Mação

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde setembro de 2011).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Mação
Brasão de Mação Bandeira de Mação
Brasão Bandeira
Localização de Mação
Área 399,98 km²
População 7 338 hab. (2011)
Densidade populacional 18,35 hab./km²
N.º de freguesias 6
Presidente da
Câmara Municipal
Vasco Estrela (PSD)
Fundação do município
(ou foral)
1355
Região (NUTS II) Centro
Sub-região (NUTS III) Médio Tejo
Distrito Santarém
Antiga província Beira Baixa
Orago Nossa Senhora da Conceição
Feriado municipal Segunda-Feira de Páscoa
Código postal 6120 Mação
Sítio oficial www.cm-macao.pt
Municípios de Portugal Flag of Portugal.svg

Mação é uma vila portuguesa pertencente ao Distrito de Santarém, região Centro e sub-região do Médio Tejo, com menos de 2 000 habitantes.[1]

É sede de um município com 399,98 km² de área[2] e 7 338 habitantes (2011),[3] [4] subdividido em 6 freguesias.[5] O município é limitado a nordeste pelo município de Proença-a-Nova, a leste por Vila Velha de Ródão e Nisa, a sul pelo Gavião, a sudoeste por Abrantes, a oeste pelo Sardoal e por Vila de Rei e a noroeste pela Sertã.

Demografia[editar | editar código-fonte]

População do concelho de Mação (1801 – 2011)
1801 1849 1900 1930 1960 1981 1991 2001 2004 2011
1724 6823 15525 18806 19045 12234 10060 8442 7763 7338

Evolução da População Entre 1864 e 2011[editar | editar código-fonte]

Evolução da  População  1864 / 2011; Variação da População  1864 / 2011; Comparando 2011 com 1864;

Evolução dos Grupos Etários (de 1981 a 2011)[editar | editar código-fonte]

Nº de habitantes por grupos etários – de  1981 a 2011; Nº de habitantes por grupos etários – de  1981 a 2011;

Freguesias[editar | editar código-fonte]

Freguesias do concelho de Mação.

O concelho de Mação está dividido em 6 freguesias:

História[editar | editar código-fonte]

Toda a área do concelho de Mação constitui riquíssima zona paleontológica e arqueológica. Em todas as suas freguesias se encontram fósseis, o que mereceu larga referência a Nery Delgado (Système Sillurique du Portugal; Étude de Stratigraphie Paléontologique). No campo da arqueologia, a riqueza do concelho é, sobretudo, da época Romana como o balneário romano em Ortiga. O mais célebre de todos os achados, foi o tesouro da Idade do Bronze do Porto do Concelho em 06.03.1943, que se compunha de 42 peças (foices, lanças, machados, espadas, punhais, braceletes, etc.).

Notável também, o achado, em Março de 1944, em Casal da Barba Pouca (freguesia de Penhascoso), da célebre alabarda de sílex a maior da Península Ibérica. De realçar que o Sr. Boaventura Marques foi o autor deste achado durante a preparação (lavoura) do terreno para semear o milho. Posteriormente esta alabarda foi gentilmente oferecida ao Museu de Mação.

Merecem ainda referência os Castros de Amêndoa (Idade do Ferro), Castelo Velho de Caratão (Idade do Bronze), as estações de Vale do Junco e Vale do Grou (Romanas).

Recentemente, nas margens da Ribeira de Ocreza, no âmbito do acompanhamento das obras de construção da SCUT da Beira Interior, foram descobertos painéis de arte rupestre, de diferentes épocas, incluindo o primeiro achado de arte paleolítica de ar livre no sul de Portugal onde até ao momento apenas se conhecia arte parietal na gruta do Escoural. Trata-se de uma representação de equídeo (cavalo) figurado em perfil absoluto.

Mação era, nos começos da nacionalidade, um pequeno lugar que pertenceu até ao primeiro quartel do século XIV, ao termo de Belver na Ordem de Malta. O primeiro foral de independente, foi-lhe dado pela Rainha Santa Isabel.

Turismo[editar | editar código-fonte]

Emblem-scales.svg
A neutralidade desse artigo (ou seção) foi questionada, conforme razões apontadas na página de discussão.
Justifique o uso dessa marca na página de discussão e tente torná-lo mais imparcial.

A calma e a riqueza das águas do Tejo e da Ribeira de Eiras sobre a Barragem de Belver, em Ortiga (Mação), fazem o paraíso dos desportos náuticos, como o esqui aquático, vela e windsurf. O concelho convida à prática de um turismo rural, saudável onde os desportos radicais como o montanhismo, asa delta, BTT, e todo-o-terreno ocupam lugar de destaque.

A sua paisagem varia entre a beleza das montanhas com cascatas que terminam em pequenas e acolhedoras piscinas naturais, rochedos implantados na crosta maciça das serras, à semelhança de castelos medievais, beneficiando de toda a pureza de um ar montanhês e o refrescante encanto das enormes albufeiras onde tudo é possível e desejável, com água a perder de vista — Barragem de Belver e Barragem da Pracana.

