Novosibirsk

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Novosibirsk
Новосиби́рск
Novosibirsk-city flag.svg Coat of Arms of Novosibirsk (2004).png
Novosibirsk 2013.jpg
Vista aérea da cidade.
Subdivisão Novosibirsk
Prefeito Vladimir Gorodetskiy
Área 447,2 km²
População (2014) 1 547 910 [1] habitantes
Densidade 3.061 hab/km²
Altitude +150 metros
Fundação 1893
Antigos nomes Novonikolayevsk
Código telefônico +7 383
Website novo-sibirsk.ru
Localização
Localização de Novosibirsk 55° 01' 00" N 82° 56' 00" L
Cidade da Rússia Rússia

Novosibirsk (Новосибирск, em russo) é a capital da província homônima, na Sibéria, Rússia. Localiza-se nas margens do rio Ob. Tem cerca de 1.500.000 habitantes (estimação do 2012[2] ), sendo a terceira maior cidade russa, após Moscou e São Petersburgo, e a maior da Sibéria. Foi fundada no 1893 durante a construção da Transiberiana, é uma cidade do estilo modernista, ruas amplas e com infra-estruturas modernas, como o metrô inaugurado em 1985 (o único a leste dos Montes Urais), com duas linhas e 13 estações. O centro da atividade comercial é no lado direito do rio, onde concentra-se a atividade comercial e cívica. Aos 20 quilômetros no sul localiza-se o Akademgorodok, um bairro de ciência e do sector informático.

História[editar | editar código-fonte]

Anteriormente a região era habitada pelos povos samoiedos. Os primeiros cossacos russos chegaram o território do Novosibirsk moderno no século XVI, e continuaram mais para leste. No inicio do século XVIII os imigrantes russos já moravam na margem ocidental do Ob, mas antes da primeira metade do século o território mais ao leste não foi controlado pela Rússia. Para manter a ordem e recolher os impostos, o império russo construiu a ostrog (fortaleza) de Chauss (modernamente o povoado de Kolyvan) no 1713 e aquela de Berdsk no 1716.

Ponte sobre o rio Ob

Durante a construção da linha férrea do Transiberiano os projetistas poderiam escolher um trajeto mais a norte, perto de Tomsk (então a maior cidade da Sibéria), mas preferiram as costas de Novosibirsk moderno por que há colinas com camadas de rocha em pouca profundidade, o que foi muito conveniente para construção. O projeto foi aprovado no 1893 e no mesmo ano foi fundada a aldeia dos construtores na margem direita do rio, com a designação de Novo-Alexandrovskiy, como referência a Alexandre III, o czar da Rússia. Ainda que naquele tempo no território da cidade moderna existiam aldeias pequenas, foi o povoado dos construtores que cresceu e juntou elas.

A ferrovia Transiberiana foi o primeiro meio do transporte rápido conectando os enormes territórios siberianos com a Rússia ocidental, e permitiu a agricultura e comercio local se desenvolver. A área do Novosibirsk e outros territórios do sul do Sibéria se ficaram exportadores dos produtos alimentares. Novosibirsk aproveito o cruzamento da ferrovia com o grande rio do Ob que permitia transportar o grano do sul. No ano de 1903, torna-se oficialmente uma cidade, chamada Novo-Nikolayevsk, referendo ao czar Nicolau II.

Em 1925, por vontade da sua população, foi atribuída à cidade a designação atual de Novosibirsk (Nova Sibéria), e o governo comunista, preventivamente tendo medo da resistência nas cidades antigas de Omsk e Tomsk, decidiu de mudar a capital da região para Novosibirsk, mais nova e sem classe aristocrata. O centro da cidade possui os monumentos arquitetónicos desse época no estilo construtivista.

Durante a segunda guerra mundial, Novosibirsk recebeu algumas fábricas evacuadas por Transiberiana e reconstruidas perto das linhas ferroviárias. Um dos seus monumentos de destaque é o Memorial, com placas de granito, onde estão inscritos os nomes das cerca de 30 000 pessoas que morreram na Guerra Patriótica, inaugurado em 1965.

Geografia[editar | editar código-fonte]

Clima[editar | editar código-fonte]

Dados climatológicos para Novossibirsk, Federação Russa
Mês Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez Ano
Temperatura máxima média (°C) -12,2 -10,3 -2,6 8,1 17,5 24,0 28,7 26,2 16,6 6,8 -2,9 -8,9 7,0
Temperatura mínima média (°C) -20,1 -19,1 -11,8 -1,7 5,6 12,3 14,7 11,7 6,4 0,0 -9,1 −16,4 -2,3
Precipitação (mm) 19 14 15 24 36 58 72 66 44 38 32 24 442
Fonte: weathersa[3]

Economia[editar | editar código-fonte]

Novosibirsk é um dos principais centros industriais da Federação Russa. O complexo industrial é formado por 214 empresas indústrias grandes e médias. Representam mais de dois terços da produção total de óblast de Novosibirsk, com um total de 421.200 pessoas trabalhando o setor.

