Clube Atlético Diadema

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Diadema
Clube Atlético Diadema.png
Nome Clube Atlético Diadema
Alcunhas CAD
Os Diademenses
Mascote Imperador do ABCD
Principal rival Água Santa
Fundação 9 de outubro de 2009 (10 anos)
Estádio Estádio Municipal José Batista Pereira Fernandes
Capacidade 10.000
Presidente Brasil Jadir Riato da Silva
Treinador Leandro Mehlich, Cleber Ferreira & Dinho Galvão
Patrocinador Brasil ZigNet - Riato - Esquina do FastFood - Alvorada Supermercados - Ampliatto Futebol - Geluxo Coopergelo - Marcenaria Monteiro
Material (d)esportivo Brasil C7R Uniformes Esportivos
Competição Licenciado dos campeonatos profissionais e de categorias de base
Website cadiadema.com.br
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
titular
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
alternativo
editar

O Clube Atlético Diadema é um clube brasileiro de futebol da cidade de Diadema, no estado de São Paulo. Fundado em 9 de outubro de 2009, suas cores são o branco e o azul marinho.

História[editar | editar código-fonte]

O Clube Atlético Diadema foi fundado em 9 de outubro de 2009, e em 2010 o Diadema disputou o Campeonato Paulista Sub-20 Pela primeira vez. Em 2011, pela primeira vez, disputaria também o Campeonato Paulista Segunda Divisão, porém, não pode estrear por falta de um estádio com capacidade mínima de 5 mil pessoas como manda a FPF, impossibilitando o ingresso do clube no futebol profissional. Ao contrario da previsão de que o clube finalmente jogasse profissionalmente na edição 2012, novamente pelo mesmo motivo do ano anterior o CAD ficou de fora do profissionalismo, apenas na edição 2013 o Diadema estreou na categoria profissional, quando foi finalmente foi finalizada a construção do Estádio Municipal José Batista Pereira Fernandes com capacidade de inicial para pouco mais de 6 mil pessoas.[1] Nesse mesmo ano a equipe Sub-20 do clube conquistou o Campeonato Paulista Segunda Divisão da categoria.

Porque a escolha de Diadema?[editar | editar código-fonte]

Após pesquisar e manter contato com diversas cidades paulistas, os dirigentes do projeto BR SOCCER finalmente optaram por firmar parceria com uma das cidades mais importantes do Estado de São Paulo: Diadema.

A cidade de Diadema, atualmente com uma população que gira em volta de 420 mil habitantes, está localizada no ABCD Paulista, região onde tradicionalmente se destacam grandes atletas em diversas modalidades esportivas. As cidades da região investem consideravelmente pouco no esporte de alto rendimento, ainda sim, conseguem obter grandes resultados em diversas modalidades esportivas, então porque não investir de verdade na qualidade dos atletas?

Além do fácil acesso às principais rodovias e a proximidade com a capital de São Paulo, Diadema também tem grande tradição em revelar novos talentos, como por exemplo; Denílson, pentacampeão mundial, e David Luiz, zagueiro titular na Seleção Brasileira na Copa do Mundo 2014.

Mesmo com todos esses aspectos favoráveis e com uma população apaixonada por futebol, Diadema até então era a única cidade da região que até então nunca havia tido um clube de futebol profissional. Surge então o Clube Atlético Diadema.

O Mascote - Imperador do ABCD[editar | editar código-fonte]

Sabemos que o Brasileiro adora apelidar quase tudo, no futebol não é diferente. Na grande paixão nacional, todo clube tem um apelido e mascote a maioria deles é baseada nos seus próprios animais, objetos, santidades e até monumentos caem tanto no gosto popular que acabam tão falados quanto o próprio nome do clube. O Clube Atlético Diadema escolheu um mascote que caracteriza a equipe, é um ‘IMPERADOR’, desenhado pelo cartunista Juarez Corrêa.

