Grande Prêmio da Espanha de 1991 (Fórmula 1)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Resultados do Grande Prêmio da Espanha realizado na Catalunya a 29 de Setembro de 1991.

Classificação[editar | editar código-fonte]

Pos Piloto Equipe Voltas Tempo Grid Pts
1 5 Flag of England.svg Nigel Mansell Williams-Renault 65 1:38'41"541 2 10
2 27 Flag of France.svg Alain Prost Ferrari 65 11"331 6 6
3 6 Flag of Italy.svg Riccardo Patrese Williams-Renault 65 15"909 4 4
4 28 Flag of France.svg Jean Alesi Ferrari 65 22"772 7 3
5 1 Flag of Brazil.svg Ayrton Senna McLaren-Honda 65 1'02"402 3 2
6 19 Flag of Germany.svg Michael Schumacher Benetton-Ford 65 1'19"468 5 1
7 15 Flag of Brazil.svg Mauricio Gugelmin Leyton House-Ilmor 64 + 1 Volta 13  
8 22 Flag of Finland.svg Jyrki Järvilehto Dallara-Judd 64 + 1 Volta 15  
9 32 Flag of Italy.svg Alessandro Zanardi Jordan-Ford 64 + 1 Volta 20  
10 7 Flag of England.svg Martin Brundle Brabham-Yamaha 63 + 2 Voltas 11  
11 20 Flag of Brazil.svg Nelson Piquet Benetton-Ford 63 + 2 Voltas 10  
12 14 Flag of Italy.svg Gabriele Tarquini Fondmetal-Ford 63 + 2 Voltas 22  
13 23 Flag of Italy.svg Pierluigi Martini Minardi-Ferrari 63 + 2 Voltas 19  
14 24 Flag of Italy.svg Gianni Morbidelli Minardi-Ferrari 62 Colisão 16  
15 21 Flag of Italy.svg Emanuele Pirro Dallara-Judd 62 + 3 Voltas 9  
16 4 Flag of Italy.svg Stefano Modena Tyrrell-Honda 62 + 3 Voltas 14  
17 3 Flag of Japan.svg Satoru Nakajima Tyrrell-Honda 62 + 3 Voltas 18  
Ret 8 Flag of England.svg Mark Blundell Brabham-Yamaha 49 Motor 12  
Ret 26 Flag of France.svg Erik Comas Ligier-Lamborghini 36 Elétrico 25  
Ret 2 Flag of Austria.svg Gerhard Berger McLaren-Honda 33 Elétrico 1  
Ret 9 Flag of Italy.svg Michele Alboreto Footwork-Ford 23 Motor 24  
Ret 33 Flag of Italy.svg Andrea de Cesaris Jordan-Ford 22 Elétrico 17  
Ret 11 Flag of Finland.svg Mika Häkkinen Lotus-Judd 5 Rodada 21  
Ret 16 Flag of Italy.svg Ivan Capelli Leyton House-Ilmor 1 Colisão 8  
Ret 29 Flag of France.svg Eric Bernard Lola-Ford 0 Colisão 23  
Ret 25 Flag of Belgium.svg Thierry Boutsen Ligier-Lamborghini 0 Colisão 26  
DNQ 30 Flag of Japan.svg Aguri Suzuki Lola-Ford - - -  
DNQ 34 Flag of Italy.svg Nicola Larini Lambo-Lamborghini - - -  
DNQ 12 Flag of Germany.svg Michael Bartels Lotus-Judd - - -  
DNQ 35 Flag of Belgium.svg Eric Van de Poele Lambo-Lamborghini - - -  
DNPQ 10 Flag of Italy.svg Alex Caffi Footwork-Ford - - -  
DNPQ 18 Flag of Italy.svg Fabrizio Barbazza AGS-Ford - - -  

Notas[editar | editar código-fonte]

Extensão da Pista e Número de Voltas

4,747 m e 65 Voltas

Pole Position

Gerhard Berger

1'18"751

Volta mais rápida

Riccardo Patrese

1'22"837

Líderes por volta

Gerhard Berger - 1ª à 8ª e 12ª à 20ª, Nigel Mansell - 9ª e 21ª à 65ª, Riccardo Patrese - 10ª e Ayrton Senna - 11ª

Pilotos que concluíram a prova

17

Abandonos

9


  • A estreia do novo circuito da Catalunya na categoria.
  • Na largada, o austríaco Gerhard Berger da McLaren larga bem e mantém a 1ª posição, com seu companheiro de equipe que também largou muito bem, o brasileiro Ayrton Senna pulando da 3ª para a 2ª ganhando a posição do inglês Nigel Mansell da Williams; no final da reta dos boxes, Berger faz a curva com Senna logo atrás e Mansell em 3º. Na estratégia da equipe McLaren, era fundamental que Berger pulasse na frente e vencesse a prova, e que Mansell termine em 2º e com Senna em 3º ou 4º lugar para que o brasileiro comemorasse o campeonato com duas provas de antecedência porque a diferença diminuiria de 22 ou 21 pontos respectivamente.
  • Com Berger abrindo vantagem sobre os dois pilotos que disputam o campeonato, logo no início da 4ª volta na disputa da 2ª posição, Mansell com o carro mais adaptado ao circuito consegue pegar bem o vácuo da traseira do carro de Senna e vai ultrapassá-lo na reta dos boxes. Os dois estão lado a lado nela ("a cena é inesquecível"). O piloto inglês da Williams pisa tudo no acelerador do seu carro para ganhar a posição enquanto que o brasileiro da McLaren tenta fazer o máximo possível para não perdê-la. Com a preferência da curva, Mansell consegue superar Senna que na curva seguinte tenta dar o troco, mas não conseguindo o feito. Com a pista secando, Mansell e Senna vão para os boxes para a troca de pneus. Com o trabalho mais rápido da McLaren, o brasileiro volta ao circuito na frente do inglês. Na troca de pneus do italiano Riccardo Patrese da Williams, o piloto brasileiro da McLaren vai para a liderança com o seu companheiro de equipe logo atrás. Pela estratégia da equipe, Berger ultrapassa Senna no final da reta dos boxes. Então, o austríaco ia novamente para a liderança e abrindo de Senna que ficava na defensiva tentando segurar o ímpeto de Mansell que precisava vencer na pista espanhola para adiar a festa antecipada do atual campeão. Quando ia abrir a 13ª volta, Senna perde o controle do seu carro rodando no início da reta dos boxes. O líder do campeonato consegue retornar ao circuito em 6º. Sem o brasileiro na sua frente, o piloto da Williams alcança e ultrapassa Berger no miolo da pista e assume a ponta para não perdê-la. O austríaco da McLaren abandonaria a corrida na 33ª volta com problemas elétricos em seu carro impossibilitando de ajudar o seu companheiro de equipe. Senna chegou a ocupar a 3ª posição por quatro voltas seguidas, mas após aquela rodada, seu carro não tinha o mesmo rendimento como no início da prova e ele acabou perdendo as posições para Patrese e voltas mais tarde para Alesi. Com a vitória, o piloto inglês da Williams abaixava para 16 pontos enquanto que o brasileiro da McLaren terminou se arrastando num 5º lugar. Não era agora que o título seria conquistado.


Prova Anterior:
Grande Prêmio de Portugal de 1991
Campeonato do Mundo da FIA
Fórmula 1, Temporada 1991
Próxima Prova:
Grande Prêmio do Japão de 1991

Prova Anterior:
Grande Prêmio da Espanha de 1990
Grande Prêmio da Espanha Próxima Prova:
Grande Prêmio da Espanha de 1992