Strepsiptera

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde Fevereiro de 2009).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Como ler uma caixa taxonómicaStrepsiptera
Macho da família Halictophagidae

Macho da família Halictophagidae
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Arthropoda
Subfilo: Uniramia
Classe: Insecta
Ordem: Strepsiptera
(Kirby, 1813)
Famílias
Mengenillidae

Mengeidae
Stylopidae
Bohartillidae
Corioxenidae
Halictophagidae
Callipharixenidae
Elenchidae
Myrmecolacidae

Strepsiptera (do grego sprepsis = ângulo; ptera = asas) é uma ordem de insetos constituída de nove famílias e cerca de 600 espécies.

Morfologia[editar | editar código-fonte]

São insetos pequenos, medindo de 1,6 a 4 mm. Apresentam acentuado dimorfismo sexual: o macho apresenta vida livre e é alado, enquanto a fêmea não possui asas, geralmente sem pernas e, em espécies parasitas, não deixa o hospedeiro, passando toda a sua vida no invólucro pupal. Enquanto que as fêmeas de vida livre apresentam cabeça distinta, enquanto que a cabeça e o tórax nas fêmeas parasitas são fundidos.

Ao invés de possuírem olhos compostos com centenas de omatídeos, cada qual capaz de produzir uma imagem parcial, os olhos dos Strepsiptera consistem de poucas dezenas de omatídeos separados por uma película, conferindo-lhe o aspecto de uma amora, no qual cada lente forma uma imagem que posteriormente é combinada no cérebro.

As peças bucais são degeneradas. As antenas são flabeladas, com longos processos em alguns segmentos. Os Strepsiptera apresentam um grande mesotórax, a asa anterior reduzida a uma estrutura claviforme (pseudohalteres) e a posterior grande e membranosa, com venação reduzida, formando um leque. O trocânter é atrofiado ou ausente. O tarso possui de 2 a 5 artículos.

Ecologia[editar | editar código-fonte]

Os Strepsiptera apresentam metamorfose completa, com um ciclo de vida que envolve hipermetamorfose (metamorfose completa em que os diferentes ínstares larvais representam dois ou mais tipo de larvas).

Ícone de esboço Este artigo sobre insetos, integrado no Projeto Artrópodes é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.