Mação conta ainda com águas mineromedicinais sulfúreas–sódicas (Fadagosa de Mação) e na freguesia de Envendos (Lugar de Ladeira) um grande caudal denominado Águas Quentes.

As aldeias do concelho, cada qual com as suas características muito especiais e particulares, são outros dos motivos a incluir no seu roteiro para sua visita ao concelho de Mação.

Na parte referente a Feiras e festividades pode ver alguns dos atractivos de várias dessas aldeias...

A Ponte Romana sobre a Ribeira do Castelo, na E.M. 548 entre as aldeias do Pereiro e do Castelo, (na foto seguinte) é também um ponto de interesse a visitar, bem como o açude que fica junto desta ponte.

Actividades Económicas[editar | editar código-fonte]

As actividades económicas estão repartidas entre os três sectores tendo-se verificando na última década uma perda muito significativa de população do sector primário, para os sectores secundário e terciário. Em muitas aldeias a vida ainda se processa em torno de actividades tradicionais como a agricultura e a pecuária porém, o concelho tem visto o florescimento de algumas indústrias como a dos enchidos e transformação de carnes que têm desempenhado um papel de relevo e projecção na economia do Concelho. A construção civil, a indústria de velas e artigos em cera e a indústria de serração de madeiras têm visto também algum desenvolvimento.

Património Cultural e Monumentos Históricos[editar | editar código-fonte]

O Concelho de Mação é bastante rico em vestígios arqueológicos que se encontram espalhados um pouco por toda a região. Achados do Paleolítico foram encontrados sobretudo junto à Ribeira das Boas Eiras, mas recentemente foram descobertas algumas gravuras rupestres junto à Ribeira da Ocreza, entre elas a representação de um equídeo (cavalo), o primeiro achado de arte paleolítica ao ar livre no sul de Portugal, que segundo os especialistas terá mais de 20.000 anos.

Das inúmeras antas existentes no Concelho, apenas uma se encontra de pé, a Anta da Foz do Rio Frio, na freguesia da Ortiga. Dois castros no Concelho merecem uma visita: O Castelo Velho do Caratão, da Idade do Bronze, situado numa serra entre as ribeiras de Eiras, do Aziral e do Caratão, próximo da aldeia que lhe dá o nome, e o Castro de São Miguel, da Idade do Ferro, situado na Serra de S. Miguel na Amêndoa, ambos monumentos classificados.

Do período romano podem ser visitadas as várias pontes que se espalham um pouco por todo o Concelho, entre elas a Ponte da Ladeira (Envendos), a maior, com seis arcos de volta perfeita e proporções diferentes, a Ponte da Isna, apenas com três arcos, a Ponte Romana sobre a Ribeira do Castelo, na E.M. 548 entre as aldeias do Pereiro e do Castelo e o Balneário Romano do Vale do Junco (Ortiga), também estes monumentos classificados.

Ver Lista de património edificado em Mação

Artesanato[editar | editar código-fonte]

As actividades artesanais no Concelho de Mação continuam a ser perpetuadas pelas mãos de hábeis artesãos. Assim, um pouco por toda esta região podemos encontrar trabalhos em olaria como em latoaria (Mação), as albardas e correias do albardeiro (Mação), os trabalhos em esparto[desambiguação necessária] e arame, as rendas e bordados (Mação), a tecelagem em fios de algodão, e linho (Cardigos e Envendos), as mantas tecidas em teares manuais (Ortiga), os brinquedos de madeira (Aboboreira) e a manufactura de barcos e redes de pesca (Ortiga).

Gastronomia[editar | editar código-fonte]

A gastronomia do Concelho é bastante variada. De entre os diversos e apreciados pratos tradicionais, salienta-se os enchidos e o presunto fazendo as delícias dos apreciadores mais exigentes. De notar que o concelho de Mação produz cerca de 70% do presunto nacional.

Como entradas, nada melhor que provar as azeitonas, o presunto, enchidos frios e o queijo de cabra e de ovelha, todos produtos locais de grande qualidade. Os pratos de carne incluem o cabrito assado em forno a lenha à moda de Mação, o feijão de matança e o bucho recheado. Contemplando a estreita relação com o rio temos o arroz de lampreia, o sável na telha, o achigã grelhado, a sopa à pescador e o ensopado de saboga e o ensopado de enguia , que se podem encontrar em restaurantes da especialidade na zona da barragem de Ortiga. Como acompanhamentos nada melhor que migas e um bom vinho. No que respeita à doçaria não devem ser esquecidas as tigeladas de Cardigos, o mel, o bolo dos santos, o bolo finto e as fofas de Mação (cavacas) e os torrados.

Feiras e Festividades[editar | editar código-fonte]

Durante todo o ano ocorrem em Mação várias festas e feiras. As principais feiras no Concelho são a Feira dos Ramos, que ocorre sempre no Domingo de Ramos, a Feira dos Santos, uma feira bicentenária e com muita tradição, sempre a 1 ou 2 de Novembro e a Feira de Artesanato e Gastronomia, no 1.º e 2.º fim-de-semana de Julho.

