Itaipava do Grajaú

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Itaipava do Grajaú
Bandeira desconhecida
Brasão desconhecido
Bandeira desconhecida Brasão desconhecido
Hino
Fundação Não disponível
Gentílico itaipavense
Prefeito(a) Joãozinho do Dimaizão[1] (PSDB)
(2013–2016)
Localização
Localização de Itaipava do Grajaú
Localização de Itaipava do Grajaú no Maranhão
Itaipava do Grajaú está localizado em: Brasil
Itaipava do Grajaú
Localização de Itaipava do Grajaú no Brasil
05° 08' 42" S 45° 47' 27" O05° 08' 42" S 45° 47' 27" O
Unidade federativa  Maranhão
Mesorregião Centro Maranhense IBGE/2008 [2]
Microrregião Alto Mearim e Grajaú IBGE/2008 [2]
Distância até a capital Não disponível
Características geográficas
Área 1 540,286 km² [3]
População 14 264 hab. IBGE/2010[4]
Densidade 9,26 hab./km²
Clima Não disponível
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,531 baixo PNUD/2000 [5]
PIB R$ 35 126,742 mil IBGE/2008[6]
PIB per capita R$ 2 576,03 IBGE/2008[6]
Página oficial
Mapa mostrando a distribuição de línguas indígenas no interior do Brasil no século XVI

Itaipava do Grajaú é um município do estado do Maranhão, no Brasil. Sua população estimada em 2004 era de 12 236 habitantes.

Topônimo[editar | editar código-fonte]

Existem várias etimologias possíveis para a palavra "itaipava", todas com base na língua tupi:

  • i'táim'pab (elevação de pedra)[7]
  • itu pewa (cachoeira chata)[8]
  • itáupaba (lago da pedra), através da junção dos termos itá (pedra) e upaba (lago)[9]

História[editar | editar código-fonte]

Até a chegada dos primeiros colonizadores portugueses à região, no século XVI, a mesma era habitada por povos indígenas falantes de línguas jês.

Seu povoamento moderno teve início aproximadamente no ano de 1940 com a chegada de alguns imigrantes dos estados do Ceará e Piauí. Fugindo da seca, esses migrantes passaram a procurar novas áreas para povoarem e aplicarem uma agricultura de subsistência em lotes de aproximadamente de cinquenta hectares, sobretudo de culturas de arroz, milho, mandioca e feijão, culturas estas que prevalecem até os dias atuais.

Antigo povoado do município de Grajaú, emancipou-se em 1997, através da Lei 6 148, de 10 de novembro de 1994. Foi instalado em 1 de janeiro de 1997. Em divisão territorial datada de 1 de julho de 1997, o município é constituído do distrito-sede (antigo povoado de Itaipava).

Referências

  1. Resultado Final eleições 2012 no Maranhão. Página visitada em 13/01/2013.
  2. a b Divisão Territorial do Brasil. Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1 de julho de 2008). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  3. IBGE (10 out. 2002). Área territorial oficial. Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Página visitada em 5 dez. 2010.
  4. Censo Populacional 2010. Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (29 de novembro de 2010). Página visitada em 11 de dezembro de 2010.
  5. Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil. Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) (2000). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  6. a b Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Página visitada em 11 dez. 2010.
  7. FERREIRA, A. B. H. Novo Dicionário da Língua Portuguesa. Segunda edição. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1986. p.974
  8. FERREIRA, A. B. H. Novo Dicionário da Língua Portuguesa. Segunda edição. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1986. p.976
  9. NAVARRO, E. A. Método moderno de tupi antigo: a língua do Brasil dos primeiros séculos. 3ª edição. São Paulo. Global. 2005. 463 p.
Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado do Maranhão é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.