano; o nome de família é Kwon
G-Dragon
지드래곤
G-Dragon em 2012
Informação geral
Nome completo Kwon Ji Yong (권지용)
Também conhecido(a) como GD
Nascimento 18 de agosto de 1988 (28 anos) (Idade Coreana)
Local de nascimento Seoul
 Coreia do Sul
Gênero(s) Hip-hop, K-Pop
Ocupação(ões) Rapper, cantor, compositor, produtor musical, dançarino, modelo, designer
Período em atividade 2001–presente
Gravadora(s) YG Entertainment
Afiliação(ões) Big Bang, Flo Rida, Pixie Lott, Taeyang, Missy Elliot, Sky Ferreira, Diplo, Baauer, CL.
Página oficial ygbigbang.com/gdragon/
G-Dragon signature.png

Kwon Ji Yong (Hangul: 권지용, nascido em Seul, em 18 de Agosto de 1988), também conhecido por seu nome artístico G-DRAGON (Hangul: 지드래곤), é um cantor, compositor, produtor e modelo sul coreano.

Passou a ser trainee da YG Enterteinment, e após 6 anos, debutou oficialmente como líder e um dos dois rappers do grupo sul coreano de hip-hop, Big Bang. Desde o debut, G-Dragon está envolvido com a produção de seus álbuns: ele compôs e escreveu várias faixas, incluindo "Lies", "Last Farewell" e "Haru Haru".

Em 2009 G-Dragon lançou seu primeiro álbum solo, Heartbreaker, que produziu o single número um de mesmo nome. O álbum se tornou um dos álbuns mais bem sucedidos do ano, acumulando vendas de mais de 200.000 cópias e ganhou o Mnet Asian Music Awards para Álbum do Ano. Heartbreaker também provocou grandes controvérsias para o artista, incluindo acusações de plágio. Depois de quase um ano de hiato, G-Dragon e seu colega de banda, T.O.P colaboraram para a gravação e lançamento do álbum GD&TOP em 2010. Do álbum foram lançados três singles: "High High", "Oh Yeah" e "Knock Out", os quais ficaram nas três primeiras posições do gráfico Gaon, com "High High" que se tornou um líder de paradas. Em 2012, G-Dragon lançou seu primeiro EP, "One of a Kind", com singles de sucesso com "One of a Kind", "Crayon", e "That XX". Em 2013, lançou seu segundo álbum de estúdio Coup D'Etat.

Ele é o único homem escolhido como uma das "50 Reasons Why Seoul is the Best City" pela CNN.[1]

Em abril de 2013, G-Dragon lançou uma nova música, '미치 GO', por meio do aplicativo de mensagens LINE. G-Dragon se tornou o segundo membro do Big Bang a fazer uma estréia solo no Japão depois da turnê solo de seu colega Daesung em fevereiro. G-Dragon embarcou em sua primeira turnê mundial como artista solo, que incluiu uma visita de quatro cúpula no Japão.[2]

Carreira[editar | editar código-fonte]

1998-2009: Antes da fama e debut com o Big Bang[editar | editar código-fonte]

Nascido e criado em Seoul, Coréia do Sul, Kwon começou sua carreira com oito anos como parte do grupo chamado Little  Roora.[3] Depois de lançar um álbum de Natal, o contrato do grupo foi cancelado pela gravadora, o que Kwon descreveu como "chocante." Apesar de ter jurado para sua mãe que ele "não o faria [tornar-se cantor] novamente", Kwon foi descoberto pela SM Entertainment quando estava em uma viagem de ski com sua família.[4] Ele foi estagiário da gravadora por cinco anos (8-13 anos de idade), com especialização em dança antes de deixar-la, como estava incerto sobre o que queria fazer.[3]