O Imperador fará companhia ao Azulão (São Caetano), Ramalhão (Santo André), Tigre (São Bernardo FC), Dogão (Palestra SB), Cachorrão (EC São Bernardo) e a Locomotiva (Mauaense), todos eles além da região tem algo em comum, o seu criador.

A palavra Diadema tem muitos significados, um dos significados é uma Joia das Majestades, uma Coroa. Como a coroa também está no escudo do CA Diadema surgiu ai a ideia do mascote, mesmo porque nenhum outro clube brasileiro tem escudo e mascotes semelhantes.

Além da identificação do desenho com a origem da palavra Diadema, o Imperador também representa a Força, Garra, Raça, Superação e a Liderança que serão as principais características de todos os elencos que usam o uniforme do Clube Atlético Diadema nos gramados.

Centro de Treinamento[editar | editar código-fonte]

O Clube Atlético Diadema na metade do ano de 2011 se tornou ''dono'' do antigo Campo Municipal do Taperinha, através de uma concessão. O local foi rebatizado posteriormente como Centro de Treinamento do Taperinha ou simplesmente CT do Taperinha. O local era situado na Avenida Dona Ruyce Ferraz Alvim, 15 no bairro Vila Nogueira.

Antes do clube Diademense assumir o campo, o mesmo estava completamente abandonado e por estar em uma área carente da cidade e do bairro Vila Nogueira, o local era usado como abrigo e ponto para consumo de drogas pelos usuários dos entorpecentes. Depois que o Clube Atlético Diadema assumiu o local tudo mudou, o equipamento esportivo foi todo reformado, desde uma simples pintura até a troca do gramado, que foi substituído por um de maior qualidade. Além das construções de um refeitório e alojamentos para os atletas. O Taperinha também ganhou novos vestiários, uma academia totalmente equipada e um amplo DM (Departamento Médico) para os jogadores lesionados se recuperarem através dos trabalhos de fisioterapia com os fisioterapeutas do clube, a última parte a ser construída foi o escritório sede da diretoria do clube.

Além disso o CT do Taperinha conta com refletores, arquibancada lateral ao campo dividida em 3 setores, 2 para a torcida mandante e 1 para a visitante, todos eles com uma boa visão de todo o gramado. Os setores das arquibancadas juntos tem uma capacidade estimada para acomodar até 3 mil torcedores, todos os setores contam com banheiros masculinos e femininos.

Eventos marcantes[editar | editar código-fonte]

Em 26 de Janeiro de 2013 o Diadema, em parceria com o Milan da Itália, realizou um grande evento no CT do Taperinha, uma avaliação com números nunca antes vistos, onde o clube Italiano selecionou jovens para atuar em suas categorias de bases em Milão. Na data, mais de 3 mil crianças entre meninos e meninas, compareceram junto com seus pais. O teste aconteceu sem pausa durante o toda a extensão do dia, das 9h às 19h, para que assim todos os jovens fossem vistos com igualdade. Jovens de todos os lugares do Brasil compareceram, o que logo chamou a atenção da imprensa que compareceu e cobriu o evento elevando o nome da Cidade e do Clube pela iniciativa.

Em 19 de Dezembro de 2017, O Diadema e patrocinadores parceiros organizou e realizou um jogo amistoso entre; ''Os Amigos de Guilherme Arana x Os Amigos de Pinha Presidente''. A partida fez parte da tag: CAD do bem, #FicaCAD e da campanha ''Natal sem fome 2017''. O público presente lotou as arquibancadas para ver o principal atrativo da noite, ''A despedida de Guilherme Arana, do Brasil'' como dizia os banners do evento, que promovia a última partida do lateral nos gramados Brasileiros, já que Arana, que havia conquistado o Campeonato Brasileiro 2017 dias antes, já estava negociado e a poucos dias de se apresentar ao Sevilla da Espanha. Após o evento a torcida invadiu o gramado junto com a imprensa em busca de se aproximar-se de seus ídolos. Os grandes nomes da partida ganharam a camisa dos modelos 2017 do CAD, além de um grande churrasco com samba e pagode ao vivo durante toda a madrugada na área do pátio, dentro CT.

