Evanildo Borges Barbosa Júnior

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Juninho
Informações pessoais
Nome completo Evanildo Borges Barbosa Júnior
Data de nasc. 11 de Janeiro de 1990 (24 anos)
Local de nasc. Salvador (BA),  Brasil
Altura 1,71 m
Canhoto
Apelido Juninho Deus dos Cruzamentos´´
Informações profissionais
Clube atual Brasil Fluminense
Número TBA
Posição Lateral-esquerdo
Clubes profissionais2
Anos Clubes Jogos (golos/gols)
2009
2009–2010
2011
2012–
2014-
Brasil Pão de Açúcar
Brasil Figueirense (emp.)
Brasil Figueirense
Brasil Palmeiras
Brasil Fluminense (emp.)
000 0000
00037 0000(3)
00055 0000(3)
00137 00000(11)
000 000(0)


2 Partidas e gols totais pelo
clube, atualizados até 18 de maio de 2014.

Evanildo Borges Barbosa Júnior, mais conhecido como Juninho (Salvador, 11 de Janeiro de 1990), é um futebolista brasileiro que atua como lateral-esquerdo. Atualmente, defende o Palmeiras.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Juninho iniciou sua carreira no Pão de Açúcar e logo depois jogou pelo Figueirense, se destacando no clube catarinense durante a campanha que culminou com o acesso a Série A em 2010 e na própria Série A em 2011, em que foi premiado pela Placar como o melhor lateral esquerdo da competição, recebendo uma Bola de Prata.

Em dezembro, acertou transferência para o Palmeiras.[1] Logo no primeiro jogo do Palmeiras em janeiro de 2012, no jogo que a torcida do Verdão fez uma homenagem ao goleiro Marcos por sua aposentadoria, ele foi titular, sendo substituído no segundo tempo por Gerley na vitória por 1 a 0 no amistoso contra o Ajax[2] .

Na sua quinta partida pelo Palmeiras, marcou o gol da vitória da equipe, por 2 a 1, no clássico contra o Santos, pelo Campeonato Paulista de 2012[3] .

O lateral foi peça fundamental da equipe na conquista invicta da Copa do Brasil de 2012[4] . O título foi o primeiro de Juninho como atleta profissional. Foi, no entanto, no mesmo ano, titular do elenco que rebaixou o Palmeiras para a Série B do Campeonato Brasileiro[5] .

Completou 100 jogos pelo Verdão, no dia 28 de agosto de 2013, contra o Atlético Paranaense, onde o Palmeiras perdeu de 3 a 0 e acabou sendo eliminado, da Copa do Brasil de 2013[6] .

No último jogo da série B (2013), Juninho foi protagonista após "dar" a vitória para o Chapecoense, ao colocar a mão na bola dentro da área, ocasionando um pênalti que foi convertido pela equipe adversária aos 44 do primeiro tempo. É válido destacar que poucos minutos antes o jogador já havia colocado a mão na bola em outra jogada, mas o árbitro havia ignorado. O Palmeiras não conseguiu virar, para a frustração da torcida palmeirense em sua despedida da série B. [7] .

Fluminense[editar | editar código-fonte]

Em 2014, Juninho começou a perder espaço no time do Palmeiras, assim, em julho de 2014, o jogador foi negociado por empréstimo com o Fluminense.

Vida Pessoal[editar | editar código-fonte]

É primo do vocalista da banda de Axé Saiddy Bamba. No final do jogo contra a Associação Atlética Coruripe de Alagoas (onde fez um gol) brincou com os repórteres cantando uma parte da musica "Sim Sim Sim, Não Não Não" que fez sucesso no carnaval e no verão de 2011 e 2012.

Títulos[editar | editar código-fonte]

Brasil Palmeiras


Outras Conquistas[editar | editar código-fonte]

Brasil Palmeiras
  • AEGON AJAX Internacional Challenge: 2012 [8]


Prêmios individuais[editar | editar código-fonte]


Referências

Bandeira de BrasilSoccer icon Este artigo sobre um futebolista brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.