Parma Football Club

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Parma
Parma FC.png
Nome Parma Football Club
Alcunhas Crociati
Gialloblù
Ducali
Parmensi
Fundação 27 de julho de 1913 (101 anos)Verdi Foot Ball Club
2004 (10 anos)Parma FC
Estádio Ennio Tardini
Capacidade 29.906
Localização Parma, Itália
Presidente Itália Tommaso Ghirardi
Treinador Itália Roberto Donadoni
Patrocinador Alemanha Vorwerk folletto
Itália ENERGY T.I. GROUP S.p.A.
Material esportivo Itália Errea
Competição Itália Serie A
Itália Coppa Italia
SA 2014-15
CI 2014-15
em disputa
em disputa
Website site oficial
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
titular
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
alternativo
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
alternativo
Temporada atual
editar

O Parma Football Club (ex-Parma Associazione Calcio), vulgarmente designado por apenas Parma, é um clube de futebol italiano profissional com sede em Parma.

Fundado como Verdi Foot Ball Club, em julho de 1913, o clube mudou seu nome em dezembro do mesmo ano.

O time manda seus jogos no Estádio Ennio Tardini com capacidade para 27.906 lugares, desde 1923.

Apesar de Parma nunca ter ganho o título da Liga Nacional e nunca competir por troféus principais até os anos 1990, ele ganhou três Copas da Italia e uma Supercopa Italiana, bem como duas Copas da UEFA, uma Supercopa Europeia e uma Taça dos Clubes Vencedores de Taças.

O clube ganhou todos os oito destes troféus entre 1992 e 2002, período em que também alcançou sua melhor colocação da Liga - como vice-campeão na temporada 1996-1997.

História[editar | editar código-fonte]

O Parma Foot Ball Club nasceu em 16 de dezembro de 1913. O núcleo original da equipe era composta por homens de Verdi Foot Ball Club, clube fundado em 27 de julho do mesmo ano e absorvido pela nova equipe. Depois de vários campeonatos jogou nas categorias regionais, e depois disso, em 1922 , o advogado Ennio Tardini inicia a construção do estádio (mais tarde nomeado após ele após a sua morte precoce), em 1924-1925, vem a primeira promoção para a primeira divisão nacional .Permanência que só dura um ano, e depois continuar na categoria júnior. Em 1930 a empresa tornou-se um personagem multi-esporte e é referido Parma Associazione Sportiva . A partir daqui, a equipa vai competir na Serie B e Serie C . Até a temporada de 1953-1954, graças aos 15 gols de Július Korostelev e de Čestmír Vycpálek, obtém a primeira promoção (no campo) para a Série B, onde permaneceu nos 11 anos seguintes. Dois grandes jogadores foram destaque do clube nesta época. São eles o goleador Paolo Erba (onde foi em o artilheiro da temporada 1956-1957, com 16 golos na Serie B) e Ivo Cocconi, que colecionou 308 jogos pelo clube. Na temporada de 1964 -65 Parma foi rebaixado para Série C, e no ano seguinte na Série D. Enquanto as arquibancadas estão vazias (como os cofres de empresas), Parma AS é colocada em liquidação, e um punhado de empresários de Parma compram e renomeiam para Parma Football Club.

Anos mais tarde, a partir de 01 de janeiro de 1970 mudou seu nome para Parma Associazione Calcio.

Os próximos anos seriam de altos e baixos.

A década de 1980 foi a época da presidência de Ernesto Ceresini. Em 1989, Ceresini muda a história do Parma, contratando o promissor técnico Nevio Scala. Na temporada 1989-90, o Parma se promove a Serie A.

Após a promoção à Serie A, a presidência da equipe é de Giorgio Pedraneschi.

O Parma estreou na Serie A terminando na sexta posição, que lhe permitiu estrear na Taça UEFA 1991-92. Na temporada seguinte, conquistou a Copa da Itália 1991-92. No ano seguinte, venceu a Taça das Taças. As compras de Faustino Asprilla e Gianfranco Zola confirmaram a vontade de vencer do clube. Em fevereiro de 1994, o Parma conquista a Supertaça Europeia.

Com o técnico (e ex-jogador do Chievo)Carlo Ancelotti no comando técnico do time, vêm o jovem argentino Hernán Crespo Enrico Chiesa. Na temporada 1996-97, o Parma fecha em segundo lugar atrás da Juventus com a primeira qualificação para a Taça dos Campeões Europeus (Liga dos Campeões) 1997-98, a temporada em que eles afirmam as qualidades defensivas do francês Lilian Thuram e dos jovens Fabio Cannavaro Gianluigi Buffon. Em 1998 com a chegada de Alberto Malesani como treinador, o Parma vai ganhar a Taça UEFA ao vencer o Olympique Marseille por 3 a 0 e a Copa da Itália superar a Fiorentina.

