Coruche

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Coruche
Brasão de Coruche Bandeira de Coruche
Brasão Bandeira
Coruche, Portugal 1995.jpg
Coruche vista do Castelo
Localização de Coruche
Gentílico Coruchense
Área 1 115,72 km2
População 19 944 hab. (2011)
Densidade populacional 17,88 hab./km2
N.º de freguesias 6
Presidente da
Câmara Municipal
Francisco Oliveira (PS)
Fundação do município
(ou foral)
1182
Região (NUTS II) Alentejo
Sub-região (NUTS III) Lezíria do Tejo
Distrito Santarém
Antiga província Ribatejo
Orago Nossa Senhora do Castelo
Feriado municipal 17 de Agosto
Código postal 2100
Municípios de Portugal Flag of Portugal.svg

Coruche é uma vila portuguesa pertencente ao Distrito de Santarém, com menos de 5 000 habitantes.[1]

É sede de um dos maiores municípios de Portugal, com 1 115,72 km² de área[2] mas apenas 19 944 habitantes (2011),[3] [4] subdividido em 6 freguesias.[5] O município é limitado a norte pelos municípios de Almeirim e Chamusca, a nordeste por Ponte de Sor, a leste por Mora, a sueste por Arraiolos, a sul por Montemor-o-Novo e pela fracção secundária do Montijo, a oeste por Benavente e a noroeste por Salvaterra de Magos.

Desde 2002 que Coruche integra a região estatística (NUTS II) do Alentejo e na sub-região estatística (NUTS III) da Lezíria do Tejo; continua, no entanto, a fazer parte da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional de Lisboa e Vale do Tejo, que manteve a designação da antiga NUTS II com o mesmo nome. Pertencia ainda à antiga província do Ribatejo, hoje porém sem qualquer significado político-administrativo, mas constante nos discursos de auto e hetero-identificação.

História[editar | editar código-fonte]

A presença humana ao longo de todo o vale do rio Sorraia está testemunhada pelos inúmeros vestígios arqueológicos que, dados os recursos naturais disponíveis, confirmam a fixação humana de forma continuada desde o Paleolítico.

Datável entre o 5.º e o 3.º milénios a.C., o conjunto megalítico de Coruche, localizado no extremo sudeste do concelho, é composto por cerca de três dezenas de monumentos, intervencionados na década de 30 do século XX pelo Professor Manuel Heleno, à data director do Museu Nacional de Arqueologia. Associado às antas ou dólmenes, antelas e cistas foram encontrados inúmeros objectos, directamente relacionados com o culto funerário do período Calcolítico.

Igualmente os romanos deixaram marcas no vale do Sorraia, sugerindo um povoamento concentrado junto ao rio e uma ocupação rural intensa entre os séculos I e V d. C. Uma vez mais o rio Sorraia assume uma importância primaz como via de comunicação por excelência, permitindo o escoamento e recepção de mercadorias de vários pontos do Império.

No período de domínio islâmico, Coruche, dada a sua posição geográfica, assume uma importância estratégica entre as cidades de Xantarîn (Santarém) e Yâbura (Évora), daí a construção de uma fortificação que, posteriormente, durante o processo da Reconquista teve um papel de grande relevo.

D. Afonso Henriques chega a Coruche em 1166, sendo que entrega a manutenção deste espaço, em 1176, à Ordem militar dos freires de Évora ou Ordem militar de S. Bento. O primeiro foral da vila de Coruche foi outorgado por D. Afonso Henriques em 26 de Maio de 1182, segundo o modelo do foral de Évora, confirmado por D. Sancho I, em 1189, e por D. Afonso II, em 1218, mantendo-se até D. Manuel, quando este, no século XVI, procede à reforma dos forais.

Demografia[editar | editar código-fonte]

População do concelho de Coruche (1801 – 2011)
1801 1849 1900 1930 1960 1981 1991 2001 2011
3 920 4 943 9 634 18 317 27 437 25 278 23 634 21 332 19 944

Freguesias[editar | editar código-fonte]

Freguesias do concelho de Coruche.

O concelho de Coruche está dividido em 6 freguesias:


Referências

  1. INE. Anuário Estatístico da Região Alentejo 2012. Formato PDF. Lisboa: Instituto Nacional de Estatística, 2013. p. 31. ISBN 978-989-25-0214-4. ISSN 0872-5063. Visitado em 05/05/2014.
  2. Instituto Geográfico Português (2013). Áreas das freguesias, municípios e distritos/ilhas da CAOP 2013 (XLS-ZIP) Carta Administrativa Oficial de Portugal (CAOP), versão 2013 Direção-Geral do Território. Visitado em 28/11/2013.
  3. INE. Censos 2011 Resultados Definitivos – Região Alentejo. Formato PDF. Lisboa: Instituto Nacional de Estatística, 2012. p. 102. ISBN 978-989-25-0182-6. ISSN 0872-6493. Visitado em 27/07/2013.
  4. INE (2012). Quadros de apuramento por freguesia (XLSX-ZIP) Censos 2011 (resultados definitivos) Instituto Nacional de Estatística. Visitado em 27/07/2013. "Tabelas anexas à publicação oficial; informação no separador "Q101_ALENTEJO""
  5. Lei n.º 11-A/2013, de 28 de janeiro: Reorganização administrativa do território das freguesias. Anexo I. Diário da República, 1.ª Série, n.º 19, Suplemento, de 28/01/2013.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Concelhos do Distrito de Santarém Mapa do distrito de Santarém
Abrantes
Alcanena
Almeirim
Alpiarça
Benavente
Cartaxo
Chamusca
Constância
Coruche
Entroncamento
Ferreira do Zêzere
Golegã
Mação
Ourém
Rio Maior
Salvaterra de Magos
Santarém
Sardoal
Tomar
Torres Novas
Vila Nova da Barquinha
Abrantes
Alcanena
Almeirim
Alpiarça
Benavente
Cartaxo
Chamusca
Constância
Coruche
Entroncamento
Ferreira do Zêzere
Golegã
Mação
Ourém
Rio Maior
Salvaterra de Magos
Santarém
Sardoal
Tomar
Torres Novas
Vila Nova da Barquinha
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Coruche