Mata Roma

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Mata Roma
"Pricesinha do Baixo Parnaiba

ááí"

Bandeira desconhecida
Brasão desconhecido
Bandeira desconhecida Brasão desconhecido
Hino
Aniversário 11 de março
Fundação 11 de março de 1962
Gentílico mataromense
Prefeito(a) Carmem Neto[1] (PMDB)
(2013–2016)
Localização
Localização de Mata Roma
Localização de Mata Roma no Maranhão
Mata Roma está localizado em: Brasil
Mata Roma
Localização de Mata Roma no Brasil
03° 37' 30" S 43° 06' 39" O03° 37' 30" S 43° 06' 39" O
Unidade federativa  Maranhão
Mesorregião Leste Maranhense IBGE/2008 [2]
Microrregião Chapadinha IBGE/2008 [2]
Municípios limítrofes Anapurus;Brejo;Urbano Santos e Chapadinha
Distância até a capital 280Km km
Características geográficas
Área 548,411 km² [3]
População 15 123 hab. IBGE/2010[4]
Densidade 27,58 hab./km²
Clima Não disponível
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,567 baixo PNUD/2000 [5]
PIB R$ 63 962,481 mil IBGE/2008[6]
PIB per capita R$ 4 487,97 IBGE/2008[6]
Página oficial

Localização e Acesso

O município de Mata Roma teve sua autonomia política em 30/12/1961, está inserido

na Mesorregião Leste Maranhense, dentro da Microrregião Chapadinha (Figura 2), abrange

uma área de 548 km², com uma população de aproximadamente 15.123 habitantes e uma

densidade demográfica de 27,59 habitantes/km², (IBGE 2010). Limita-se ao Norte com os

municípios de Urbano Santos e Anapurus; ao Sul com os municípios de Buriti e Chapadinha;

a Leste com o município de Anapurus e a Oeste com o município de Chapadinha (Google

Maps, 2011). Mata Roma é um município brasileiro do estado do Maranhão. Sua população estimada em 2004 era de 12.411 habitantes.

A sede municipal tem as seguintes coordenadas geográficas: -03º37’12” de Latitude

Sul e -43º06’36” de Longitude Oeste de Greenwich (IBGE, 2010).

O acesso a partir de São Luis, capital do estado, em um percurso total de 281 km, se

faz da seguinte maneira: 105 pela BR–135 até a cidade de Itapecuru Mirim, 141 km pela BR-

222 até a cidade de Chapadinha e 35 km pela rodovias estaduais MA-230 e MA-229 até a

cidade de Mata Roma (Google Maps, 2011).

Aspectos Socioeconômicos

Os dados socioeconômicos relativos ao município foram obtidos, a partir de pesquisas

nos site do IBGE (www.ibge.gov.br), da Confederação Nacional dos Municípios (CNM), (www.cnm.org.br) e no Instituto Maranhense de Estudos Socioeconômicos e Cartográficos

(2010).

O município foi elevado à condição de cidade com a denominação de Mata Roma,

pela Lei Estadual nº 2182 de 30/12/1961. Segundo o IBGE (2010), cerca de 47,08% da

população reside na zona urbana, sendo que a incidência de pobreza no município é de

53,67% e o percentual dos que estão abaixo do nível de pobreza é de 42,68%.

Educação

Na educação, segundo o IMESC (2010), destacam-se os seguintes níveis escolares

presentes em Mata Roma: Educação Infantil, pré-escolar (13,91%); Educação de Jovens e

Adultos (13,89%); Ensino Fundamental, 1º ao 9º ano (55,29%); Ensino Médio, 1º ao 3º ano

(19,91%). O analfabetismo atinge mais de 36% da população da faixa etária acima de 07 anos

(CNM, 2000).

Saúde

No campo da saúde, a cidade conta com 17 estabelecimentos públicos de atendimento.

No censo de 2000, o estado do Maranhão teve o pior Índice de Desenvolvimento Humano

(IDH) do Brasil e Mata Roma obteve baixo desempenho, com IDH de 0,567.

O Programa de Saúde da Família – PSF vem procedendo a organização da prática

assistencial em novas bases e critérios, a partir de seu ambiente físico e social, com

procedimentos que facilitam a compreensão ampliada do processo saúde/doença e da

necessidade de intervenções que vão além de práticas curativas. Em Mata Roma a relação

entre profissionais da saúde e a população é 1/133 habitante, segundo o IMESC (2010).