Na terceira série, Jiyong foi apresentado ao grupo de rap americano Wu-Tang Clan por um amigo. Inspirado por sua música, ele desenvolveu um interesse em rap e começou a ter aulas.[3] Under People Crew's[5] Ainda menor de idade ele se juntou no lançamento do álbum Korean Hip-Hop Flex em 2001. Mesmo que ele escrevesse suas próprias letras para suas músicas, ele admitiu que seu "Inglês era ruim e a história por trás das letras eram a mesma velha história, algo como ‘Sou jovem, mas sou o melhor’".[3] Kwon Jiyong despertou o interesse de Sean do duo de hip-hop Jinusean da YG Entertainment, que mais tarde recomendou-o a CEO Yang Hyun Suk. Depois de assinar um contrato com a gravadora. Kwon Jiyong passou o primeiro ano na limpeza do estúdio para os outros artistas da gravadora e buscá-los garrafas de água durante a prática de dança.[3] Ele e outro estagiário Dong Young-bae, inicialmente previst para estrearem como o duo de hip-hop GDYB, com ele escolheu o nome artístico de G-Dragon ("Ji" é pronunciado como "G", e Yong é coreano para Dragon).[4] Depois de seis anos de treinamento, Kwon fez várias aparições de destaque em álbuns de outros artistas e até mesmo lançou vários singles com Dong Young-bae, sob o nome de "GDYB". G-Dragon fez sua estréia oficial como líder do grupo Big Bang em 2006, após seis anos de treinamento sob a YG Entertainment, com Dong Youngbae (que escolheu o nome artístico Taeyang) e outros três membros (TOP, Daesung, Seungri).

A formação do grupo foi documentada na televisão,[6] e embora houvesse inicialmente seis membros, um foi descartado antes da estreia oficial.[4] O grupo debutou com sucesso, com seu primeiro single com vendas acima de 40.000 cópias.[7] Isso levou vários singles à transmissões em rádios, incluindo "La La La", "We Belong Together" e "Forever with You" com a companheira de selo, Park Bom. O álbum também incluía o primeiro solo de G-Dragon, um cover do grupo de rock alternativo americano Maroon 5, This Love.[6] Seguindo o lançamento do mini-álbum Always, em 2007, G-Dragon começou a se envolver mais com a produção dos álbuns do grupo.[8] Always possui várias músicas compostas por ele, incluindo o single principal "Lies" (em coreano: 거짓말; "Geojitmal"), que se tornou o hit número um do grupo. Os próximos mini-álbuns seguiram os passos do antecessor: Hot Issue foi guiado por "Last Farewell" (em coreano: 마지막 인사; "Majimak Insa"), enquanto Stand Up estourou com "Day By Day" (em coreano: 하루하루; "Haru Haru"); ambos singles foram sucesso nas paradas.[9] [10]

2009—2011: Carreira solo, Heartbreaker,GD & TOP[editar | editar código-fonte]

Além do Big Bang, G-Dragon também fez várias performances solo. Depois de ajudar a produzir o mini-álbum de estreia de Taeyang, ele gravou sua própria versão do single principal do álbum, "Only Look At Me" (em coreano: 나만바라봐; "Naman Barabwa"), intitulado como "Only Look At Me Part 2". O single foi lançado digitalmente. Junto com Taeyang e T.O.P, G-Dragon participou na música "Super Fly" de Lexy, para seu álbum Rush. Em maio de 2009, ele colaborou com a boyband japonesa W-inds, para seu single "Rain is Falling/Hybrid Dream".[11] [12]