A temporada 1999-2000 começa com vitória na Supercopa da Itália por 2 a 1 sobre o Milan.

As próximas duas temporadas são caracterizados por uma alternância contínua de treinadores. Com Pietro Camignani, o Parma venceu sua terceira Copa da Itália. Na temporada seguinte, a crise repentina de Parmalat, marca a temporada de Parma. Em 25 de junho de 2004, a fim de evitar o re-início do futebol amador, nasce o Parma Football Club, que leva e mantém vivo todos os direitos de Parma AC. 

Desde 2007 o Parma é dirigido por Tommaso Ghirardi.

Estádio[editar | editar código-fonte]

Estádio Ennio Tardini, casa do Parma

O Estadio Ennio Tardini, comumente referido como apenas Tardini, está localizado entre o centro e as muralhas de Parma e é a casa do Parma Football Club.

O estádio foi construído em 1923 e foi nomeado em homenagem à um dos ex-presidentes, Ennio Tardini, com capacidade para 27.906 espectadores, embora atualmente seja apenas autorizada a entrada de 22.885, sendo o mais antigo campo de futebol na Itália em uso.

O estádio sofreu expansão significativa sob propriedade da Parmalat na década de 1990, e a capacidade de assentos foi aumentada de 13.500 para cerca de 29.050.

O rebaixamento para a Série B reduziu a capacidade para 27.906, embora apenas 22.885 estão autorizados a entrar por todos os lugares, já tendo sido utilizado em cinco partidas oficiais da Seleção Italiana, todas elas com vitórias.

Os dois primeiros jogos foram em amistosos preparativos para a Copa do Mundo de 1994 e 1998, contra a Finlândia e Paraguai.

Os outros jogos foram disputados pelas eliminatórias das Copas de 2002, 2006 e 2010 em jogos contra Hungria, Bielorrusia e Chipre.

Elenco atual[editar | editar código-fonte]

  • Atualizado em 27 de Agosto de 2014.[1]
Legenda
  • Capitão: Capitão
  • PenalizadoExpulso: Jogador suspenso
  • Lesionado: Jogador lesionado


Goleiros
Jogador
1 Itália Alex Cordaz
22 Itália Alessandro Iacobucci
83 Itália Antonio Mirante
Defensores
Jogador Pos.
4 Portugal Pedro Mendes Z
6 Itália Alessandro Lucarelli Capitão Z
19 Brasil Felipe Z
26 Brasil Itália Fabiano Santacroce Z
29 Argentina Itália Gabriel Paletta Z
2 Itália Mattia Cassani LD
13 República da Macedónia Stefan Ristovski LD
33 Itália Andrea Rispoli LD
18 Itália Massimo Gobbi LE
15 Itália Andrea Costa LE
Meio-campistas
Jogador Pos.
30 Gana Afriyie Acquah V
70 Brasil Lucas Souza V
3 Argélia Djamel Mesbah M
8 Argentina José Mauri M
14 Itália Daniele Galloppa M
20 Marrocos Soufiane Bidaoui M
21 Itália Francesco Lodi M
80 Chile Cristóbal Jorquera M
31 Quénia McDonald Mariga M
Atacantes
Jogador
5 Argélia Abdelkader Ghezzal
9 Itália Nicola Pozzi
10 Argélia Ishak Belfodil
11 Brasil Itália Amauri
17 Itália Raffaele Palladino
48 Itália Alberto Cerri
99 Itália Antonio Cassano
7 França Biabiany
Comissão técnica
Nome Pos.
Itália Roberto Donadoni T

Notáveis jogadores[editar | editar código-fonte]

Hernán Crespo ja ganhou três troféus pelo clube.

Títulos[editar | editar código-fonte]

Nacionais[editar | editar código-fonte]

Coccarda Coppa Italia.svg Copa da Itália: 3

(1991/92, 1998/99, 2001/02)

Supercoppaitaliana.png Supercopa da Itália: 1

(1999)

Internacionais[editar | editar código-fonte]

UEFA Cup (adjusted).pngLiga Europa Da UEFA: 2 1994-1995, 1998-1999

Coppacoppe.pngRecopa Européia: 1 1993

Supercup.pngSupercopa Européia: 1 1993

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Bandeira de ItáliaSoccer icon Este artigo sobre clubes de futebol italianos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.