Aeroporto de Vitória da Conquista

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Aeroporto Pedro Otacílio Figueiredo


IATA: VDC - ICAO: SBQV - FAA: Privado
Tipo Não disponível
Administração Socicam
Serve Vitória da Conquista, Itambé, Barra do Choça, Planalto.
Localização Não disponível
Inauguração 23/6/1969


Altitude 914 m (2 999 ft)
Movimento em 2013 300.000
Capacidade anual 30.000
Website oficial Não disponível
Pistas
Cabeceiras Comprimento Superfície
33/15 1 775 m (5 823 ft) Asfalto

Aeroporto Pedro Otacílio Figueiredo é um aeroporto que serve a cidade baiana de Vitória da Conquista e região, e é de propriedade do Governo do Estado, mas, é administrado por uma empresa privada, a Socicam. Possui voos diários para Salvador, São Paulo, Barreiras, Brasilia , Ribeirão Preto, Feira de Santana, Belo Horizonte, Campinas, Curitiba, Rio de Janeiro pelas empresas Azul e Passaredo. O aeródromo está completamente inserido na rede urbana, passou por reforma para melhoria das condições de conforto dos passageiros no terminal. O aeródromo deverá ser desativado nos próximos anos em virtude da demanda de um aeroporto de maior capacidade e sem condições de ampliação, com previsão de conclusão de obras e início de operação em 2016.[1] Atualmente as aeronaves ATR-42 e ATR-72 atendem ao aeroporto, através da Passaredo e Azul respectivamente.

O aeroporto conta com terminal para passageiros climatizado, estacionamento, divisão de combate a incêndio, sistema de proteção ao voo PAPI e NDB, balizamento noturno, farol rotativo e uma estação de rádio AFIS (130.30) para prestar informações acerca das condições de uso do aeródromo aos pilotos.

Ligações aéreas[editar | editar código-fonte]

Companhias aéreas[editar | editar código-fonte]

Destinos[editar | editar código-fonte]

Companhias Destinos
Brasil Azul Belo Horizonte (CNF) - Feira de Santana (FEC) - Salvador (SSA)
Brasil Passaredo Barreiras (BRA)* - Brasília (BSB)* - Ribeirão Preto (RAO)* - Salvador (SSA) - São Paulo (GRU)

* Voos com escalas.

Horários dos voos[editar | editar código-fonte]

Azul:

  • AD 2561 - Belo Horizonte (Confins) - 05:30 (Segundas aos Sábados)
  • AD 2563 - Belo Horizonte (Confins) - 15:03 (Domingos as Sextas)
  • AD 2726 - Feira de Santana - 13:20 (Domingos)
  • AD 2727 - Belo Horizonte - 16:40 (Domingos)
  • AD 2780 - Salvador - 09:15 (Segundas as Sextas)
  • AD 2782 - Salvador - 20:20 (Domingos as Sextas)
  • AD 4955 - Belo Horizonte (Confins) - 09:20 (Sábados)
  • AD 9999 - Salvador - 12:00 (Domingos)

Passaredo:

  • P3 2223 - São Paulo (Guarulhos) - 08:55 (Segundas aos Sábados)
  • P3 2224 - Salvador - 22:05 (Domingos as Sextas)
  • P3 2225 - São Paulo (Guarulhos) - 15:00 (Domingos)
  • P3 2229 - Salvador - 06:00 (Segundas aos Sábados)
  • P3 2231 - Salvador/Barreiras/Brasília/Ribeirão Preto - 13:00 (Domingos as Sextas)
  • P3 2235 - São Paulo (Guarulhos) - 15:00 (Segundas aos Sábados)
  • P3 2263 - Salvador - 13:00 (Sábados)

Novo aeroporto[editar | editar código-fonte]

Atualmente, o aeroporto opera com 9 voos durante a semana, 7 voos aos sábados e 5 voos aos domingos. O número de passageiros tem aumentado a medida que novas companhias entram no mercado e com as obras de melhoria do aeroporto. Mas o governo pretende a construção de um novo aeroporto face às limitações do atual, localizado no povoado de Pé de Galinha, que fica as margens da BR-116 - a 7 km da cidade, que prevê uma pista de pouso e decolagem com 2.100 metros de comprimento e 45 metros de largura, em condições de operar aviões de grande porte. Terá também um pátio para aeronaves de 193 metros de comprimento e 50 metros de largura, uma pista para taxiamento de aviões, rampa de equipamentos, subestação elétrica, balizamento noturno e acessos viários, além de tudo que existe de moderno em termos de serviço de prevenção, salvamento e combate a incêndio em uma área total de seis milhões de metros quadrados. Ao final das obras, o aeroporto estará capacitado a receber aeronaves Boeing 737-800, passando a atuar com aviação regular (voos de linhas aéreas e transporte de cargas) e não regular (voos executivos) e também voos internacionais[1] [2] [3] [4]

Acidentes e incidentes[editar | editar código-fonte]

  • 6 de março de 1955: Um Douglas DC-3 da Real Transportes Aéreos, registro PP-YPZ caiu durante a aproximação para pousar em Vitória da Conquista. O trem de pouso abaixou, mas o trem de pouso não travou. O piloto fez uma elevação durante uma curva para a esquerda e atingiu um carro, e pegou fogo. Dos 21 passageiros e tripulantes a bordo, cinco morreram.[5]
  • 9 de outubro de 1985: Um Embraer EMB-110 Bandeirante da Nordeste Linhas Aéreas, registro PT-GKA operando um voo de carga de Vitória da Conquista para o Aeroporto Dois de Julho (Salvador) caiu durante a subida inicial em Vitória da Conquista, depois de voar anormalmente baixo. Os dois tripulantes morreram.[6]
  • 25 de agosto de 2012: Durante o pouso do voo 2231, da Passaredo Linhas Aéreas, operado com um Embraer ERJ-145, caiu na aproximação em Vitória da Conquista. O avião pousou nos limites do aeroporto, próximo à pista e equipe perdeu o controle. Como resultado, a aeronave pegou fogo. Duas das 27 pessoas a bordo ficaram feridas. A companhia aérea afirmou que não foi possível baixar o trem de pouso, apesar de testemunhas terem observado que o trem de pouso estava abaixado enquanto a aeronave estava pousando.[7]

Referências

  1. a b Novo Aeroporto de Vitória da Conquista irá operar por Instrumento, Secretaria de Comunicação do Governo da Bahia.
  2. Vitória da Conquista (BA) terá um novo aeroporto, Panrotas.
  3. Começam as obras do novo aeroporto de Vitória da Conquista, Prefeitura de Vitória da Conquista.
  4. Novo aeroporto
  5. Accident description PP-YPZ Aviation Safety Network. Visitado em 13 Mai. 2011.
  6. Accident description PT-GKA Aviation Safety Network. Visitado em 8 Jun. 2011.
  7. Accident: Passaredo E145 at Vitoria da Conquista on Aug 25th 2010, landed short of runway The Aviation Herald (26 Agost. 2010). Visitado em 28 Agost. 2010.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este sobre um aeroporto, integrado ao Projeto Aviação, é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.