Depois de Taeyang ter feito seu debut solo, G-Dragon lançou seu primeiro álbum solo, Heartbreaker, contando com algumas participações especiais, incluindo Teddy do 1TYM, Taeyang, S-Kush e CL e Dara do 2NE1. Inicialmente agendado para ser lançado em abril, o álbum foi adiado para agosto[13] para coincidir com seu 21º aniversário (22º na Coreia).[14] O álbum marcou uma mudança na aparência de G-Dragon, com seu cabelo loiro platinado para se adequar ao conceito. Impulsionado pelo single principal de mesmo nome, uma canção pop-eletrônica, o álbum vendeu mais de 200.000 cópias[15] [16] e ganhou o prêmio de Álbum do Ano de 2009 no Mnet Asian Music Awards.[17] O segundo single, "Breathe", ficou entre os 20 primeiros singles no rank[18] , enquanto suas outras músicas – "The Leaders", "A Boy", "Hello" e "She’s Gone" – foram para o topo de vários ranks antes de seus lançamentos.[19] G-Dragon foi acusado de plágio pela Sony Music, com suas músicas "Heartbreaker" e "Butterfly" que eram similares a "Right Round" de Flo Rida e "She’s Electric" do Oasis, respectivamente.[20] [21] However, EMI, the record label that distributed "Right Round" said that they saw no similarities between these two songs.[22] Em 6 de março de 2010, a YG anunciou que eles pessoalmente contataram os representantes de Flo Rida pedindo para que ele participasse do álbum live de G-Dragon, Shine a Light, e Flo Rida aceitou.[23] Em apoiio ao seu álbum, G-Dragon fez seu primeiro show solo no Parque Olímpico de Seul em dezembro de 2009. Intitulado Shine a Light, o nome do show foi obtido a partir da letra de sua canção "A Boy".[24] O concerto gerou polêmicas por cenas com conteúdo sugestivo e obscenidade.[25] [26] O Ministro coreano da Saúde, Bem-estar e Assuntos da Família pediu para procuradores do governo investigarem se G-Dragon ou a YG teriam violado as leis com as performances obscenas no concerto.[27] [28] Ele foi declarado inocente e foi absolvido de todas as acusações em 15 de março de 2010.[29]

G-Dragon com T.O.P em uma sessão promocional para GD & TOP
G-Dragon na Alive World Tour em setembro de 2012.

Em novembro de 2010, a YG anunciou que G-Dragon e seu companheiro de grupo T.O.P lançariam um álbum juntos.[30] Antes do lançamento do álbum, G-Dragon e T.O.P realizaram uma primeira apresentação mundial para o álbum na Times Square em Yeongdeungpo de Seul, Coreia do Sul,[31] que também foi transmitida ao vivo no YouTube.[1] Para promover o álbum, eles lançaram três singles: "High High", "Oh Yeah" e "Knock Out"."[32] Os três singles foram lançados antes do álbum. Os singles foram sucessos comerciais: "High High" liderou as paradas,[33] "Oh Yeah" teve pico de segundo lugar e "Knock Out" teve pico de terceiro lugar.[34] [35] O álbum foi lançado na véspera de Natal e estreou no número um na parada Gaon,[36] com pré-encomendas de 200.000 cópias,[37] eventualmente, superando 130 mil cópias vendidas.

Com uma colaboração com Park Myeong-su, eles criaram um dueto chamado GG para o Infinite Challenge Seohae Ahn Highway Song Festival 2011. Eles lançaram sua canção "Fired Up (바람 났어)" com Park Bom de 2NE1 em 2 de junho de 2011, que se tornou um 'All Kill' em várias paradas musicais coreanas.

Em 5 de outubro de 2011, foi relatado que G-Dragon foi testado positivo para maconha. Seu teste de urina deu negativo, mas positivo para o teste feito a partir do conteúdo de seu cabelo. Os testes foram realizados no início de junho e os resultados sairam em agosto. Como foi um primeiro delito com uma minúscula quantidade, resultou em uma acusação e ele não foi penalizado. Ele teria aceitado um cigarro oferecido a partir de um fã no Japão durante uma festa em maio. Ele era o único na festa que mais tarde foi avisado às autoridades coreanas. Ele confessou que ele fumou o cigarro que lhe foi oferecido, mas depois de perceber que não era um cigarro normal, ele jogou fora. O escândalo provocou a suspensão de suas promoções e a YG Entertainment divulgou um comunicado que estava sendo dado tempo para refletir sobre o seu erro. Mais tarde fez sua primeira aparição pública após o escândalo no MTV EMA 2011 com seu grupo Big Bang.

2012—2013: One of a Kind, turnê mundial, e Coup D'Etat[editar | editar código-fonte]

Foi anunciano em março de 2012 que o comeback da carreira solo de G-Dragon estava marcado para acontecer na última metade do ano, provavelmente em agosto e perto de seu aniversário.[38] G-Dragon e T.O.P também fizeram uma participação na música "Dancing on My Own" da cantora inglesa Pixie Lott, que foi lançado como parte da edição japonesa do álbum da cantora, Young Foolish Happy.[39]

