Édson Ataliba Cândido

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Édson Ataliba Cândido (São Paulo, São Paulo, 9 de julho de 1956) é um ex-futebolista brasileiro, que atuava como atacante, mais precisamente ponta-direita.

Começou sua carreira de futebolista na categoria infantil do Corinthians, mas foi dispensado. Depois, passou a jogar pelas categorias de base de futebol do Juventus da Mooca. Após ser promovido, passou a atuar ao lado de jogadores como César, Bizi e Luciano Coalhada[1].

Em seus tempos de Juventus, Ataliba não se cansava de marcar gols contra o Corinthians. O ponta-direita marcou nove gols em doze jogos[2]. Ainda no Juventus ele chegou a ser relacionado na pré-lista da Copa do Mundo de 1978, porém não sendo convocado na lista final pelo técnico da Seleção na época Osvaldo Brandão.

Apesar de ser muito atabalhoado dentro de campo, Ataliba foi contratado pelo Corinthians em 1982, ao menos para que ele (torcedor do time} não marcasse mais gols contra o Timão. A princípio, ficou na reserva até conquistar o seu espaço. No título do Paulistão daquele ano, diante do São Paulo, fez fantástica jogada que resultou em gol do atacante Casagrande. Foi o período da Democracia Corintiana, e ele se enquadrava no segundo escalão do bloco, em companhia de Biro-Biro, Zenon, Zé Maria e Eduardo Amorim[3].

Bicampeão paulista em 1982 e 1983, Ataliba teve seu rendimento aumentado graças aos seus companheiros de ataque: Sócrates, Casagrande e Zenon. Pelo Timão, marcou 25 gols em 138 jogos. Deixou o clube em 1984 quando estava sendo sondado pelo Palmeiras e especulado pela imprensa, mas acabou indo para o Santos, onde foi novamente campeão paulista em 1984, o tri-campeonato consecutivo. Bem-humorado, e gago, fora de campo, Ataliba gostava de falar entre risos que "Sempre era o melhor em campo".

Na atualidade, Tatá, como é chamado pelos seus amigos e companheiros, mora na cidade de São Paulo, onde nasceu, e permanece jogando futebol no Corinthians Masters.

Em 2013 foi anunciado como novo técnico do Clube Atlético Diadema para a disputa do Campeonato Paulista Segunda Divisão.[4] Deste o inicio de 2016 Ataliba ocupava o cargo de Supervisor do Diadema. Em Julho de 2017 Ataliba voltou ao cargo de treinador, dessa vez como técnico da categoria SUB-20 do Diadema, após a saída de Ricardo Gomes do comando do clube.[5]

Títulos[editar | editar código-fonte]

Corinthians
São Paulo Campeonato Paulista de 1983[editar | editar código-fonte]
  • México Copa Da Feira De Hidalgo: 1981
  • Rio Grande do Sul Taça Cidade de Porto Alegre 1983
  • São Paulo Taça Governador do Estado: 1984
  • Rio de Janeiro xSão Paulo Copa dos Campeões 1984
  • Brasil Torneio Internacional  Verão: 1985
  • Estados Unidos Copa das Nações: 1985
Santos

São Paulo Campeonato Paulista SUB-20 Segunda Divisão: 2013

Referências

  1. «Que Fim Levou? - Ataliba». Consultado em 13 de janeiro de 2012 
  2. «Que Fim Levou? - Ataliba». Consultado em 13 de janeiro de 2012 
  3. «Bragança Jornal Diário :: Ataliba, carrasco do Corinthians». Consultado em 13 de janeiro de 2012 
  4. «CA Diadema confirma participação na Segundona e anuncia ex-jogador Ataliba como treinador». jogolimpo.com. Consultado em 19 de fevereiro de 2013 
  5. «ATALIBA NOVO SUPERVISOR DO CLUBE ATLÉTICO DIADEMA». www.cadiadema.com.br. Consultado em 1 de julho de 2016 
Bandeira de BrasilSoccer icon Este artigo sobre um futebolista brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.