Durante todo o Verão decorrem dezenas de festas organizadas pelas associações e colectividades de cada vila ou aldeias, as quais são sempre animadas pelos conjuntos de baile e pelos comes e bebes. A Festa de Santa Maria é a maior e mais importante e ocorre, na sede, sempre no 1.º fim-de-semana de Setembro em Mação.

Ruas enfeitadas no Pereiro

No fim de semana do último domingo de Agosto de cada ano, na aldeia do Pereiro, a cerca de 4 Kms da sede do concelho, têm lugar as tradicionais festas de verão em honra da padroeira, a Senhora da Saúde.

Na semana anterior ao último domingo de Agosto, a população da aldeia enfeita as suas ruas com milhares e milhares de flores de plástico, feitas ao longo de todo o ano.

Para visitar e apreciar este belo trabalho, acorrem à aldeia milhares de visitantes que ficam admirados com esta iniciativa das gentes de uma tâo pequena, mas típica aldeia do concelho...

A festa religiosa que acolhe um maior número de fieis é a do Senhor dos Passos, em meados de Quaresma, em Mação.

Personalidades do Concelho de Mação[editar | editar código-fonte]

De entre as figuras ilustres do Concelho de Mação destacam-se alguns nomes, entre eles contam-se:

O Padre António Pereira de Figueiredo (1725-1797), sacerdote oratoriano e grande pedagogo que se dedicou ao estudo de Filosofia, Teologia, História e Latim. Foi um colaborador próximo do Marquês de Pombal e levou a cabo algumas acções diplomáticas na Europa. Traduziu a Bíblia e escreveu dezenas de obras que percorreram as mais diversificadas áreas do conhecimento.

O Professor Doutor António Lino Netto (1873-1961) foi eminente advogado, Professor e Reitor do Instituto Superior de Economia, Vice-Reitor da Universidade Técnica de Lisboa, Presidente do Centro Católico Português e Presidente da Assembleia Nacional no tempo de Sidónio Pais. Foi o grande opositor das ideias de Afonso Costa e grande defensor da Igreja durante a I República. Foi agraciado com a Grã-Cruz de São Gregório Magno, a mais alta condecoração civil da Santa Sé, pelos altos serviços prestados à Igreja. As respectivas insígnias foram-lhe oferecidas pelo Sr. Cardeal Patriarca D. António Mendes Bello em nome de todos os Bispos de Portugal. Foi eregido em Mação um busto em sua honra, em que se pode ler: "Ao humanista, ao legista, ao pedagogo - HOMENAGEM"

A vida e obra de Francisco Serrano (1862-1941) marcou também a história do concelho e dele ficaram memórias da sua vida de etnógrafo, músico, escritor e jornalista. Foi a primeira pessoa a sistematizar a recolha de elementos históricos, etnográficos e sociais sobre o concelho de Mação. Foi ainda dinamizador, músico, regente e compositor da Sociedade Filarmónica União Maçaense. Como resultado de muitos anos de vida dedicada ao concelho ficaram algumas obras, entre elas, Romances e Canções Populares da Minha Terra, Elementos Históricos e Etnográficos de Mação e Viagem à Roda de Mação, recentemente editadas pela Câmara Municipal de Mação.

Referências

  1. INE. Anuário Estatístico da Região Centro 2012. Lisboa: Instituto Nacional de Estatística, 2013. p. 31. ISBN 978-989-25-0217-5 ISSN 0872-5055 Página visitada em 05/05/2014.
  2. Instituto Geográfico Português (2013). Áreas das freguesias, municípios e distritos/ilhas da CAOP 2013 (XLS-ZIP). Carta Administrativa Oficial de Portugal (CAOP), versão 2013. Direção-Geral do Território. Página visitada em 28/11/2013.
  3. INE. Censos 2011 Resultados Definitivos – Região Centro. Lisboa: Instituto Nacional de Estatística, 2012. p. 108. ISBN 978-989-25-0184-0 ISSN 0872-6493 Página visitada em 27/07/2013.
  4. INE (2012). Quadros de apuramento por freguesia (XLSX-ZIP). Censos 2011 (resultados definitivos). Instituto Nacional de Estatística. Página visitada em 27/07/2013. "Tabelas anexas à publicação oficial; informação no separador "Q101_CENTRO""
  5. Lei n.º 11-A/2013, de 28 de janeiro: Reorganização administrativa do território das freguesias. Anexo I. Diário da República, 1.ª Série, n.º 19, Suplemento, de 28/01/2013.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Mação
Concelhos do Distrito de Santarém Mapa do distrito de Santarém
Abrantes
Alcanena
Almeirim
Alpiarça
Benavente
Cartaxo
Chamusca
Constância
Coruche
Entroncamento
Ferreira do Zêzere
Golegã
Mação
Ourém
Rio Maior
Salvaterra de Magos
Santarém
Sardoal
Tomar
Torres Novas
Vila Nova da Barquinha
Abrantes
Alcanena
Almeirim
Alpiarça
Benavente
Cartaxo
Chamusca
Constância
Coruche
Entroncamento
Ferreira do Zêzere
Golegã
Mação
Ourém
Rio Maior
Salvaterra de Magos
Santarém
Sardoal
Tomar
Torres Novas
Vila Nova da Barquinha
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Mação