Ele lançou o videoclipe para sua música "One Of A Kind" do álbum do mesmo nome em 24 de agosto de 2012 no YouTube.[40] A canção mais tarde lhe rendeu dois "Best Hiphop / Rap Song of the Year" no Korean Music Awards e Rhythmer Awards. Em 1 de setembro, G-Dragon lançou seu primeiro single "That XX". A canção liderou as paradas de música imediatamente após o lançamento e, finalmente, alcançou o status de "perfeito tudo-kill". No dia primeiro de setembro, G-Dragon lançou seu primeiro single "That XX". A canção chegou ao topo das paradas imediatamente após seu lançamento e eventualmente alcançou o status de "perfect all-kill".[41] Seu mini-álbum One of a Kind foi lançado digitalmente em 15 de setembro e em 18 de setembro fisicamente.[42] Após o lançamento, o álbum foi um sucesso imediato na Coréia do Sul. Todas as faixas ocuparam as primeiras posições nas principais paradas musicais.[43] O álbum também chegou no primeiro lugar no Billboard World Album Chart e entrou no Billboard 200 Chart na posição 161 nessa semana.[44] No final de 2012, o álbum já havia vendido mais de 200.000 cópias, tornando-se o álbum solo mais vendido na Coréia desde o lançamento do Heartbreaker em 2009, também por G-Dragon.

Em 30 de novembro de 2012, ele ganhou o prêmio de Melhor Artista Masculino Solo no 14º Mnet Asian Music Awards. Em 31 de janeiro de 2013, ele também ganhou os prêmios de Record of the Year award for "One Of A Kind" no 22° de Seoul Music Awards.

Em janeiro de 2013, ele foi o primeiro artista solo coreano a embarcar turnê de quatro cúpula no Japão e a primeira Solo World Tour. Com o começo, a primeira apresentação em Seul começou em 30 de março de 2013. No Japão começou em abril, e mais cidades foram adicionados em datas posteriores como foram confirmados. Esta turnê é conhecida como G-Dragon 2013 1st World Tour.

Em 1 de abril de 2013, YGEX anunciou que o lançamento do segundo álbum solo de G-Dragon seria no dia 14 de agosto. YGEX anunciou ainda que Missy Elliott participaria no álbum.[45] Elliott anunciado em janeiro de 2013 via Twitter que ela contribuira com duas faixas ("Chugalug", "NiLiria"), sendo que ambas foram produzidos por Teddy P.[46] [47]

O álbum intitulado "Coup D'Etat", foi lançado em 2 partes on-line, em 2 de setembro e 5 de setembro, com o álbum completo a ser lançado em 13 de setembro, com duas músicas presentes no álbum físico. Coup D'Etat apresentou colaborações com uma lista repleta de estrelas de artistas e produtores que incluiu Missy Elliot, Diplo, Baauer, Boys Noize, Sky Ferreira, Siriusmo, Zion T., Lydia Paek e Jennie Kim. G-Dragon e Missy Elliot performaram sua canção "Niliria" no KCON 2013, em Los Angeles. Faixas de Coup D'Etat superaram grandes sites de música coreanos como Melon, Mnet, Bugs, Naver, and Olleh. Um total de sete faixas foram colocados na parada da Mnet após o lançamento,[48] enquanto seis faixas de Coup D'Etat também foram colocados dentro do top 10 do Gaon Singles Charts com "Who You?" sendo número um.[49] O álbum também chegou ao topo das paradas no iTunes em vários países.[50] [51] O vídeo da música "Coup D'Etat", foi lançado no YouTube no dia 1 de setembro, enquanto o vídeo da música "Crooked" foi lançado pouco tempo depois, em 4 de setembro.

O sucesso de Coup d'État fez G-Dragon vencer um total de quatro prêmios no 15 Mnet Asian Music Awards: Melhor Artista Solo Masculino, Melhor Vídeo Musical para "Coup D'etat", Melhor Performance de Dança para "Crooked", e o prêmio mais importante da noite, artista do ano. Mais tarde, ele levou para casa World's Best Entertainer ande World's Best Album no World Music Awards.

G-Dragon participou do concurso de música Infinite Challenge, realizado em 17 de outubro, em Imjingak, contribuindo com a música "Going to Try" (Haebolago), um dueto com o comediante Jeong Hyeong-don. Ele também trabalhou com Skrillex na canção "Dirty Vibe" para o álbum Recess.