Projeto que visava a melhorias para a população[editar | editar código-fonte]

Em 2014 Delcir Sonda, dono dos grupos que levam o seu sobrenome (Grupo Sonda e Grupo DIS) e a diretoria do Diadema iniciaram as conversas, para que fosse realizado o que foi denominado pela imprensa esportiva do como: ''Um dos maiores projetos de uma empresa junto a um clube na história''. Tanto da cidade de Diadema, como até mesmo a nível nacional. Além de ser um dos maiores projetos para toda uma população municipal no Brasil.

Jackson Carvalho, então presidente do Clube Atlético Diadema explicou as mudanças que deveriam acontecer na cidade em curto prazo; “O Sonda não está vindo apenas para o futebol, mas para toda a cidade e todos os esportes. Vamos ajudar a comunidade fazendo trabalhos sociais na frente do Taperinha e em tantos outros locais da cidade e com outros esportes também. Queremos ter participação nas escolinhas também, dividindo 50% a 50% com o Água Santa, e sem essa história de rivalidade. Isso não existe da nossa parte” Disse na ocasião.

Lembrando também a parte mais importante do projeto, o Grupo Sonda, além de toda a parte social para o povo Diademense, ainda construiria em Diadema sua mais nova sede do ''Sonda Supermercados''. Sabendo que em um país que desde 2016 até hoje, ainda possui milhões de desempregados. (Jovens, mães e pais de família em sua grande maioria) Uma parceria que daria algo em torno de 300 a 600 empregos diretos e mais centenas de empregos indiretos seria indispensável para qualquer cidade, principalmente uma cidade carente como Diadema. O projeto tramitou na Câmara Municipal de Diadema. Precisando da maioria dos votos dos vereadores da cidade para ser colocado em prática imediatamente, porém na primeira votação por 1 voto não passou, resultando na serie de acontecimentos que levaram o CAD a situação que se encontra em termos de estrutura. Os planos do Diadema foram barrados pela ''bancada do Água Santa'', liderada pelo vice-presidente do Água Santa e Vereador, posteriormente também Presidente da Câmara Municipal de Vereadores da cidade, Rivelino Teixeira o ''Pretinho do Água Santa'', que usou de sua influência e liderança para impedir a transição do projeto na casa, segundo fontes internas e o próprio CAD.

Ataque criminoso[editar | editar código-fonte]

Em 29 de Abril de 2018, por volta de 15h45 da tarde o Centro de Treinamento do Diadema foi invadido e atacado em um ato criminoso que muito provavelmente, foi executado com o objetivo de tornar as atividades e chances de continuação do Clube em seu local ou até mesmo na cidade, nulas. O Caso até o momento é investigado pela Policia Civil em Diadema, no 2º DP da cidade localizado bairro Piraporinha. O CT foi invadido, depredado, incendiado, roubado e furtado. Foram enormes os danos e percas, sem uma estimativa oficial divulgada a imprensa tanto por parte do clube, como por parte da investigação, especulações citam valores acima da casa dos R$500 mil. A repercussão nos veículos regionais, na grande mídia e nos sites esportivos por todo o Brasil foi volumosa durante semanas, indignando e deixando várias duvidas na cabeça da população Diademense simpatizante ao futebol, além do CT ter regredido ao estágio inicial encontrado pelo clube no começo de sua concessão, abandonado e em ruínas.

Estatísticas[editar | editar código-fonte]

Participações[editar | editar código-fonte]

Aumento Promovido à divisão superior
Baixa Rebaixado à divisão inferior
Inativo Licenciamento no ano seguinte
Competição Temporadas Melhor campanha Anos A Aumento R Baixa
São Paulo Segunda Divisão 5 10º colocado (2016) 2013-2017 Inativo

Categorias de base[editar | editar código-fonte]

Títulos da base[editar | editar código-fonte]

São Paulo Campeonato Paulista Sub-20 Segunda Divisão 2013

Referências

Bandeira de BrasilSoccer icon Este artigo sobre clubes brasileiros de futebol é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.