As principais indústrias são a indústria de energia, gás, água, metais, a metalúrgica e a maquinaria, que representam 94% da produção industrial total. O número de empresas chegou a 132.071 unidades e existem 43.402 empresários individuais registados. O comércio por si só contou com um volume de vendas de 217.795,1 milhões de rublos em 2009 e cresceu alcançando a marca de 722.092,6 milhões de rublos, em 2011.

A cidade é sede de várias empresas russas das mais importantes, entre elas a sede de concentrados químicos de Novosibirsk NPCC, uma das maiores empresas de combustível nuclear da Rússia; a empresa energética Novosibirskenergo; a companhia ferrovia da Sibéria Ocidental, a operadora de telecomunicações Sibirtelecom, a Associação de Produção de Aeronaves de Novosibirsk V.P. Chkalov, a empresa de engenharia para a produção de maquinário agrícola e equipamentos de mineração Sibselmash.

No setor da construção e urbanismo, o governo local construirá um total de 10.612 mil metros quadrados de habitações até 2015 e manterá programas de reconstrução e modernização de habitações em mal estado e, em geral, um desenvolvimento integral da infra-estrutura da cidade. Por sua parte, o comércio é um dos motores da estrutura industrial e da economia de Novosibirsk.

Em 30 de março de 2011 a agência classificadora Standard & Poor's elevou a classsificação de crédito a longo prazo da cidade de Novosibirsk de "BB-" a "BB" e a classificação em escala nacional a "ruAA". A perspectiva da classificação era "estável".

Infraestrutura[editar | editar código-fonte]

Educação e ciência[editar | editar código-fonte]

Novosibirsk é conhecido por ser um importante centro científico, abrigando a Academia de Ciências da Rússia Siberian Branch, no qual existem dezenas de institutos de pesquisa, entre estes o Novosibirsk State University, Institutos de Física e Matemática Escolar do NSU e a Escola Superior de Informática. Nas proximidades, em Koltsovo, há o Centro de Virologia e Biotecnologia.

A cidade possui um total de 32 instituições de ensino superior (11 universidades, 8 academias e 13 instituições), além disso, existem 14 filiais de universidades de outras cidades da Rússia (incluindo instituições de Moscou e São Petersburgo). A maior universidade é a Universidade Técnica Estadual de Novosibirsk (NSTU), com mais de 22 mil alunos.

As universidades presentes na cidade são: Universidade Estadual de Novosibirsk, Universidade Técnica Estadual de Novosibirsk, Universidade Estadual Agrária de Novosibirsk, Universidade Estadual de Arquitetura e Engenharia Civil de Novosibirsk, Universidade Estadual de Medicina de Novosibirsk, Universidade Estadual de Economia e Gestão de Novosibirsk, Universidade Estadual Pedagógica de Novosibirsk, Universidade Estadual de Economia e Comércio da Rússia, Universidade Siberiana Estadual de Transporte Ferroviário, Universidade Siberiana Estadual de Telecomunicações e Informática e Universidade Siberiana de Cooperativas de Consumidores.

Transportes[editar | editar código-fonte]

Novosibirsk é o maior centro de transportes da Sibéria e na cidade existe a confluência de várias linhas férreas e de rodovias, dentre elas destaca-se a ferrovia Transiberiana. Em Novosibirsk se encontra a sede da ferrovia da Sibéria Ocidental, um dos ramais siberianos da empresa estatal Ferrovia russa. A situação de Novosibirsk é fundamenta para o transporte já que conecta a Sibéria ao Oriente, Asia Central e Rússia europeia. Os fluxos humanos e o comércio contribuem significativamente no desenvolvimento da cidade. Novosibirsk é também um porto fluvial.

Existe uma rede de ônibus na cidade. E outro meio de locomoção massivo na cidade é metrô (O único a leste dos montes Urais), inaugurado em 1986. Conta com duas linhas em funcionamento, totalizando doze estações, no final de 2005, foi inaugurada a décima segunda estação. É a forma mais rápida para deslocar-se, mas está concentrado na região central.

A intersecção das rotas marítimas e terrestres são um fator adicional no crescimento da cidade. O porto fluvial se encontra nas proximidades da famosa ponde sobre o Rio Ob, na área central da cidade. A navegação pelo Ob consiste em transportes de mercadorias, transporte local de passageiros e a extração de areia. As rotas turísticas do rio só existem em Tomsk e Zavyalovo.

Por último, o Aeroporto Internacional Tolmachevo, com voos regulares a outras partes da Russia, Europa e Ásia.

Cultura[editar | editar código-fonte]

O Dia da Cidade é celebrado no final domingo de junho, com a realização de um desfile pelas ruas.

Referências

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Novosibirsk
Ícone de esboço Este artigo sobre Geografia da Rússia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.