2014-presente: Touring, colaborações e arte moderna[editar | editar código-fonte]

G-Dragon ao lado do Big Bang começou a realizar fan meetings através da Ásia, em visita ao Japão, Hong Kong, Taiwan, Singapura, Malásia e China. Ele também se juntou a turnê da YG Entertainment "YG Power Tour", que reuniu mais de 400.000 espectadores em sete cidades ao redor da Ásia.

Em 17 de novembro, foi anunciado que ele seria parte de um projeto de hip hop da YG Entreteniment, e em 21 de novembro, eles liberaram uma colaboração com Taeyang na canção "Good Boy", a canção chegou a número 1 na Billboard's World Digital Songs, marcando a terceira vez que um artista coreano tinha liderado as paradas após PSY e 2NE1, e vendeu 5.000. O single vendeu na Coreia do Sul mais de 1,1 milhão de cópias. Em 15 de dezembro de 2014 foi liberada uma outra colaboração com Skrillex e Diplo e com sua companheira de gravadora CL, o single alcançou o número 19 na Billboard  Hot Dance/Electronic Songs.

Em setembro de 2014, G-Dragon fez parceria com a World's Largest Pure-play Jeweler's Chow Tai Fook (周大福), e lançou uma nova coleção desenhada por ele mesmo.

G-Dragon começou uma exposição de arte em 2015 sob o nome PEACEMINUSONE:. Beyond the Stage. A exposição apresenta 200 obras de arte de 12 artistas nacionais e internacionais, incluindo Michael Scoggins, Sophie Clements e James Clar. G-Dragon disse que ele trabalhou na exposição por mais de um ano, com o objetivo de trazer a arte e a cultura pop moderna juntas, ele disse: "Eu gostaria de ser a ponte para apresentar artistas nacionais ao público, que não estão familiarizados com a arte ou que a encontram inacessível.". A mostra foi realizada em Seul, Coreia do Sul a partir de 6 de Junho e executado a 23 de agosto, e vai viajar para Xangai e Cingapura.

Ele participou do concurso de música Infinite Challenge pela terceira vez,com Taeyang. Os dois uniram-se com o membro do ZE:A, Hwang Kwanghee.

O artista, imagem[editar | editar código-fonte]

A música de G-Dragon é baseada em elementos Hip-Hop. Sendo inspirado pela música e Wu-Tang Clan, ele participou do álbum Hip Hop Flex de 2001, quando tinha 12 anos.

Em seus 6 anos de trainee ele treinou o gênero hip-hop. Também conhecido pela sua moda, G-Dragon foi nomeado como "Style Icon" de 2008. Sua contribuição para seu próprio trabalho também foi contemplada com o prêmio de um dos melhores compositores de 2008. Adicionalmente ele ganhou o prêmio de Homem mais influente de 2008 promovido pela Arena, pelo seu estilo.

Controvérsia[editar | editar código-fonte]

G-Dragon foi acusado de plágio pela Sony Music, com suas músicas "Heartbreaker" e "Butterfly" que eram similares a "Right Round" de Flo Rida e "She’s Electric" do Oasis, respectivamente. Entretanto, a EMI, que também tinha os direitos de "Right Round" disse que eles não viram semelhanças entre as duas canções. Em 6 de março de 2010, a YG anunciou que eles pessoalmente contataram os representantes de Flo Rida pedindo para que ele participasse do álbum live de G-Dragon, Shine a Light, e Flo Rida aceitou.

