Aeroporto Internacional Zumbi dos Palmares

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, comprometendo a sua verificabilidade (desde outubro de 2016).
Por favor, adicione mais referências inserindo-as no texto. Material sem fontes poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Maceió
Aeroporto
Aeroporto Internacional Zumbi dos Palmares
IATA: MCZ - ICAO: SBMO
Características
Tipo Público
Administração INFRAERO
Serve Região de Maceió
Localização Brasil Rio Largo, AL
Inauguração 15 de setembro de 2005 (12 anos)
Coordenadas 9° 31' 02" S 35° 47' 01" O
Altitude 118 m (387 ft)
Movimento de 2016
Passageiros 1 995 069 passageiros
Carga 228 847 Kg
Aéreo 19 748 aeronaves
Mapa
SBMO está localizado em: Brasil
SBMO
Localização do aeroporto no Brasil
Pistas
Cabeceira(s) Comprimento Superfície
12 / 30 2 602 m (8 537 ft) Asfalto
Notas
Dados do DECEA[1] e da ANAC[2]

O Aeroporto Internacional de Maceió - Zumbi dos Palmares (IATA: MCZICAO: SBMO) está localizado em Rio Largo, em Alagoas, a 22 km do centro de Maceió. É o sexto aeroporto mais movimentado da Região Nordeste e o quinto aeroporto do nordeste no que se refere ao tamanho do tamanho do terminal de passageiros, atrás dos aeroportos de Salvador, Natal, Recife e Fortaleza. Sua pista de 2.200m foi reformada, com a nova pista de 2.601m tendo sido inaugurada em 16 de setembro de 2005, assim como um novo terminal de passageiros. Este terminal ( 22.000 m² ) segue a tendência contemporânea de assemelhar os terminais aeroportuários a shopping centers... Possui quatro pontes de embarque com acesso direto às aeronaves (fingers), sendo duas com capacidade para aclopagem de grandes aeronaves (inclusive as de categoria NLA - New Large Aircraft) e o novo sistema de pátio das aeronaves pode receber, simultaneamente, até 19 aviões de grande porte.

O aeroporto conta com 24 balcões de check-in, 7 escadas rolantes, quase 600 vagas de estacionamento e 67 áreas para atividades comerciais.

É o primeiro Aeroporto do Brasil projetado com a tecnologia de eficiência energética de Cogeração. Em sua Central de Água Gelada existem 2 grupos geradores movidos a gás natural, que fornecem energia elétrica para todo o aeroporto. Através do processo da co-geração, a água quente, utilizada para o arrefecimento dos geradores, assim como seus gases exaustos, são re-aproveitados, gerando água gelada por meio de um Chiller de Absorção.

História[editar | editar código-fonte]

A Lagoa do Norte, em Maceió, foi o primeiro aeroporto marítimo da cidade. Ali pousaram os hidroaviões da Pan American Airways, da Panair do Brasil S.A. e do Sindicato Condor Ltda. Este era um dos melhores planos d’água do litoral de Alagoas, por sua extensão, condições naturais e meteorológicas.

Para atender às necessidades do avião DC3, então empregado pelas empresas nacionais, foi construído o primeiro campo de pouso de Maceió.

O Decreto Estadual 1.209 de 30 de junho de 1927 concedeu uma área de 100 hectares de terras devolutas, no Tabuleiro do Pinto, à Societé Franco Sud Americaine de Travang Publics para a construção de um campo de pouso para aeronaves, com a inauguração prevista para janeiro de 1929.

Antes mesmo da conclusão de seu campo de pouso, a Compagnie Générale Aeropostale, sucessora da Latéssère, começou o serviço de aeropostal nacional e internacional, este último com o Uruguai e Argentina.

A inauguração da Aeropostale ocorreu em 14 de outubro de 1928, com capacidade para seis aeronaves. Contava com estação de rádio, oficina mecânica, além de outras dependências com o nome de Costa Rêgo, em homenagem ao governador alagoano.

