Aeroporto de Caruaru

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Aeroporto de Caruaru[1][2][3]
Aeroporto
Aeroporto Oscar Laranjeira
IATA: CAU - ICAO: SNRU
Características
Tipo Público
Administração Governo de Pernambuco
Serve Caruaru e Agreste de Pernambuco
Localização Caruaru, (PE) Brasil[4]
Inauguração 1985 (34 anos)
Coordenadas 8° 16' 56" S 36° 0' 48" O
Altitude 576 m (1 890 ft)
Mapa
CAU está localizado em: Pernambuco
CAU
Localização do aeroporto em Pernambuco
Pistas
Cabeceira(s) Comprimento Superfície
13/31 1 800  m (5 906 ft) Asfalto

O Aeroporto de Caruaru - Oscar Laranjeira (IATA: CAUICAO: SNRU) é um aeroporto localizado na cidade de Caruaru, no estado de Pernambuco.[4] Situado a 125 quilômetros da capital Recife.[5] Atualmente, o equipamento opera apenas com vôos executivos, mas oferece curso de aviação, oficina para manutenção de aeronaves, e uma fábrica de aeronaves de pequeno porte. Está previsto que, ainda em 2018, o aeroporto seja concedido a administração privada, que será responsável por todos reparos necessários, a fim de deixar o aeroporto apto a receber voos comerciais. A Azul linhas aéreas já garantiu que após autorização das operações, irá dar início as atividades.[6]

Caruaru é a maior e a principal cidade do interior de Pernambuco, é cidade polo para mais de 1,5 milhão de pessoas no agreste do estado, além de está no 2º maior polo de confecções do Brasil. Então, a expectativa é enorme para o retorno das atividades no aeroporto, visto tamanho potencial da região, que não tem uma opção acessível para atender a demanda de empresários e comerciantes que vem a Caruaru e região fazer negócios.

História[editar | editar código-fonte]

Em 25 de janeiro de 1944,[7] era dado início às atividades do Aeroclube de Caruaru, o equipamento recebia voos particulares e também oferecia curso de pilotagem. Já na década de 50, Caruaru recebia seu primeiro voo comercial da história,[8] que contou com a presença de diversas autoridades da época, a REAL Transportes Aéreos era a responsável por essa conquista inédita na cidade.

Em 1999, o governo do estado fez uma grande reforma no equipamento, e ampliação da pista que passou de 1200 metros para 1800. Em 2002, a BRA incluiu caruaru em suas rotas comerciais, mas na realização do primeiro voo em caruaru, o B737-300 afundou no pátio de manobras, e então o aeroporto foi interditado até receber novos reparos.[9][10]

Em 2006, o governo do estado fez uma nova reforma,[11] desta vez, foi reconstruído todo o pátio de aeronaves, as taxiways e toda a pista de pousos e decolagens. Ainda em 2006, a BRA Transportes aéreos incluía novamente Caruaru em sua malha aérea, com os trechos São paulo (GRU) - Aracaju (AJU) - Caruaru (CAU) e o trecho Caruaru (CAU) - Recife (REC) - São Paulo (GRU), que operou regularmente com 3 frequências semanais até o ano de 2007, ano que a empresa encerrou suas atividades no Brasil.

No dia 14 de junho de 2010, tinha início às atividades da NOAR linhas aéreas no aeroporto de Caruaru,[12] cidade onde também se encontrava a sede da empresa aérea. A NOAR tinha um plano regional interessante, com a proposta de voos ligando cidades de médio e grande porte no nordeste.

Ela operou com voos no trecho CAU-REC, mas diferente da BRA transportes aéreos, a NOAR não teve sucesso no aeroporto de Caruaru, e em 2011, a empresa encerrou suas atividades. A própria aeronave não agradava ao público, e a empresa também não tinha uma boa estrutura, e isso passava insegurança aos usuários.

Desde então, o equipamento realiza apenas voos executivos, e com precário estado de conservação, as operações são arriscadas e cada vez menores.

Reforma[editar | editar código-fonte]

Caruaru está no plano de aviação regional, esperando apenas a liberação da verba para execução. O projeto está pronto e deve entrar no novo pacote de investimentos do governo federal em 2018 ou 2019. Estimasse que o valor investido em Caruaru será superior a 70 milhões e contará com a construção de um novo terminal de passageiros TPS, um novo pátio para aeronaves com 6 posições, e ampliação da pista para 2200 metros.

No dia 29 de julho de 2017, o Governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB), anunciou durante evento, ao lado da prefeita de Caruaru, Raquel Lyra (PSDB), que o Aeroporto de Caruaru será requalificado e passará por obras para atender as necessidades do Agreste. No entanto, nem orçamento tampouco prazos foram anunciados.[13][14][15]

Uma reforma emergencial deverá ser feita em 2017, para que o aeroporto seja autorizado a receber voos comerciais. A empresa vencedora da licitação deverá reformar o muro do aeroporto, fazer uma reforma no TPS, e alguns ajustes necessários em todo o sítio aeroportuário.