Discografia[editar | editar código-fonte]

Leia: Big Bang Discografia

Videoclipes[editar | editar código-fonte]

Videoclipes
Ano Título
2006 G-Dragon - This Love
2009 G-Dragon - 소년이여 (A Boy)
2009 Seungri - Strong Baby
2009 G-Dragon - Heartbreaker
2009 G-Dragon - Breathe
2009 G-Dragon - Butterfly
2010 Taeyang - I Need A Girl
2012 Se7en - When I Can't Sing
2012 G-Dragon - One of a Kind
2012 G-Dragon - That XX
2012 G-Dragon - Crayon
2013 G-Dragon - 미치GO (GO)
2013 G-Dragon - Coup d'Etat
2013 G-Dragon - Crooked
2013 TaeYang - RINGA LINGA
2013 G-Dragon - Who You?
2014 GD&TY - Good Boy
2014 Skrillex - Dirty Vibe

Prêmios[editar | editar código-fonte]

Leia: Lista de prêmios e indicações recebidos por G-Dragon

Leia também: Lista de prêmios e indicações recebidos pelo Big Bang

Referências

  1. a b Frances Cha, Lucy Corne (2011-05-25). 50 reasons why Seoul is the world's greatest city CNN Go.
  2. Julie Jackson (2013-04-02). G-Dragon to release debut Japanese solo album The Korea Herald. Visitado em 2 April 2013.
  3. a b c d e (em coreano)新스타고백 지드래곤③연습생시절, 1년간 죽어라 청소만 Yahoo Korean News (2006-03-01). Visitado em 2010-01-31.
  4. a b c (em coreano) "'준비된 그룹' 빅뱅, 대폭발 예고", Sports Chosun, 7 July 2006. Página visitada em 15 January 2010.
  5. [新스타고백지드래곤③연습생시절, 1년간 죽어라 청소만] asiae.co.kr. Visitado em 2 July 2012.
  6. a b Big Bang Profile KBS World. Visitado em 2010-01-15. [ligação inativa]
  7. (em coreano)Album Sales For The Month of February 2007 Recording Industry Association of Korea (2007-12-21). Visitado em 2008-02-15. Cópia arquivada em 2007-12-21.
  8. Big Bang's Showcase & First Fan Meeting Arirang TV. Visitado em 2008-02-21.
  9. (em coreano)빅뱅 쥬크온차트 8주 연속 1위 기염, JOO도 2주만에 7위 진입 Newsen (2008-01-21). Visitado em 2008-02-01.
  10. Big Bang's 'Day by Day' Sweeps J-POP Charts for Four Weeks KBS World (2008-09-08). Visitado em 2008-02-01.
  11. (em coreano)'빅뱅' 지드래곤, 日그룹 '윈즈' 앨범 참여..뮤비도 출연 Sports Chosun (2009-05-08). Visitado em 2010-01-12.
  12. (chinês)G-Dragon与W-inds合作日本同台演出获好评 Sina (2009-05-19). Visitado em 2010-01-12.
  13. G-Dragon Vol. 1 - Heartbreaker Yes Asia. Visitado em 2019-01-02.
  14. G-Dragon of Big Bang to Release Solo Album KBS World (2009-07-30). Visitado em 2010-01-02.
  15. Seo Tai-ji Tops Album Sales The Korea Times (2009-09-18). Visitado em 2009-09-30.
  16. Kim, Jessica (2009-11-03). G-Dragon album designated as harmful media content 10Asiae. Visitado em 2011-01-21.
  17. Han, Sang-Hee (2009-11-22). Music Awards Has Fresh Yet Disappointing Start The Korea Times. Visitado em 2009-12-13.
  18. Han, Sang-Hee (2009-10-28). G-Dragon Shines on First Album The Korea Times. Visitado em 2009-11-05.
  19. Kim, Lynn (2009-09-07). G-Dragon conquers Korean music charts 10Asiae. Visitado em 2009-09-29.
  20. Cho, Jae-hyon (2009-09-25). YG Hits Sony Over Plagiarism Allegations The Korea Times. Visitado em 2009-09-29.
  21. Erro de citação: Tag <ref> inválida; não foi fornecido texto para as refs chamadas plagiarism_overview
  22. (em coreano)Yoo, Jaesang (2009-08-21). 지드래곤, '표절이라 단정하기엔 섣부른 판단!'. 한경닷컴 BNT News. Visitado em 2009-10-02.
  23. (em coreano)Heo, Minyoung (2010-09-17). 지드래곤 "거 봐? 표절 아니지" DongA News. Visitado em 2010-03-21.
  24. Han, Sang-Hee (2009-10-13). G-Dragon to Hold 1st Solo Concert The Korea Times. Visitado em 2009-12-27.