O Aeroporto de Maceió já foi chamado Campo dos Palmares em homenagem ao mais famoso dos quilombos, o Quilombo de Palmares, situado na Serra da Barriga, em Alagoas, onde negros escravos fugidos dos engenhos organizavam-se em grupos de resistência às investidas de senhores portugueses. A denominação atual (Lei 9.911, de 15 de dezembro de 1999), é em referência ao considerado "herói" dos Quilombos, por alguns grupos de cunho racial, Zumbi dos Palmares.

Atualmente, com o crescimento da atividade turística no Estado de Alagoas, o Aeroporto Internacional Zumbi dos Palmares vem apresentado forte tendência de crescimento, não só no número de passageiros, mas também no número de pousos e decolagens. Especialmente nos fins de semana, o "Zumbi dos Palmares" chega a receber voos sem escalas de 15 destinos domésticos e internacionais.

Concessão à iniciativa privada[editar | editar código-fonte]

Foi anunciado pelo governo federal no dia 15 de setembro de 2016 que o aeroporto, será privatizado no segundo semestre de 2017. [3]

Companhias Aéreas e Destinos[editar | editar código-fonte]

Companhias aéreas Destinos Aeronaves
Avianca Logo.svg Brasília - Salvador - São Paulo (Guarulhos) Airbus A319, Airbus A320 e Airbus A320neo
Azul Brazilian Airlines logo.png Belo Horizonte - Campinas - Recife ATR 72-600, Embraer 190, Embraer 195 e Airbus A320neo
Gol logo.png Brasília - Fortaleza (Inicia-se em 2018) - Rio de Janeiro (Galeão) - São Paulo (Congonhas) - São Paulo (Guarulhos) Boeing 737-700, Boeing 737-800
Latam-logo -v (Indigo).svg Brasília - Rio de Janeiro (Galeão) - São Paulo (Guarulhos) Airbus A320, Airbus A320neo e Airbus A321

Internacionais[editar | editar código-fonte]

Companhias aéreas Destinos Aeronaves
ArgentinaAerolíneas Argentinas logo.png Buenos Aires-Ezeiza (Inicia em 2018) Boeing 737-800
BrasilGol logo.png Buenos Aires-Ezeiza Boeing 737-800
PortugalHifly.png Lisboa (Sazonal) Airbus A330-300 e Airbus A340-300
ArgentinaLatam-logo -v (Indigo).svg Córdoba (Sazonal) Airbus A320-200

Números do aeroporto[editar | editar código-fonte]

Números

  • Área total do sítio aeroportuário: 4.873.714,14m²
  • Área total do TPS-1: 22.000m2
  • Pista principal: 2601m x 45m Taxiway paralela: 2720m x 45m
  • Pátio de aeronaves: 19 posições (sendo 4 em pontes de embarque com acesso direto do terminal)
  • Estacionamento: 583 vagas

Acesso - transporte público[editar | editar código-fonte]

Acesso

O acesso ao terminal de passageiros por intermédio do transporte público é feito pela empresa de transporte intermunicipal Veleiro que faz a linha Aeroporto - Ponta Verde, via Farol e Aeroporto - Rodoviária pela Via Expressa. A tarifa do transporte varia entre R$4,50 e R$4,75 a depender de até que local o transporte será utilizado. O tempo de espera de cada uma das linhas pode chegar a 45 minutos, sendo, portanto, bastante deficitário.

O itinerário da linha Aeroporto - Ponta Verde é: 1. BR 104, sentido Universidade Federal de Alagoas; 2. Polícia Rodoviária Federal; 3. Av. Durval de Góes Monteiro; 4. Av. Fernandes Lima; 5. Praça do Centenário; 6.Poço/Jaraguá; 7. Rua Jangadeiros Alagoanos (Pajuçara); 8. Av. Álvaro Otacílio (Ponta Verde); 9. Jatiúca; 10. Shopping Iguatemi; 11. Poço; 12. Av. Fernandes Lima; 13. Av. Durval de Góes Monteiro; 13. BR 104; 15. Aeroporto.