Economia de subsistência

A pecuária, o extrativismo vegetal, a lavoura permanente e a lavoura temporária, as

transferências governamentais, o setor empresarial com 58 unidades atuantes e o trabalho

informal são as principais fontes de recursos para o município.

A água consumida na cidade de Mata Roma é distribuída pelo Serviço Autônomo de

Água e Esgoto – SAAE, autarquia municipal que atende aproximadamente 3.195 domicílios

através de uma central de abastecimento (IBGE, 2010). O município possui um sistema de

escoamento superficial dos efluentes domésticos e pluviais que são lançados em cursos

d’águas permanentes. A disposição final do lixo urbano, não é feita adequadamente em um

aterro sanitário.

De acordo com os dados da CNM (2000), a coleta do lixo domiciliar é pouco

expressiva atendendo apenas 9,63% das residências, enquanto 89,94% delas lançam seus

dejetos diretamente no solo ou os queimam e 0,44% jogam o lixo em lagos ou outros destinos.  

O lixo

A disposição final do lixo urbano e do esgotamento sanitário não atendem as

recomendações técnicas necessárias, pois não há tratamento do chorume, dos gases

produzidos pelos dejetos urbanos, nem dos efluentes domésticos e pluviais, como forma de

reduzir a contaminação dos solos, a poluição dos recursos naturais e a proliferação de vetores

de doenças de veiculação hídrica. A coleta diferenciada para o lixo dos estabelecimentos de

saúde é acondicionada em vazadouros, juntamente com os demais resíduos urbanos, elevando

o risco de poluição dos recursos hídricos subterrâneos.

Relevo

O relevo na região é formado por regiões de superfícies com a presença de morros

testemunhos e de planícies compostas por formação sedimentar recente (FEITOSA, 2006). Os

cursos d’água da região fazem parte da bacia hidrográfica do Munim e a vegetação é

composta por floresta estacional, com encraves de mata dos cocais (IMESC 2008).

POLÍTICA

Olha, atualmente a prefeita de Mata Roma é a dona Carmem Neto, a mesma tem uma cultura de ostentação fora do padrão. Ela foi outro dia lá em Chapadinha-MA (ela só compra em Chapadinha, por isso a economia da cidade dela não cresce), comprar um notebook da Apple de última geração que custaram os olhos da cara. Um relatório da CGU, de um levantamento feito entre os dias 18 e 22 de março de 2013, aponta que a Prefeitura de Mata Roma, administrada pela peemedebista Carmem Silva Lira Neto – em sociedade com seu esposo, o ex-deputado Paulo Neto -, beneficiou pelo menos quatro empresas com recursos federais no âmbito de programas de governo ligados à Saúde e Educação do município.

Gerando uma despesa de R$ 1.082.560,36 (um milhão, oitenta e dois mil, quinhentos e sessenta reais, e trinta e seis centavos) para o já amassado cofre de Mata Roma, os contratos envolviam a construção de creche (PAC II) e quadra poliesportiva, Módulos Sanitários Domiciliares e Sistema Simplificado de Abastecimento de Água.

O esquema funcionava por meio de licitações direcionadas, onde as contratadas recebiam a verba pública apesar de não executar ou executar irregularmente obras e serviços.

De acordo com a CGU, as beneficiadas com a verba federal foram as construtoras São Lourenço Ltda, de CNPJ 10.402.298/0001-10, que faturou R$ 431.392,40 para construir uma quadra poliesportiva no município; a E.C.C. Construções Ltda, de CNPJ 13.519.933/0001-31, que levou R$ 270.887,08 para a construção de uma creche; a ECC Construções Ltda, de CNPJ 13.519.933/0001-31, beneficiada com R$ 244.780,88 pela produção de módulos Sanitários; e a Construtora Talento Ltda, de CNPJ 05.572.919/0001-73, que embolsou R$ 135.500,00 por um sistema de abastecimento de água.

Referências

  1. Resultado Final eleições 2012 no Maranhão. Página visitada em 13/01/2013.
  2. a b Divisão Territorial do Brasil Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1 de julho de 2008). Visitado em 11 de outubro de 2008.
  3. IBGE (10 out. 2002). Área territorial oficial Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Visitado em 5 dez. 2010.
  4. Censo Populacional 2010 Censo Populacional 2010 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (29 de novembro de 2010). Visitado em 11 de dezembro de 2010.
  5. Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil Atlas do Desenvolvimento Humano Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) (2000). Visitado em 11 de outubro de 2008.
  6. a b Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Visitado em 11 dez. 2010.
Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado do Maranhão é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.