Em abril de 2019, a ANAC libera vôos comerciais diurno no Aeroporto Oscar Laranjeira.[16]

Estrutura[editar | editar código-fonte]

O aeroporto conta atualmente com a escola de formação de pilotos, "Brasflight", oficina de manutenção de aeronaves,a "Aero Espina", e também a fabricante de hélices e aeronaves de pequeno porte, a "Rupert".

Atualmente, o Oscar Laranjeiras movimenta cerca de 1000 pousos e decolagens de aeronaves particulares e da escola de aviação.

Incidentes aéreos[editar | editar código-fonte]

Em junho de 2000, um Fokker 100 da TAM (primeiro voo não fretado) afundou no piso do pátio das aeronaves. O piso cedeu com o peso da aeronave, devido à existência de um lençol freático sob o lado esquerdo da pista de estacionamento. Os passageiros ficaram mais de uma hora para desembarcar.[10]

No dia 25 de fevereiro de 2002, o primeiro voo comercial da BRA transportes aéreos. Por volta de 10:30 da manhã, o Boeing pousou no aeroporto, após fazer voltas panorâmicas na cidade e vôo rasante no aeroporto. Após a recepção do voo, por volta das 11 da manhã, no momento que o avião manobrava no pátio, as rodas do trem de pouso direito afundaram 15 centímetros no asfalto do pátio. "A resistência do piso cedeu, não teve capacidade de suportar o avião", declarou o comandante Alonso. Todos os funcionários do aeroporto mobilizaram-se para tentar ajudar. Havia gente com enxada, pá e até um trator foi usado para tentar desatolar o avião, mas para piorar,o trator acabou batendo em um dos motores da aeronave, danificando um pouco a fuselagem. Os 139 Passageiros que haviam embarcado no vôo 9551 com destino a São Paulo e escala em Recife, foram deslocados de ônibus até o aeroporto do Recife, onde tomaram outro voo da companhia até o destino final. Após reparos, e finalmente desatolarem a aeronave, o Boeing decolou do aeroporto de Caruaru e só retornou a pousar na cidade no ano de 2006.[10]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Airport CAU» (em inglês). Great Circle Mapper. Consultado em 11 de agosto de 2019 
  2. «SNRU Airport» (em inglês). Airport Nav Finder. Consultado em 11 de agosto de 2019 
  3. «CARUARU» (em inglês). World Aero Data. Consultado em 11 de agosto de 2019 
  4. a b «Aeroporto de Caruaru». Aeroportos do Brasil. Consultado em 11 de agosto de 2019 
  5. «Distância de Caruaru a Recife». Distância Entre Cidades. Consultado em 11 de agosto de 2019 
  6. «Azul solicita voos para Caruaru e Serra Talhada». Diário de Pernambuco. 13 de julho de 2018. Consultado em 11 de agosto de 2019 
  7. «Aeroporto de Caruaru». www.facebook.com. Consultado em 21 de agosto de 2017 
  8. «Aeroporto de Caruaru». www.facebook.com. Consultado em 21 de agosto de 2017 
  9. «Avião "atola" e estraga festa em Caruaru». Estadão - Portal do Estado de S. Paulo. 25 de fevereiro de 2002. Consultado em 11 de agosto de 2019 
  10. a b c «Avião que faria vôo inaugural de Caruaru para SP atola em asfalto». Folha de S. Paulo. 25 de fevereiro de 2002. Consultado em 11 de agosto de 2019 
  11. «Aeroporto de Caruaru». www.facebook.com. Consultado em 21 de agosto de 2017 
  12. «Aeroporto de Caruaru». www.facebook.com. Consultado em 21 de agosto de 2017 
  13. «Aeroporto de Caruaru voltará a ter voos comerciais até novembro». Portal NE10. 29 de julho de 2017. Consultado em 11 de agosto de 2019 
  14. «Licitação para o Aeroporto de Caruaru é oficializada». Diário de Pernambuco. 30 de julho de 2017. Consultado em 11 de agosto de 2019 
  15. «Governador anuncia investimentos na área hídrica, aeroporto e conclusão do Hospital da Mulher de Caruaru». G1 Caruaru. 29 de julho de 2017. Consultado em 11 de agosto de 2019 
  16. «ANAC autoriza Aeroporto Oscar Laranjeira a receber voos em Caruaru». G1 Caruaru. 26 de abril de 2019. Consultado em 11 de agosto de 2019 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um aeroporto, integrado ao Projeto Aviação, é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.