Gera Samba

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Gera Samba
Informação geral
Origem Salvador, Bahia
País  Brasil
Gênero(s) Pagode
Samba-reggae
Período em atividade 1992 - atualmente
Afiliação(ões) É o Tchan
Integrantes Washington - Vocalista e banjo
Carlinhos - Guitarra
Alemão - Surdo
jacaré - Rebolo
Eduardo - Pandeiro
Gui - atabaque
Léo - Percussão

O Gera Samba é um grupo brasileiro de pagode, com uma música próxima ao samba de roda, surgido em Salvador, Bahia. O conjunto obteve uma única premiação pela ABPD com o álbum de estúdio "É o Tchan" que foi lançado em 1995 e certificado em 1996 com Disco de Platina Duplo pelas mais de 500 mil cópias vendidas no país.[1]

Formou-se em 1992 com dez músicos. O grupo passou por algumas transformações ao longo do tempo. No início o Gera Samba mantinha um estilo frouxo de pagode tendo como uma de suas músicas mais famosas da época "A Cordinha".

Mais tarde, o grupo teve que passar pelas primeiras transformações. Um delas é o fato de surgir uma nova manifestação de pagode, um estilo próprio da segunda geração do pagode, de grupos como Gera Samba tendo como a canção mais famosa "É o Tchan" de 1996. Em 1995, houve a primeira cisão do grupo. Dois músicos saíram do Gera e fundaram outro grupo, o Terra Samba. Em 1997, ocorreu a segunda cisão. Parte do Gera Samba tornou-se um outro grupo de pagode, que devido ao sucesso do álbum de 1996, quando passou a se chamar É o Tchan!. Este às vezes mistura pagode e ritmos regionais inclusive a axé music, mas manteve o padrão sensual dos sambas pagode de grupos famosos como o seu antecessor Gera Samba. No mesmo ano, lançou o então novo hit "Swing de Rua" e o grupo apareceu em alguns programas de TV, mas que em 1998 fez muito sucesso na regravação de uma outra banda de swingueira chamado Patrulha do Samba.

Desde essa época até hoje, o Gera Samba não sofreu mais esses tipos de transformações. No entanto, em 2003 o restante do grupo decide voltar ao grande sucesso. Como ambos o pagode e o axé não são mais estilos de tanto sucesso, o Gera Samba passa criar músicas em estilo samba reggae, o estilo mais tocado nas praias, bares e restaurantes da Bahia.

Hoje o Gera Samba é composto por sete músicos, com a entrada de alguns novos participantes, dentre eles duas novas mulheres.

Discografia[2] [editar | editar código-fonte]

  • 1990 - Gera, grupo "Gera"
  • 1993 - Gera Samba, "A Cordinha"
  • 1994 - Gera samba, "Dança do Siri"
  • 1995 - Gera samba, "O Tchau de Mário e Edson"
  • 1996 - Gera samba "É o Tchan"
  • 1997 - Gera Samba, "A Separação"
  • 1999 - Gera Samba, "Pirou"
  • 2003 - Gera Samba, "Pout Porri de Samba Reggae"

Notas e referências

Flag of Brazil.svgGuitarra masc.png Este artigo sobre uma banda ou grupo musical do Brasil, é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.