O itinerário da linha Aeroporto - Rodoviária é: Conjunto Cruzeiro do Sul (Rio Largo) 2.BR 104, sentido Universidade Federal de Alagoas; 3. Polícia Rodoviária Federal; 4. Via Expressa; 5. Shopping Pátio; 6. Serraria e Barro Duro (Avenida Menino Marcelo); 7. Feitosa; 8. Rodoviária. Para o retorno, o caminho inverso.

*A linha Rio Largo - Centro (via Gustavo Paiva) também acessa o terminal de passageiros do Aeroporto.

Para mais informações, ligue para: (82) 3354-2043

Acidentes e incidentes[editar | editar código-fonte]

12 de julho de 1951: a Lóide Aéreo Nacional Douglas DC-3/C-47 registro PP-GLP, ainda registado sob o LAP , voando a partir de Maceió para Aracaju , depois de abortar uma aterragem em condições adversas em Aracaju sobrevoou a pista e iniciou uma volta em baixa altitude para a direita. A aeronave caiu durante este turno. Todos os 33 passageiros e tripulantes morreram. [ 5 ]

26 de julho de 2007: Um avião modelo Piper Seneca II, prefixo PT REX, da Empresa Omar Cayan Táxi Aéreo, e pilotado pelo próprio Omar Cayan, que fazia transporte de malotes bancários para a Febraban, de Recife para Maceió, se chocou contra dois cabos da subestação da Chesf, em Rio Largo. O bimotor estava sublocado para a empresa Tok Táxi Aéro, caiu por volta das 07:00 horas, com uma vítima fatal.[4]

19 de Julho de 2012: Um Embraer 195 da Empresa Aérea AZUL cumprindo o voo 4101 procedente de Campinas,com escala em Aracaju, teve um pequeno incêndio em uma das turbinas por conta de um vazamento de óleo no motor e o mesmo realiza um pouso em Segurança Aeroporto Internacional Zumbi dos Palmares. Não houve feridos. horas depois a Aeronave, retornou a Campinas.

Estatísticas[editar | editar código-fonte]

Movimento de passageiros [5]
Ano Movimento (Passageiros) %
2004 656.104 + 22,3%
2005 765.582 + 16,6%
2006 870.993 + 13,7%
2007 937.305 + 7,6%
2008 957.741 + 2,1%
2009 1.115.686 + 16,4%
2010 1.425.340 +27%
2011 1.543.149 +8,3%
2012 1.711.820 + 10,93%
2013 1.893.488 + 13%
2014 1.891.444 - 1,5
2015 1.982.393 + 1.572
2016 1.995.069 + 0,6
Maiores rotas domésticas saindo de Maceió (Dados defasados - 2009)[6]
Rank Cidade Passageiros Companhias*
1 São Paulo São Paulo, SP (GRU) 214.791 GOL, LATAM, AVIANCA
2 Bahia Salvador, BA 125.466 AZUL, GOL, LATAM, AVIANCA
3 Distrito Federal (Brasil) Brasília, DF 69.345 GOL, LATAM, AVIANCA
3 Rio de Janeiro Rio de Janeiro, RJ (GIG) 65.968 GOL, TAM , AZUL
4 São Paulo Campinas, SP 25.657 Azul, GOL, Passaredo
5 Sergipe Aracaju, SE 13.840 AZUL, GOL, NOAR, TAM
6 Minas Gerais Belo Horizonte, MG 9.307 AZUL
7 São Paulo São Paulo, SP (CGH) 7.543 GOL
8 Pernambuco Recife, PE 6.744 NOAR, AZUL
9 Rio Grande do Sul Porto Alegre, RS 2.561 AZUL
10 São Paulo Ribeirão Preto, SP 1.484 Passaredo

* Companhias com voos regulares

Referências

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um aeroporto, integrado ao Projeto Aviação, é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.


O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Aeroporto Internacional Zumbi dos Palmares