  25. Singer G-Dragon Faces Obscenity Probe The Chosunilbo (2009-12-11). Visitado em 2009-12-27.
  26. Cho, Jae-hyon (2009-12-08). G-Dragon's Suggestive Concert Creates Stir The Korean Times. Visitado em 2009-12-27.
  27. Hicap, Jonathan M. (2009-12-19). Fans defend G-Dragon against concert controversy The Manila Publishing Corporation. Visitado em 2010-01-15.
  28. Hicap, Jonathan M. (2010-01-08). G-Dragon fans file petition over concert fiasco The Manila Publishing Corporation. Visitado em 2010-01-15.
  29. (em coreano)Lee, Jae-hoon (2010-04-15). '선정성 재판' G드래곤 콘서트, 영화도 12세可 Nate.com. Visitado em 2010-01-15.
  30. G-Dragon and Top to Release Duet Album in December KBS World (2010-11-30). Visitado em 2011-01-20.
  31. Kim, Jessica (2010-12-15). Big Bang T.O.P, G-Dragon pose at album showcase 10Asiae. Visitado em 2011-01-20.
  32. Hong, Lucia (2010-12-24). Big Bang unit G-Dragon and T.O.P release third title track 10Asiae. Visitado em 2011-01-20.
  33. Big Bang duo on TV today The Korea JoongAng Daily (2011-01-13). Visitado em 2011-01-20.
  34. Kim, Heidi (2011-01-06). IU "Good Day" stays atop Gaon chart for 4th week 10Asiae. Visitado em 2011-01-20.
  35. Kim, Heidi (2011-01-04). IU's "Good Day" takes charge of Mnet chart for 4th week 10Asiae. Visitado em 2011-01-20.
  36. (em coreano)Gaon Chart Search: GD & TOP Korea Music Content Industry Association. Visitado em 2010-10-31.
  37. (em coreano)'발매 D-2' GD·탑 유닛 첫앨범, 선주문만 '20만장' (GD&TOP's album receives 200,000 pre-orders) Daum. Visitado em 2011-01-23.
  38. By Vitalsign. G-Dragon's solo comeback scheduled for August Allkpop.com. Visitado em 2012-11-07.
  39. by leesa86. GD&TOP to feature in English singer Pixie Lott's new Japanese release Allkpop.com. Visitado em 2012-11-07.
  40. G-Dragon releases MV for "One of A Kind" allkpop. Visitado em 27 August 2012.
  41. G-Dragon achieves a perfect all-kill with "That XX" Allkpop (2012-08-31). Visitado em 2012-08-31.
  42. G-Dragon - First Mini Album Tracklist YG Life (2012-09-03).
  43. by GhostWriter (2012-09-14). G-Dragon's tracks from 'One of a Kind' EP dominates real-time music charts Allkpop.com. Visitado em 2012-11-08.
  44. G-Dragon Enters the Billboard 200 and Places First on the Billboard World Album Chart - MNET Global.mnet.com. Visitado em 2012-11-08.
  45. Big Bang G-Dragon to Make Solo Comeback this August, 'Missy Elliot to Feature' KpopStarz (June 25, 2013). Visitado em June 25, 2013.
  46. Twitter / MissyElliott: @IFIWereMagneto it was 2 records... Twitter (January 23, 2013). Visitado em June 25, 2013.
  47. Twitter / MissyElliott: @TracyCozette funny I did a... Twitter (January 23, 2013). Visitado em June 25, 2013.
  48. G-DRAGON’S NEW SONG “SWEEPING THE CHART” UPON BEING RELEASED yg-life.com YG Entertainment (5 September 2013). Visitado em 5 September 2013.
  49. Predefinição:Cite web url=http://www.webcitation.org/6JpEBhs9F
  50. G-DRAGON TOPPING 8 COUNTRIES’ ITUNES CHARTS… BEGINNING TV APPEARANCE AT “SKETCHBOOK” yg-life.com YG Entertainment (4 September 2013). Visitado em 5 September 2013.
  51. Big Bang G-Dragon Tops 7 Countries iTunes Charts with New Album, 'COUP D'ETAT' KpopStarz KpopStarz.com (3 September 2013). Visitado em 5 September 2013.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]