Tete (cidade)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Tete é a maior cidade e capital da província moçambicana homónima, e administrativamente é um município com um governo local eleito. De acordo com o censo de 2007, o município tem 155.870 habitantes, numa área de 314 km².[1]

Era um centro comercial suaíle quando foi ocupado por Portugal em 1530. Foi elevada à categoria de vila e sede de concelho em 1763 e a cidade em 21 de Março de 1959.

Encontra-se à beira do rio Zambeze, no local onde existem as duas primeiras pontes sobre aquele rio em território moçambicano: a Ponte Samora Machel, cujo tabuleiro se estende por um quilómetro, construída no período colonial e projectada pelo engenheiro Edgar Cardoso; e a segunda ponte, a Ponte Kassuende que fica situada cinco quilómetros a jusante, e que foi inaugurada em Novembro de 2014.

O nome Tete, na língua local Nyungwe "Mitete", significa caniço.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. http://www.ine.gov.mz/censo07 Quadros do 3° Censo Geral da População e Habitação 2007
Ícone de esboço Este artigo sobre Moçambique é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.